Doze perguntas para Alessandra Gelio (atriz, que vai lançar a peça “AlcoóliKa”): “Alcoolismo é uma doença que mata, não só pelo uso abusivo como também pela inabilidade com as emoções” 

  Alcoolismo é assunto dramático, sabemos, e pode virar de estigma a piada em conversas sociais, principalmente quando se trata de mulheres. E elas foram as que mais procuraram ajuda na pandemia, em redes de apoio mútuo, como, por exemplo, nos Alcoólicos Anônimos (AA): foram, mais ou menos, 1.000 novos integrantes no País, de março…

Nove perguntas para Sônia Rodrigues (produtora): “A única maneira de fazer cultura hoje é na raça. Eu só não desanimo porque sou filha do meu pai (Nelson Rodrigues)”

Você sabe o que se passa na sua cabeça? Não no sentido figurado, mas no científico? Depois de ler “No labirinto do cérebro” (Objetiva, 2020), do neurocirurgião Paulo Niemeyer Filho, a escritora e produtora Sônia Rodrigues, filha do dramaturgo Nelson Rodrigues, ficou fascinada, ligou para o médico e comprou os direitos da publicação para o…

Nove perguntas para Carlos Burle (surfista e empresário): “Temos que tomar cuidado com o ego senão a gente vive o personagem, e não o ser humano”

  Enquanto o mundo embarcava numa onda quase 100% digital, Carlos Burle, 54, resolveu fazer o contrário. Pouco antes de o coronavírus chegar pra mexer com tudo, e depois da aposentadoria das competições (aos 50 anos), o bicampeão mundial de ondas gigantes ficou à deriva, com uma expertise dos 40 anos de carreira e sem…

Dez perguntas para Kléber Tani (professor de Meditação): “É simples. Quer viver melhor, busque um pouco do silêncio”

Você quer viajar sem parar depois da pandemia, mais ainda, depois de passar tanto tempo com as fronteiras fechadas? Aha! O professor de Meditação Kléber Tani também não para de pensar em viagem, mas para dentro de si, para quem as fronteiras estão sempre abertas, digamos assim. Logo que começou a crise coronavírus, o diretor da Sociedade…

Onze perguntas para Aniela Jordan (produtora de teatro): “O streaming incrementou, mas nada vai substituir a emoção do presencial”

A produtora Aniela Jordan passou pela pandemia praticamente ilesa. Foi uma das poucas do setor cultural que manteve a rotina —   pela sua, produtora Aventura, está retornando aos musicais infantis, além das agendas de dois teatros que administra lotadas até o fim do ano e com mais de 10 projetos para 2022.Cultura que vem de berço,…

Oito perguntas para Carla Rosas (diretora do Le Cordon Bleu Rio): “A pandemia estimulou milhões de brasileiros a reinventar sua relação com a gastronomia”

Um dos efeitos colaterais da pandemia, digamos assim, foi a descoberta da gastronomia, chamada aqui de o-segundo-maior-prazer-desta- vida. No auge da crise, muitos se viram obrigados a cozinhar; alguns, a contragosto, o que foi mudando na sequência. Pelo deleite, claro, e até por terapia, quando o fogão virou praticamente um divã. Por uma pesquisa da empresa…

Nove perguntas para Lenny Niemeyer (estilista, 30 anos da marca): “Venho de uma cultura de desfile e festa, mas acabou a farra, acabou contato humano. Há de voltar logo”

Aqui, na coluna, falamos que o ar principal da vida de Lenny Niemeyer é a brisa do mar. Mesmo sendo paulista (de Santos), virou um símbolo do estilo de vida carioca e é conhecida também como grande anfitriã, daquelas que sabem, como poucos, misturar o comercial com o pessoal. Em 2018, em Paris, foi a única estilista do Brasil…

Oito perguntas para Raul Mourão (o artista criador da bandeira violentada na Era Temer, que viralizou no 7 de setembro): “A bandeira foi ganhando novos sentidos”

Você já deve ter visto por aí uma Bandeira do Brasil com um buraco no meio, onde deveria estar “Ordem e Progresso”, sendo carioca, talvez tenha visto ao vivo desde o carnaval de 2018, com os foliões em toda a sua plenitude: “Já com um clima de carnaval, muito turista, e eu pego a bandeira e…