20/06/2018 - 19:30

Cinco perguntas para Edson Cordeiro (oh, voz incrível!)

edson-cordeiro-gal-oppido-divulgacao-a

Quem, com mais de 30, não lembra dessa voz incrível? Sucesso absoluto na década de 1990, o cantor Edson Cordeiro, de 51 anos, mora há 11 na Alemanha e segue na vida artística lá fora. Agora, porém, volta ao mercado brasileiro, com o álbum de inéditas “Bem na Foto”, seu 13º, depois de cinco para o público europeu, comemorando 30 anos de carreira. O primeiro single, “Voz e Violão”, será lançado nas plataformas digitais a partir desta sexta-feira (22/06), e o restante das músicas será em doses homeopáticas, no esquema faixa a faixa.

Em breve, ele também entra em turnê, acompanhado da banda Os Fotogênicos pelo País. Nas redes sociais, a descrição do perfil do cantor diz assim: “O fenômeno versátil considerado pela imprensa europeia como a 8ª maravilha do mundo”. Além da carreira profissional, a amorosa vai muito bem, obrigado – há 10 anos, está casado com Oliver Bieber, escritor de livros infantis, ilustrador, artista plástico, desenhista e empresário de Cordeiro na Alemanha.

1
Sente falta do Brasil?  

Sinto sim, mas eu só consigo trabalhar na Europa, porque fiz um nome aqui. Fundei minha carreira no Brasil, mas, quando me mudei pra cá, já tinha meu primeiro disco de ouro, com mais de 100 mil cópias vendidas. Sou grato ao Brasil e sempre serei, mas claro que viver na Alemanha é muito mais fácil, a qualidade de vida é muito mais digna. Porém, como tenho família, fãs e amigos no Brasil e quero fazer parte daquelas pessoas que querem ver este país mudar, não vou desistir de lutar até o fim para que isso aconteça. O Brasil precisa de música boa, de arte, gente bem-intencionada, como eu. Tenho muito a contribuir, mesmo estando longe.  

2
Já sofreu preconceito aqui?  

O mundo está perigoso pra todas as pessoas que saem do padrão que elas estabeleceram. O Brasil é o país que mais mata homossexuais no mundo, numa estatística assustadora, mas fundamentalistas e preconceituosos existem em todos os lugares. Já sofri preconceito na Europa e no Brasil; não estamos seguros em lugar nenhum. No entanto, o que não me mata, fortalece, e estou aqui para me juntar ao coro das pessoas que dizem: ‘Vocês vão ter que se acostumar comigo, vocês vão ter que me incluir. Não quero ser tolerado, quero ser respeitado, e essa é a minha luta’.  

3
Como é sua vida na Alemanha?  

Produzo shows e gravei vários discos aqui. Música é meu único trabalho, e faço muitos shows. Tenho prazer de cantar para brasileiros, mas 90% do meu público é alemão, e foi um trabalho de muitos anos para conquistá-los. Minha vida é maravilhosa; moro numa cidade ao norte da Alemanha, próximo a Hamburgo, chamada Lübeck, que é medieval, linda. E viajo o mundo todo: Áustria, Turquia, Portugal, Croácia…Tenho uma vida tranquila e sou muito feliz, e acho que isso aparece na minha música. Amo e sou amado.   

4
Para você, quais são os destaques da cena musical brasileira?  

Estou sempre acompanhando tudo que acontece. Quero falar de um pessoal que está seguindo o caminho fora do circuito muito pop. No álbum, vou cantar duas músicas inéditas da Heloá Holanda, compositora, cantora, produtora e música; ela toca vários instrumentos. Se você não a conhece, vá ao YouTube — o trabalho dela é maravilhoso. Também um samba do carioca Leo Russo. Gravei uma música do Luiz Gabriel Lopes e Rômulo Fróes – o primeiro é um grande compositor; o segundo, além de produtor, compositor, cantor, produziu o novo vídeo da Elza Soares, ‘A Mulher do Fim do Mundo’. ‘Violão e Voz’ é de um jovem compositor, o Danilo Audi; e o José Cândido, de São Simão, interior de São Paulo, compôs três músicas para o meu CD. Então, o boom também acontece em certos lugares onde as pessoas talvez não tenham tanta exposição, mas merecem ser falados.  

5
Um cantor tem que acompanhar as mudanças?  

Com 30 anos de carreira, já passei por todas as fases do mercado, todas as crises e novas tecnologias, mas estou aqui, sobrevivi. Acho que, para continuar promovendo, divulgando a minha arte, eu me adaptaria, me adaptarei a todas as novas tecnologias que vierem — mas sabendo que isso é efêmero também. Essa nova maneira de divulgar faixa a faixa pode ser rápida, mas, como bom aquariano, já estou pronto para o futuro.   

Foto: Gal Oppido. 

 


Enviado por: Redação
20/06/2018 - 18:20

Alô, seu Crivella: exemplos de cenas cariocas da semana

descaso-a

descaso-b

Na primeira foto, sinal de trânsito caído em frente à Estação do metrô da Praça Nossa Senhora da Paz, em Ipanema; na segunda, esgoto jorrando na Siqueira Campos, em Copa; na terceira, banheiro químico largado no Arpoador; na quarta, falta de iluminação na Praça Santos Dumont, na Gávea /Fotos: Reprodução e Daniel Delmiro

Tudo bem que os cartões-postais cariocas seguem intactos – pelo menos por enquanto; no entanto, nas ruas do Rio, têm sido vistas cenas deploráveis de desprezo. Aqui, alguns recortes: depois de a Praça Santos Dumont, na Gávea, ter ficado dias no maior breu, recebemos imagens de outros pontos da Zona Sul: esgoto jorrando na Siqueira Campos; poste de sinal de trânsito caído há dias em frente à Estação do metrô da Praça Nossa Senhora da Paz, em Ipanema; banheiro químico largado no Arpoador depois de um evento na semana passada. São apenas alguns exemplos da cidade que ostenta o título de “Patrimônio Mundial da Humanidade”.


