13/02/2018 - 18:47

Marcelo Crivella ganha marchinha de Aloisio de Abreu

colagem-sem-titulo

Aloisio de Abreu fez marchinha para o Crivella: “Esse prefeito é um prego/ Chatonildo universal/ Faz beicinho pro carnaval….” / Fotos: arquivo Site Lu Lacerda

Ninguém pode negar que o Marcelo Crivella seja grande fonte de inspiração para artistas. O ator e humorista Aloísio de Abreu, por exemplo, acaba de fazer uma marchinha para o nosso prefeito, depois de perceber o total descaso e desrespeito “desse pretérito prefeito para com o nosso carnaval”: “Prefeito Cururu/ Só curte pregação/ por isso eu grito e entrego / Cara de chuchu, voz de assombração/ Esse prefeito é um prego/ Chatonildo universal/ Faz beicinho pro carnaval/ Fora cramulhão/ Enfia a caretice lá em outra região!” Escreveu e postou no Facebook. “O Luís Filipe de Lima, meu amigo diretor musical, violonista, doutorando em samba e cariocaço como eu, foi rápido no gatilho, juntou-se ao meu protesto sincopado e fez a melodia.


Enviado por: Lu Lacerda
13/02/2018 - 16:20

Grande Rio: Juliana Paes, a musa da porra toda

Nem o assalto sofrido por Juliana Paes, nessa terça-feira (12/02), ofuscou a felicidade da musa do camarote da Grande Rio. Ela era só alegria e transparências: o figurino deixou o talento físico todo à mostra, e que talento! “Obrigada pelo carinho! Não me senti a musa do camarote, me senti a dona da porra toda!”, disse ela em post no Instagram.

No domingo (11/02), a atriz defendeu a escola de Duque de Caxias, que homenageou Chacrinha, como rainha de bateria depois de 10 anos sem pisar na avenida. “Sempre gostei demais de brincar carnaval. Eu venho inteira para curtir isso tudo aqui e não preciso dos holofotes para mostrar que eu amo carnaval. A Grande Rio hoje é a minha casa, a minha família no samba. Estou feliz da vida”, disse ela, que avisou que não volta como rainha em 2019. No palco, que reproduzia exatamente o “Cassino do Chacrinha”, o cantor Sidney Magal, revelado por Abelardo Barbosa, foi a atração principal, cantando sucessos como “Sandra Rosa Madalena” e “Meu Sangue Ferve Por Você” – claro, fez dancinha sensual e levou o público à loucura. Miguel Falabella, que foi o homenageado da Unidos da Tijuca, primeira escolha a desfilar, também esteve por lá e foi muito assediado. Confira as fotos na galeria.


Enviado por: Redação
13/02/2018 - 15:00

Terça na Sapucaí: só deu bamba no “Rio, Samba & Carnaval”

rio-e-samba

rio-samba-noca-e-vivi

sid_6162-beth-pinto-guimaraes-e-rose-de-ganay

No sentido horário: Marisa Orth e Evandro Pereira; Vanessa da Mata; Marcelo Hicho e Sheron Menezes; Viviane Araújo com as mulatas; Mauricio Mattos, Noca da Portela e Lene de Victor; Beth Pinto Guimarães e Rose de Ganay; / Fotos: Vera Donato

Entre os convidados do camarote “Rio, Samba & Carnaval”, de Mauricio Mattos, nessa terça-feira (12/02), um se destacou: Noca da Portela. Aos 84 anos, vestindo um fraque azul, o compositor dos blocos “Barbas”, “Cacique de Ramos” e fundador do “Simpatia É Quase Amor”, recebeu o “Tamborim de Ouro”, ficou e deixou todo mundo emocionado. Antes dele, Diogo Nogueira recebeu o troféu em homenagem aos “Bambas do Samba”. O grande momento da noite foi quando os dois pegaram o microfone e cantaram sambinhas antigos. Para encerrar, Viviane Araújo, a rainha de bateria pela 11ª vez à frente da “furiosa” do Salgueiro também recebeu o seu “Tamborim” e caiu no samba com as passistas do camarote.


Enviado por: Redação
13/02/2018 - 14:14

Carnaval: só violência contra artistas são três

colagem-sem-titulo-1

Da esquerda para direita, Dinho Ouro Preto, Juliana Paes e Moacyr Luz, todos assaltados no Rio durante o carnaval / Fotos: Eny Miranda/ Reprodução

O carnaval está sujo e violento. Sujo porque, em alguns bairros, o lixo foi sobreposto. Em locais como a Gávea, penalizado pelo excesso de blocos – chegam a passar dois no mesmo dia (caso desta terça-feira (13/02): Arrocha e Vaga-lume. A violência aumentou de um dia pro outro, tal o número de arrastões e agressões aos turistas. Só artistas assaltados foram três: sexta-feira (09/02), foi a vez de Moacyr Luz, no Centro; no domingo (11/02), a equipe da banda Capital Inicial, na Avenida Brasil; Juliana Paes, no Túnel Santa Bárbara, nessa segunda-feira (12/02). Enquanto isso, o governador Pezão e o prefeito Crivella estão descansando fora do Rio.


