Dez perguntas para o empresário Ricardo Bellino (ex-sócio e amigo de Trump), sobre sucesso: “É preciso uma boa dose de cara de pau, sem comedimento”

Na visão do empresário Ricardo Bellino, qualquer um deveria ser um fodido. “Para mim, fudido e fodido não são a mesma coisa. Ser fodido é ser foda! É algo irado, poderoso! Já fudido é completamente o contrário. Não tem nenhum significado fodástico”, explica o autor de “Ninguém é f#dido por acaso”, recém-lançado e sucesso de vendas, uma…

Sete perguntas para o jornalista e pesquisador Valmir Moratelli, sobre telenovelas: “Rompemos a barreira de que gay é reservado ao núcleo cômico e secundário”

O jornalista e pesquisador Valmir Moratelli levou a paixão por novelas um pouco além. Resultado da pesquisa de mestrado na PUC-Rio, ele vai lançar “O que as telenovelas exibem enquanto o mundo se transforma” (ed. Autografia), no dia 13 de julho, seguido de debate, na programação Off Flip, na Casa Autografia, durante a Festa Literária de…

Seis perguntas para Leo Feijó, sobre a retomada do Teatro Odisseia: “Sem patrocínio está difícil, mas espero ter o apoio dos cariocas”

Se o tema é cultura, pode falar com Leo Feijó. Em alguém eclético? Pode falar com Leo. Quer saber da noite? Leo também pode ajudar. Apaixonado pelo mercado cultural e criador de mais de 10 espaços da noite carioca — incluindo a Casa da Matriz, Teatro Odisseia, Cinematheque e Choperia Brazooka, além de coordenar a rede Palcos…

Oito perguntas para André Junqueira (administrador do novo Teatro Petra Gold, Leblon): “Uma boa ação para a cultura”

Essa, a cultura carioca certamente vai adorar: o Teatro Leblon, sem programação em suas três salas desde 2017 (a Tônia Carrero foi fechada de vez em 2016, e as outras duas, Marília Pêra e Fernanda Montenegro, estavam disponíveis para aluguel), será reaberto nesta terça (07/06), como Teatro Petra Gold (Sala Marília Pêra), com a peça…

Nove perguntas para Nélida Piñon: “Hoje, o Rio me atemoriza, contraria o seu passado, sua memória heroica”

  Lançamentos de livros de Nélida Piñon são alegres, leves festivos e incomuns: os únicos que se sabe com o melhor champagne francês, para brindar uma escritora amada de fora a fora: tanto pelos amigos quanto pelos fãs. Como aconteceu recentemente, com o vigor em dia, no lançamento de “Uma furtiva lágrima” (Record), com reflexões,…