Enviado por: Lu Lacerda
20/06/2018 - 18:00

Piqué: espanhol salva passarinho durante jogo na Copa

pique-a

Gerard Piqué, o marido bonitão de Shakira, é o campeão de tuítes e memes desta quarta-feira (20/06), depois do jogo Espanha 1 X 0 Irã, durante a Copa da Rússia. O craque foi citado mais de 100 mil vezes por dois motivos: ter levado uma caneta – ou seja, a bola passou entre suas pernas – do camisa 11 da seleção oposta; e por ter tirado um passarinho do gramado antes da partida. Claro, no meio esportivo, levar um drible como esse é uma vergonha, mas a torcida feminina só pensa no salvamento da ave.


Enviado por: Redação
20/06/2018 - 15:52

Cissa e Arlete: “bem montadas” para enfrentar os ferros

img_1526

img_1534

Na primeira foto, as atrizes Cissa Guimarães e Arlete Salles; na segunda, Cissa com a treinadora Cláudia Martins: sempre “bem montadas” para a academia /Fotos: Lu Lacerda

Para algumas mulheres, óculos fazem parte do figurino do treino: a pessoa acorda, tendo já de ter uma certa cara alegre ou, no mínimo, algum bom humor para responder a cumprimentos e seguir para enfrentar os ferros. Vai que, dê de cara com a pessoa da sua vida entre aquelas máquinas não-desejáveis-mas-necessárias? Arlete Salles e Cissa Guimarães, por exemplo, quase sempre estão prevenidas e “bem montadas” para a ocasião. As imagens foram desta quarta-feira (20/06), na Body-Tech do Shopping da Gávea, onde é praticamente uma sucursal da TV Globo. Renata Sorrah, por exemplo, acaba de chegar para essa academia, entre tantos outros artistas ali matriculados há anos. A treinadora da foto é a Cláudia Martins – disputadíssima!


Enviado por: Lu Lacerda
20/06/2018 - 15:00

A globalização para os alunos do Santo Agostinho

santo-agostinho-a

santo-agostinho-c

Alunos do 8º ano do Colégio Santo Agostinho, no Leblon, fazem charges sobre a globalização /Fotos: Reprodução Facebook

O Colégio Santo Agostinho, no Leblon, aplicou um projeto de Geografia e Ciências para os adolescentes de 13 anos, em que trabalharam diversas questões sobre a Globalização. Depois de muita reflexão e debates sobre os efeitos da modernidade no meio-ambiente e nas relações sociais, os alunos fizeram charges e algumas foram expostas no corredor da escola católica nesta quarta-feira (20/06). Dá para perceber, em alguns desenhos, que as crianças atualmente sabem muito bem sobre os efeitos nocivos da tecnologia.


Enviado por: Redação
20/06/2018 - 14:02

A cantora Iza vai estar na PUC nesta quinta-feira (21/06) para bate-papo mediado pelo professor de literatura e cinema brasileiro Sergio Mota. O debate acontece às 9h e é aberto ao público.


Enviado por: Redação
20/06/2018 - 13:50

Rubinho: SOS para gato de Copacabana

rubinho-gato-c

rubinho-sos

Acima, o fofo Rubinho, a seguir, o pedido dos lojistas por ajuda /Foto: Reprodução Facebook Copacabana Alerta

Muitos moradores de Copacabana estão revoltados com a administração do Shopping Cidade Copacabana, na Siqueira Campos. Tudo porque Rubinho Correia, um gato (com sobrenome) amado por todos, que circulava livremente pelos corredores, foi proibido de andar por ali. Uma lojista colocou até um “SOS Rubinho” na sua vitrine, explicando que o gato está ficando doente porque tem que ficar preso e, por isso, deixou de comer e beber. Funcionários do shopping já organizaram um abaixo-assinado e também enviaram uma petição à subprefeitura da Zona Sul, para ver se eles ajudam no caso. “Esse gato é folclórico, adorável e precisa de liberdade. Entrei na loja e lá estava ele, sentado no balcão e olhando para o corredor. É de doer o coração”, disse Maria Célia Bastos, uma das primeiras a assinar o documento.


Enviado por: Redação
20/06/2018 - 13:48

Mart’nália faz o show +Misturado no Teatro da Caixa, no Centro do Rio, nos dias 22 e 23 de junho.  O repertório inclui parcerias com  Gilberto Gil, Ana Carolina e Caetano Veloso. Os ingressos custam $20 (inteira) e podem ser comprados na bilheteria do teatro.


Enviado por: Redação
20/06/2018 - 13:21

Entre as várias festas matutinas para assistir ao jogo entre Brasil e Costa Rica, na manhã desta sexta-feira (22/06), é a “Arena Morro da Urca”, no Morro da Urca, que vai abrir as portas às 7h e terá shows do Bloco da Favorita, roda de samba do Spanta Neném, além dos DJs João Brasil e Felipe Mar.


Enviado por: Redação
20/06/2018 - 12:44

Neste sábado (23/06), a Praça Grécia, no Leblon, vai receber ações do movimento Rio Eu Amo Eu Cuido, em parceria com a Prefeitura e a Cultura Inglesa, com gastronomia, aula de ioga, oficina de jardinagem, mediação literária e contação de histórias, de 10h às 17h.


Enviado por: Redação
Página 1 de 212

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline