Comunicação Não Violenta, por Marie Bèndelac: O risco de não expressar sentimentos

Não verbalizar sentimentos pode trazer várias consequências, tanto em nível pessoal quanto nas relações com os outros.  Quando não expressamos nossos sentimentos, podemos experimentar um aumento do estresse, ansiedade e até mesmo depressão. Guardar emoções implica um acúmulo de tensão emocional que, a longo prazo, afeta negativamente nossa saúde mental e física. Além disso, a…

Opinião, por Eduardo Affonso: Tico & Teco

Tico, o neurônio solitário, se espreguiçou, olhou o despertador na mesinha de cabeceira (Tico não pode usar a expressão “criado mudo” desde que seu dono descobriu que ela é especista, capacitista, uma coisa assim) e viu que ainda faltavam dez minutos para o militante — seu dono — acordar. Era sempre bom se antecipar. Várias vezes havia…

“Invertida”, com Bia Lessa (artista): “Defeito é não conseguir organizar minha vida, planejá-la, ter tempo para cuidar de mim como eu deveria”

O nome Bia Lessa é praticamente uma advertência: tem arte aí. Pode ser no teatro, no cinema, no visual, no museu ou na literatura; em alguns casos, comoveu em várias versões, por exemplo, em “Grande Sertão, Veredas”: instalação no Museu da Língua Portuguesa, em 2006, peça em 2017 e, por fim, mas não por último, em 2023, “O…

Jantar de Gilberto Ururahy em homenagem à diretoria da Câmara de Comércio França-Brasil

O médico Gilberto Ururahy e sua mulher, Marie Bendelac, ofereceram jantar em homenagem à diretoria da Câmara de Comércio França-Brasil, no apartamento do casal, em Ipanema. Noite de amor em mão dupla: brasileiros que amam franceses e franceses que amam brasileiros. Foram servidas comidas típicas da Bahia, por Isis Rangel, com show da cantora Mariana Biandini. Muitos estavam vindo…

“O ‘grito silencioso’ da geração Z denuncia não a falta de ambição por uma carreira de sucesso, mas a ambição por uma vida mais equilibrada na qual a saúde não seja vendida ao diabo em troca de apenas encher o bolso e esvaziar a alma”.

Da psicóloga Jacqueline Resch, sócia-fundadora da Resch RH, sobre o “quiet quitting” e “quiet ambition” no mundo corporativo, expressões que têm a ver com a forma como a geração jovem, a Z, encara o trabalho e suas relações.

Opinião, por Jacqueline Resch (psicóloga): “A geração Z ambiciona uma vida mais equilibrada, na qual a saúde não seja vendida ao diabo”

Recentemente, duas novas “buzzwords” (palavras populares ou chavões) aterrissaram no mundo corporativo: “quiet quitting” e “quiet ambition”. “Quiet quitting” chegou primeiro e, mais recentemente, o “quiet ambition”; ambas as expressões têm a ver com a forma como a geração jovem, a Z, encara o trabalho e suas relações. No chat GPT, “quiet quitting” é definido como “ato de deixar um…

Empresária Márcia Echevarria comemora aniversário com doação para a ONG One by One, de Tereza Stenghel. Veja fotos!

 A empresária Márcia Echevarria comemorou aniversário nessa quinta (22/02), no Iate Clube, na Urca, lotando um dos salões com mais ou menos 170 convidados. Na decoração, um Espírito Santo de madeira e ar-condicionado bombando para segurar o make da mulherada. O presente foi um “cartão-surpresa” com R$ 20 mil, sendo metade para a ONG One…