Onze perguntas para Renato Caminha (terapeuta cognitivo): “Você suporta tudo dos seus filhos? A resposta é sempre um não”

O terapeuta Renato Maiato Caminha, mestre em Psicologia Social e da Personalidade, fez brotar o desejo ardente, digamos assim, que tem a ver com pais e filhos, gravando vídeos sobre os mitos da relação que se apresenta com similaridades em qualquer idioma, perfil, país; afinal, todo mundo é filho ou mãe e pai de alguém.…

Nove perguntas para Antonio Neves da Rocha (maior decorador de festas do Rio), sobre a nova realidade pós-pandemia: “Ostentar não é chique”

O nome mais forte em decoração de festas no Rio, com passos em outros estados e em alguns lugares da Europa, Antônio Neves da Rocha, voltou a ter a vida pré-pandemia. Sua classe, da alegria e do entretenimento, esteve entre as mais penalizadas da pandemia. Depois dessa fase tenebrosa, praticamente com o dedo enfiado no oxímetro…

Onze perguntas para Antônio Mariano (secretário de Turismo): “A sociedade precisa entender que, se a imagem do Rio é ruim, vem menos turista”

A medir pelas maravilhas do Rio, quem lida com turismo deve viver bem-humorado e se dar muito bem. Foi o que sempre ouviu Antônio Mariano, o atual secretário municipal de Turismo há quatro meses, desde que o cientista político Bruno Kazuhiro deixou o posto para a pré-candidatura a deputado estadual. Antônio tem intimidade com a “máquina” — cientista político, jornalista,…

Onze perguntas para Marcelo Bezerra (neurologista), sobre Parkinson: “A atitude corajosa da Renata (Capucci) chamou a atenção para uma doença neurológica frequente”

Marcelo Bezerra é o nome mais citado quando se pergunta a qualquer dos grandes médicos cariocas uma referência da área de Neurologia, das doenças associadas ao sistema nervoso, mais ainda, quando é o Parkinson, sobre o qual ele tem uma longa trajetória de estudos e dedicação. Formado há quase 50 anos, Bezerra tem doutorado em…

Onze perguntas para Maína Celidonio (secretária de Transporte): “Entendo o grande sofrimento que é depender do transporte público”

Se tem uma secretária que deve acordar e dormir com a orelha ardendo é Maína Celidonio, à frente da complexa pasta de Transportes — que poderia até mudar de nome para “caos” ou “estresse”, a medir pelas constantes reclamações. Há quem diga que uma pessoa que sobreviva ao transporte público no Rio está pronta para qualquer…

Doze perguntas para Anna Laura Secco (secretária de Conservação): “Acredito que a cidade está num caminho de volta — o carioca voltou a ter amor, alegria”

Uma das palavras-chave para manter uma casa em ordem, estrutural ou esteticamente, é conservar — no bom português, guardar, preservar, manter intacto. E como fazer esse trabalho no Rio, com seus quase 7 milhões de moradores e cerca de 49 mil espaços? Uma das responsáveis, a maior talvez, é a Secretaria de Conservação (Seconserva), que cuida…

Quatorze perguntas para Brenno Carnevale (secretário de Ordem Pública): “Gosto de estar atento, primeiro porque o chefe (Eduardo Paes) não desliga, então não posso desligar”

Qualquer pessoa que pretende ocupar um cargo público sabe o que vem pela frente, principalmente as cobranças da população, ainda mais quando a cidade é o Rio, maior vitrine do País, com os seus quase sete milhões de moradores de olho em tudo que é problema — e temos de sobra — muitas vezes, fazendo parte dele. …

Nove perguntas para Nelson Freitas (ator), sobre fazer Eike Batista no cinema: “Consigo destacar a coragem. A pior coisa foi a angústia de compor a derrocada”

Ao contrário de alguns entrevistados que podem fazer-nos pensar no travesseiro, Nelson Freitas, passa energia e entusiasmo. É aquele perfil que está sempre a favor, a favor de tudo, se é que que vocês me entendem… Eike Nelson! Nelson Eike! Eike filme! Até 2020, depois de 19 anos nas telas da Globo, no humorístico “Zorra Total”, Nelson Freitas aceitou experimentar: fez cinco filmes, incluindo papéis de…

Nove perguntas para Ana Luiza Piza, fundadora do Instituto Carioca Cidade Criativa: “Eu vivia na bolha da Zona Sul e achava que era uma carioca…”

Os cariocas — da gema ou convertidos — costumam ser apaixonados pela cidade, mas alguns vão além da simples paixão. É o caso da administradora Ana Luiza Piza e do advogado Heitor Wegmann Jr., dois ex-funcionários da Prefeitura que decidiram dar continuidade ao trabalho, cuidando de pontos importantes da cidade, com a criação do Instituto Carioca Cidade…