De Próprio Punho, por Rodrigo Lacerda (escritor): “A criação literária é uma ginástica interior que não tem igual”

Desde muito jovem, eu sou escritor, tradutor e editor. Mas nem sempre tive claro o quanto essas três atividades eram complementares na minha vida. Por alguns anos, depois que publiquei meu primeiro livro — “O mistério do leão rampamnte”, em 1995 —, achei que os trabalhos como editor e tradutor me roubavam o tempo que…

De próprio punho, por Maria Klien (empresária): “Tornei-me PHD em resiliência, por anos pulando de medicação em medicação, até que conheci a Cannabis”

Não fui diagnosticada cedo, até porque vivemos em uma sociedade onde mostrar as fraquezas não é nada bacana.  E assim, durante minha adolescência, as crises de ansiedade eram abafadas com música alta, muitos livros, mergulhos na praia e um sorriso no rosto.  Quem me conhece sabe que alegria não me falta — eu vibro por mim…

De Próprio Punho, por Daniela Pedras (profissional de Marketing): “Sonho com um Rio mais humano, que seja bom para o turista e maravilhoso pra nós”

Apaixonada pelo Rio, cidade em que nasci e que escolhi para viver, e onde sempre trabalhei. Nos últimos 35 anos, dediquei-me a projetos para melhorar minha cidade e o meu estado. Aqui vale um esclarecimento: gosto de política, construí minha carreira no setor público, mas sempre atuei de forma técnica nos cargos executivos que ocupei…

De próprio punho, por Clara Drummond (escritora): “Minha motivação para o novo romance foi compreender a completa desconexão entre a autoimagem das classes altas e a realidade”

É difícil dizer quanto tempo demorei para escrever meu terceiro romance, “Os Coadjuvantes”, publicado em abril pela Companhia das Letras. No início, era um romance autobiográfico sobre minha luta contra a depressão: fui diagnosticada aos 12 anos e passei uma década com dificuldade de viver uma vida normal, como ir à escola e ter amigos;…

De Próprio Punho, por Tati Accioli (empresária): “Como tinha uma boa rede de contatos, bons amigos e parceiros de longa data, tudo aconteceu de forma inesperada”

Quando comecei o Carandaí 25, estava em um momento de dar outro sentido para a minha vida. Era designer de acessórios, fornecia para algumas marcas, e também trabalhava com produtos importados da Ásia, em um fuso horário que me enlouquecia. Há exatos dez anos, o Carandaí 25 surgiu como uma brincadeira, na sala da minha casa.…

De Próprio Punho, por Raimundo Rodriguez (artista plástico): “Para cada problema do Brasil, penso numa nova obra ‘Brasis’ a ser criada”

Sou um artista visual e me interesso por alguns tipos de linguagem. Já fiz várias produções na TV, como, por exemplo: “Hoje é Dia de Maria”, “A Pedra do Reino”, “Capitu”, “Alexandre e Outros Heróis”, “Meu Pedacinho de Chão” e “Velho Chico”, todos sempre em parceria com o diretor Luiz Fernando Carvalho, na TV Globo. Ao longo de mais de 30 anos da minha carreira,…

De Próprio Punho, por Maritza Caneca (artista plástica): “A piscina como obra de arte. E, assim, vou deixando um pouco do meu olhar por onde passo”

Comecei minha carreira nos anos 80, trabalhando em produções cinematográficas, sempre na área da fotografia, como still, assistente de câmera e diretora de fotografia. Fui a segunda mulher diretora de fotografia do Brasil — fiz vídeo clipes, documentários, comerciais, curtas-metragens e longa-metragem. Tive o  privilégio de filmar com diretores, como Nelson Pereira dos Santos, Bruno Barreto,…

De Próprio Punho, por Tite de Lamare (ex-embaixatriz na Rússia): “Lembro-me de um antigo provérbio segundo o qual Kiev era a mãe da Rússia, São Petersburgo a sua cabeça e Moscou, o seu coração”

Morei em Moscou por quase cinco anos. Mikhail Gorbachev estava em pleno processo de implementação das linhas mestras do que seria considerado o movimento de abertura ou transição no regime soviético. Considerando que o Muro de Berlim fora derrubado em novembro de 1989, acabando com a Cortina de Ferro, não foi difícil ficar entusiasmada pelo…