Enviado por: Lu Lacerda
13/02/2018 - 13:55

Pão de Açúcar é saqueado no Leblon

Vídeo do administrador de empresas Luiz Eduardo Coimbra feito hj – supermercado saqueado

A post shared by Lu Lacerda (@lulacerdaoficial) on

O supermercado Pão de Açúcar da Rua José Linhares, no Leblon, foi saqueado na manhã dessa terça-feira (13/02). O administrador de empresas, Luiz Eduardo Coimbra, passava por ali e, ao ver o corre-corre, fez rapidamente esse vídeo, com um certo receio: “Não demorei muito porque tive medo de levar uma bala perdida.”


Enviado por: Lu Lacerda
13/02/2018 - 13:13

Carnaval no Rio: o carioca se ausenta, o paulista se apresenta

Enquanto o prefeito carioca se ausenta, o prefeito paulista se apresenta: Marcello Crivella está na Europa; João Dória, na Marquês de Sapucaí. O prefeito de São Paulo esteve no Camarote Nº 1, nessa segunda-feira (12/02), segundo dia de desfiles, acompanhado de Indio da Costa, ex-secretário de Urbanismo. Ao saber que um outro acompanhante do grupo era o presidente da Riotur, um administrador de empresas, morador da Lagoa, depois da terceira taça (afinal nem todo mundo segue a sugestão de Marcelo Crivella para não beber), teria partido pra cima de Marcelo Alves. Acha que ele tem responsabilidade sobre a violência (inclusive contra muitos turistas), com a sujeira que está na cidade (de ponta a ponta) e com o mar de “fiscais” dentro da avenida do samba. O assunto não é tão simples, fato, mas até explicar… É ou não é?


Enviado por: Lu Lacerda
13/02/2018 - 12:30

Caetano Veloso: canja em show do filho na Bahia

caetano-caetanoveloso_fotoalexandramartinscosta__1__d47d667210

“70 Carnavais”: Caetano Veloso faz participação surpresa em show que homenageia Moraes Moreira, ao lado de Davi Moraes e Moreno Veloso /Foto: Alexandra Martins Costa

Caetano Veloso, que está mais animado do que Sabrina Sato nesse carnaval, fez uma participação surpresa no show que homenageou Moraes Moreira, no Largo do Pelourinho, na noite dessa segunda-feira (12/02). Ele subiu ao palco ao lado de Alexandre Moraes, Moreno Veloso e Davi Moraes e cantou “A Filha da Chiquita Bacana” e “Chame Gente”. Em 2017, Moreira foi definido por Caetano como o verdadeiro pai da axé music. O projeto “70 Carnavais”, de Alexandre Leão e Moreno Veloso, é uma homenagem aos 70 anos de Moreira.

Caetano está aproveitando como nunca a festa baiana – na sexta-feira (09/02), foi ao camarote “Expresso 2222” dar um beijo em sua afilhada Preta Gil; na noite de sábado (10/02), ele saiu no trio do Psirico, do vocalista Márcio Victor – que é seu discípulo e trabalhou anos com Caetano; no mesmo dia, subiu ao trio elétrico do Baiana System; nesse domingo (11/02), saiu no bloco do Cortejo Afro, que fez uma homenagem a ele.


Enviado por: Redação
13/02/2018 - 12:00

Em casa, por Manu e Márcia Muller: o arquiteto e o projeto ideal

img_0365

O que deixa um arquiteto triste ou mesmo irritado é a pergunta “você já fez um projeto assim antes?” Para nós todo projeto é feito como se fosse a primeira vez. A criatividade e o pensamento para cada projeto são especiais e únicos. A técnica aprende-se, competência, não, ou seja, ou um arquiteto tem criatividade, ou não tem.

Ao escolher um profissional, opte por aquele com quem, já na conversa, exista uma conexão. Quem não entende de arquitetura escolhe nomes famosos e nunca arrisca. A arquitetura bem feita é aquela que acolhe os que vão usar um espaço, seja público, ou residencial unifamiliar. Um bom arquiteto sabe que o trabalho não tem importância perto de um cliente – é muito importante ser flexível diante dele.

O verdadeiro arquiteto tem respeito por quem o chama e sabe que, ao contrário do que alguns pensam, o cliente melhora o nosso projeto. O verdadeiro trabalho contribui e diverte ao mesmo tempo. Devemos contribuir, principalmente, para o nosso planeta, ter um olhar consciente sobre as nossas escolhas e muito humor.

coluna-marcia-e-manu

Um projeto não tem que ter identificação com o faz, e sim com o cliente. Sempre existe um projeto diferente, portanto, ideal para cada arquiteto. Adoro quando me perguntam: “Você já faz fez algum projeto assim?” E eu sempre falo: “Ainda bem que não!”

O importante não é ter uma marca, e sim uma possibilidade de criar algo exclusivo e talhado para o cliente. O projeto ideal é sempre o próximo. Na arquitetura, assim como na vida, precisamos sempre ter humor e nos levar a sério. A consciência das escolhas e dos cuidados com o nosso planeta: essa é a última moda e tendência do momento!

tarja-marcia-e-manu-muller-2017


Enviado por: Redação

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline