08/05/2018 - 20:00

Rua dos Oitis: moradores criam soluções contra a violência

raul-chico-e-erick

2018-05-03-photo-00000192

Na primeira foto: Raul Melhado; Chicô Gouvêa e Erick Figueira de Mello (entre os que estão à frente das medidas de segurança para a Rua dos Oitis, na Gávea. Nesta foto, um exemplo dos holofotes que estão sendo instalados na rua / Fotos: arquivo Site Lu Lacerda e amigo da coluna

Os moradores da Rua dos Oitis resolveram fazer o que a Prefeitura não faz: tomar medidas para a segurança da rua depois de roubo de carro, dois assaltos a mão armada e invasão a uma casa em menos de duas semanas. A escuridão está virando passado: casas com holofotes, câmeras em várias delas, segurança com telefone, árvores podadas e, ainda esta semana, vão comprar apitos a serem distribuídos. Formaram o grupo de Whatsapp “Alerta Oitis“, já com 70 participantes, tendo à frente o advogado Raul Melhado, com muitos apoiadores, como os arquitetos Chicô Gouvêa e Erick Figueira de Mello, todos moradores.

“O poder público praticamente não existe, então nós mesmos criamos soluções”, diz Raul. “Temos a igreja presbiteriana para fazer as reuniões, aqui é tudo em conjunto, ouvimos uns aos outros. Nós, cariocas, estamos vivendo num abandono total, agora, qualquer contratempo temos a quem falar. Esse movimento é importante”, diz Chicô. “Já estamos sentindo uma sensação bem maior de segurança. Medidas assim deveriam ser adotadas pelas ruas próximas”, comenta Erick. Nesta quinta-feira (10/05), o escritor, sociólogo, capitão e ex-policial do Bope, Rodrigo Pimentel, vai dar palestra na igreja presbiteriana na mesma rua, com ensinamentos sobre segurança. É onde vão acontecer todas as reuniões.


Enviado por: Lu Lacerda
08/05/2018 - 18:30

“Café Suspenso”: atendimento jurídico para moradores de rua

marcelo-turra-a

Marcelo Dealtry Turra: professor e advogado, coordenador do NPJ da Facha e do projeto “Café Suspenso”, que atende moradores de rua /Foto: Divulgação

O Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) da Faculdade Hélio Alonso (Facha), com sede em Botafogo, criou um programa para atender os moradores de rua, o “Café Suspenso”. Advogados e estudantes de Direito, todos voluntários, percorrem Botafogo e Flamengo e conversam com moradores de rua para entender seus problemas e situações e depois dão conselhos jurídicos e tentam resolver o que surge. A equipe do NPJ atua em direitos básicos de grupos marginalizados, direitos dos animais, transexuais, pessoas que vivem com HIV/aids etc. O nome “Café Suspenso” foi inspirado na tradição italiana, com origem em Nápoles, um pequeno gesto de gentileza em que o cliente paga o café e deixa outro pago para o próximo, tudo de forma anônima.

“A ideia é que o nosso ‘Café Suspenso’ funcione com o que temos a oferecer, o nosso conhecimento jurídico, capaz de mudar vidas; conversando com essas pessoas, estabelecendo uma relação de confiança e atendendo às suas necessidades”, diz Marcelo Dealtry Turra, professor e advogado, coordenador do NPJ da Facha e do projeto. Segundo Turra, os primeiros atendimentos foram essencialmente para a segunda via de RG, certidões de nascimento, tratamento de saúde e, num dos casos, a mudança do nome civil, por se tratar de uma mulher trans. A estimativa é que mais de quatro mil pessoas vivam atualmente nas ruas do Rio.


Enviado por: Redação
08/05/2018 - 17:10

Alexandre Birman e Kate Upton no tapete vermelho do Met

birman-a

Baile de Gala do Met: a modelo Kate Upton e o designer de sapatos Alexandre Birman no tapete vermelho /Foto: Reprodução Instagram

O designer de sapatos brasileiro Alexandre Birman estreou no tapete vermelho do baile de gala do Met na abertura da exposição “Heavenly bodies: fashion and the catholic imagination”, ao lado da modelo americana Kate Upton, nessa segunda-feira (07/05), em Nova York. Momentos antes, Kate postou uma foto da sandália feita especialmente para ela incrustada com cristais swarovski coloridos em suas redes sociais combinando com a coroa, inspirada no tema da mostra. “Fiquei obcecado quando vi a coroa feita com as pedras que resolvi desenhar o sapato para combinar”, disse Birman.


Enviado por: Redação
08/05/2018 - 16:30

Leonardo Netto: lançamento de livro no Rio

joao-velho-beatriz-bertu-leo-e-cirillo-luna

leonardo-netto-emilio-de-mello-e-zeze-polessa

leonardo-e-cissa

leonardo-e-daniel-dantas

“A ordem natural das coisas”: na primeira foto, João Velho, Leonardo Netto, Beatriz Bertu e Cirillo Luna; na segunda, Leonardo, Emílio de Mello e Zezé Polessa; na terceira, Netto com Cissa Guimarães; na quarta, Leonardo com Daniel Dantas /Fotos: AG.News

O ator, diretor e dramaturgo Leonardo Netto lançou “A ordem natural das coisas”, na livraria da Travessa de Ipanema, dois dias antes da reestreia da peça homônima, que entra em cartaz nesta quinta-feira (10/05), no Sesc Copacabana. O texto conta a história de um homem abandonado pela noiva no dia do casamento que vai curar a dor de cotovelo com o cunhado e uma vizinha – no palco, os atores Cirillo Luna, Beatriz Bertu e João Velho. Entre março e abril, a montagem do livro rodou em oito unidades do Sesc.


Enviado por: Redação
08/05/2018 - 16:07

No mês das mães e das noivas a clínica e spa Goa, na Barra, lança o protocolo corporal body redux. A novidade une massagem para gordura localizada e manta térmica que ajuda a desinchar e perder peso. Até o fim do mês o tratamento está com valor promocional. Mais informações pelo tel (21) 99997-8163 .


Enviado por: Redação
08/05/2018 - 15:35

Michelin: minha estrela, minha vida

Ganhar uma estrela do Guia Michelin está para os chefs como um Oscar, para os atores. Imagina duas? Foi o que aconteceu na noite dos prazeres, digamos assim, nessa segunda-feira (07/05), durante o evento “Guia Michelin Rio de Janeiro & São Paulo 2018”, com o restaurante carioca Oro, de Felipe Bronze, que recebeu o seu “troféu” incrédulo – até hoje nenhuma casa no Brasil ganhou a cotação máxima de três estrelas; apenas o D.O.M, de Alex Atala, tinha duas. Além do Oro, foram dadas duas estrelas novamente para o D.O.M. e também ao Tuju, de Ivan Ralston (São Paulo). Aliás, mais três restaurantes cariocas brilharam no evento, ganhando uma estrela cada um: o Lasai, de Rafa Costa e Silva; o Mee, o asiático do Copacabana Palace, que tem à frente a chef Kazuo Harada; e Olympe, de Thomas Troisgros. O Michelin, criado em 1900 na França, é o mais prestigiado guia de classificação de restaurantes mundial. Na América Latina, o Brasil é o único país avaliado dos 28.


Enviado por: Redação
08/05/2018 - 15:32

“Mais um de nós foi assassinadx!” (com x mesmo, por ser de gênero neutro).

 

Do estilista e ativista Carlos Tufvesson, sobre o assassinato de Matheusa Passareli.


Enviado por: Redação
08/05/2018 - 14:50

Daniel Chor, herdeiro da Multiplan, lança loja virtual com 150 marcas

danielpereschor11

Daniel Chor: herdeiro do grupo Multiplan, lança oficialmente nesta semana a loja virtual Bazzah / Foto: Divulgação

Daniel Peres Chor, como já demonstra o sobrenome, é herdeiro do grupo Multiplan, neto de José Isaac Peres. Nunca, porém, foi do tipo que, digamos, espera tudo “cair do céu”. Começou a trabalhar aos 15 anos como aprendiz no BarraShopping, foi corretor de lojas dos 17 aos 22 e, recentemente, deu início a uma carreira solo com um projeto que, de saída, vai funcionar como incubadora e aceleradora para 150 neomarcas da moda carioca: a loja virtual Bazzah, que vai ser lançada oficialmente esta semana. Na verdade, isso está rolando há algum tempo. É uma vitrine para pequenos produtores, grifes recém-criadas, que, em geral, não têm vitrines para as suas peças.

Daniel juntou-se a um grupo de quatro amigos empreendedores e pôs a empresa de pé em horários alternativos porque, no que chamamos de turno comercial, ele é gerente de inovação e negócios digitais do grupo da família. Só depois das 7 da noite, comanda, de uma casa na Joatinga, a plataforma que promete concentrar até 300 novas marcas até o fim do primeiro semestre. Antes das 9h da manhã, Daniel cuida de um canil de Vizsla, raça de cães trazida pelos Peres da Hungria. Cansou? Ele, não, tem 25 anos, com hormônios e colágeno sobrando.


Enviado por: Lu Lacerda
08/05/2018 - 13:35

Nessa quinta-feira (10/05), a designer Bianca Gibbon organiza um evento na loja de Ipanema, para lançar a coleção especial de Dia das Mães de sua marca, a BG.


Enviado por: Redação
08/05/2018 - 13:30

Campanha Hemorio: foco no público jovem

isabella-santoni-divulgacao

Isabella Santoni: atriz é uma das colaboradoras da campanha do Hemorio, que será lançada nesta sexta-feira (11/05) /Foto: Divulgação

Alguns artistas e os chamados “influenciadores digitais”, aqueles que têm milhões de seguidores nas redes sociais, uniram-se para a campanha “#TrocoLikesPorSangue”, do Hemorio, com lançamento nesta sexta-feira (11/05). Vai funcionar assim: os 18 escolhidos (todos abriram mão dos cachês) vão convidar seus seguidores a doar sangue no hemocentro carioca, e aqueles que toparem o desafio e postarem uma foto da doação vão ter sua publicação curtida por todos eles. “Uma de nossas metas é o aumento do número de doações de sangue entre os jovens de 16 e 29 anos, público-alvo da campanha. Quem começa a doar sangue ainda jovem sente mais cedo a emoção de salvar uma vida e tem mais chances de se tornar um doador fidelizado. Esperamos a adesão em massa dos jovens cariocas”, diz Luiz Amorim, diretor do Hemorio. O Hemocentro fica na Rua Frei Caneca 8, no Centro, e as doações podem ser feitas todos os dias, inclusive nos fins de semana e feriados, das 7h às 18h. Mais informações pelo telefone 2332-8611.


Enviado por: Redação
Página 1 de 212

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline