BLOG - EM CASA, por Marcia Müller

14/08/2018 - 11:00

Em casa, por Manu e Marcia Müller: portas

porta-5

Renovar para construir novas infraestruturas e proporcionar melhoria para a casa são uma constante na arquitetura. A qualidade de um espaço está diretamente relacionada à experiência de seu uso. A intensidade de satisfação do usuário com a casa é o que realmente importa!

portas-1
Todos os elementos do projeto, ainda que relacionados a atividades cotidianas, são importantes. Esquadrias (portas, janelas etc.) fazem parte da infraestrutura do projeto; por isso são constantemente renovadas e recriadas para a melhoria da arquitetura e construção. Novas dimensões, revestimentos e materiais permitem uma diversidade de usos.

porta-2

A porta pode ser um elemento banal, mas, no projeto, tem peso importante – mal colocadas, uma esquadria, porta ou janela podem comprometer totalmente um espaço. No volume arquitetônico, uma porta pode agregar ou comprometer. O importante é a proporção e incorporação das esquadrias no projeto. Para nós, que vivemos em um país tropical, aberturas são fundamentais – como serão e onde estarão vão definir o bem-estar da casa e o projeto em si.

portas-3
Com tantas opções no mercado, colocar portas e janelas no projeto passa a ser fundamental para transformar o espaço. E um espaço arejado, limpo e bonito é construído através de portas e janelas proporcionais e bem colocadas. Na verdade, porém, o que realmente importa é que as pessoas se identifiquem com o espaço.

tarja-marcia-e-manu-muller-2017


Enviado por: Redação
07/08/2018 - 11:00

Em casa, por Manu e Marcia Müller: festa na piscina

piscina-2

Sempre associamos festa na piscina a badalos intermináveis de adolescentes e a churrascos pós-praia. No entanto, para qualquer uma dessas situações, festa na piscina é a cara do verão e da descontração; combina com qualquer idade e pode ser superelegante.

piscina-a

Piscina é a grande atração em uma casa – reúne e agrega. Uma festa na piscina pode ser toda em volta dela ou, se o gasto puder ser maior, em cima dela também. Existem inúmeras formas seguras e eficientes de se fechar uma piscina, deixando à mostra a água e a iluminação.

piscina-b

Uma festa assim  pode ser ultracriativa e elegante,  e  os convidados não precisam sair molhados. Nem toda festa na piscina termina dentro dela, mas, se essa for a proposta, o importante é se divertir. O conceito de toda festa é alegria. E a piscina, com certeza, agrega esse valor!

tarja-marcia-e-manu-muller-2017


Enviado por: Redação
31/07/2018 - 11:40

Em casa, por Manu e Marcia Müller: compartilhar

img_2238

Existe uma nova ordem mundial – ela se chama compartilhar. O que as sangrentas revoluções comunistas tentaram fazer a ferro e fogo, hoje, o mundo moderno caminha de forma charmosa calma e criativa para o compartilhamento das cooperativas. Quem poderia imaginar, algum tempo atrás, trabalhar em conjunto, com salas separadas apenas por vidros, dividindo banheiros, salas de reunião com profissionais de diversas áreas? E que isso, ao contrário de uma situação de inferioridade, seria considerado altamente moderno e elegante?

marcia-a

Ser contemporâneo é estar antenado às novas ideias e aos movimentos do mundo. Já vimos o que acontece com quem não aceita a rapidez da modernidade: você vira analfabeto em tecnologia. O escritório compartilhado, “co-office”, e o morar compartilhado, “coliving“, são o futuro, não há dúvida.

marcia-c

Como funciona o escritório compartilhado: várias salas de diferentes tamanhos com um estar, um bar, cafeteria, restaurantes comunitários e salas de reunião, que podem ser usadas por todos em horários previamente reservados. Existem também, nesses espaços corporativos, salas de encontro em terraços ou de estar para que todos possam reunir-se depois do trabalho, para uma happy hour, música ao vivo etc. Enfim, tudo supercharmoso para que você também se sinta fazendo parte de uma rede de conhecimento. E tudo bem democrático; se você prefere o anonimato, por exemplo, não precisa participar e pode ter divisões opacas na sua sala.

marcia-b

O importante é estar conectado a essa grande rede de pessoas mesmo que seja apenas no endereço. Essa nova ordem no mundo vai mudando, aos poucos, toda uma geração. A arquitetura será o grande agente transformador desse novo conceito de vida. O morar compartilhado segue a mesma forma, mas também democraticamente existem as situações em que o morador poderá ter toda essa rede de conforto e ainda morar num apartamento sem compartilhamento – apenas o elevador e o que ele quiser usar dos espaços comunitários. Essa nova forma de viver significa liberdade com companhia. Facilidades com democracia e, principalmente, conforto ao alcance de todos. Com charme e elegância o mundo caminha para uma nova forma de viver e conviver.

tarja-marcia-e-manu-muller-2017


Enviado por: Redação
17/07/2018 - 11:00

Em casa, por Manu e Marcia Müller: transparências

marcia-a

Termo atual, mas usado na arquitetura como uns dos recursos mais importantes, a transparência proporciona luz, amplidão e conexão. O efeito da luz traz o que está fora pra dentro e o que está dentro, para fora. A transparência em tetos chamamos de claraboia, que serve tanto para iluminar como para ventilar; pode ser totalmente transparente ou translúcida. A transparência, em países quentes e tropicais, tem que ser muito bem estudada e posicionada.

marcia-b

Em um projeto de claraboia, em portas ou pisos totalmente transparentes, o importante é a não incidência direta do sol — vidro funciona como uma lente de aumento. Quando o sol incide, ele amplifica o calor. Para se colocar um vidro no teto, é preciso conhecimento profundo sobre posicionamento do sol, potência por metro quadrado do ar-condicionado e ventilação.

marcia-c

Um ambiente pode ficar totalmente inutilizável se o vidro ficar posicionado de forma incorreta. Mas uma transparência bem colocada em um projeto arquitetônico traz leveza e beleza. O peso do volume arquitetônico se transforma completamente com aberturas e transparências. Pode conectar, por exemplo, a natureza, o verde com o interior da casa e a luz natural dos diversos tons do dia. Atualmente temos recursos modernos que possibilitam e facilitam a utilização de tetos de vidro sem tanta exposição ao calor.

marcia-d

Tetos móveis que se abrem deixam o ar passar e assim diminuem muito o calor interno. Esse recurso possibilita também um ambiente inteiramente aberto para o externo — uma parte interna da casa que se transforma em uma varanda. Em climas tropicais, um teto que abre gera, para dentro de casa, conforto e bem-estar. A transparência conecta e transforma sua casa em um grande e único ambiente, integrado e moderno. Importante para as relações, na arquitetura, idem, a transparência é um dos recursos que mais suavizam, agregam e dão valor a um projeto.

tarja-marcia-e-manu-muller-2017


Enviado por: Redação
03/07/2018 - 11:00

Em casa, por Manu e Marcia Müller: arquitetura líquida

marcia-c

Enquanto a natureza não tem pressa, a ciência dispara na corrida pela evolução. O mundo virtual torna-se cada vez mais intenso, sofisticado e imprescindível … Na arquitetura, não é diferente: o mundo virtual invade. Hoje podemos entrar e sentir espaços de uma casa antes mesmo de ela existir. Em programas mais sofisticados, a realidade virtual permite que o usuário utilize o espaço como se estivesse sentado ou deitado, vendo a vista do seu quarto ou da varanda. E tudo indica que, no futuro, a construção civil será executada por robôs.

marcia-b

O que vai acontecer com essas profissões? Como a arquitetura vai interagir nesse novo mundo? Existe a corrente pessimista, que ainda se assusta com esse desenho de futuro. Para muitos, a arquitetura é a arte de construir sonhos, desejos baseados no encontro pessoal entre arquiteto e cliente. Até hoje, nas faculdades de arquitetura, os estudantes são obrigados a aprender a desenhar, mão, o croqui de um projeto antes mesmo de começar a usar o computador. O desenho manual cria um envolvimento entre o arquiteto e projeto muito mais intenso do que o desenho no computador.

marcia-d

Entretanto, o mundo virtual vai dar lugar a novas e empolgantes perspectivas:

– a facilidade com que o cliente vai entender um espaço, senti-lo, antes mesmo de ser construído, vai poupar tempo e facilitará a dinâmica da elaboração do projeto;

-a possibilidade de visualizar um espaço vai resultar em um novo olhar ainda mais específico e mais detalhado, para maiores e mais intensas adaptações do projeto ao usuário;

-o conhecimento que a realidade virtual proporcionará ao cliente vai poder transformar a arquitetura em uma atividade inteiramente personalizada, feita sob medida.

marcia-a

Ao contrário do que muitos pensam, o tempo que a tecnologia reduz, com soluções rápidas e imediatas, não diminui nem pasteuriza as ideias criativas. Além disso, o tempo que sobra é preenchido com novas ideias e formas de tornar a nossa vida ainda mais prática e confortável. O futuro caminha para nos mimar! Novas atividades muito mais criativas e menos cansativas darão lugar a atividades mecânicas e repetitivas. Quanto mais modernos, tecnológicos e virtuais, mais específicos e únicos seremos. O poder de escolha e o livre arbítrio não são alterados pelo avanço tecnológico. A realidade virtual vem com pressa e, com toda a tranquilidade, vai transformar o nosso mundo.

tarja-marcia-e-manu-muller-2017


Enviado por: Redação
05/06/2018 - 11:00

Em casa, por Manu e Marcia Müller: pátio interno

img_1709

Muito antes da busca pela privacidade, o pátio interno já dominava os espaços da casa; seja em civilizações bem antigas greco-romanas e até mesmo anteriormente… Antes mesmo da necessidade de voltar o olhar para uma vista mais agradável, os pátios internos tinham um valor importante na distribuição dos espaços.

patio-d

Inicialmente era voltado para insolação, respiração e circulação. Ali poderiam ser encontrados a fonte, o poço e as atividades de convivência e costumes triviais. As casas começavam a partir desse espaço aberto; hoje, um pátio interno serve para as mesmas funções.

patio-c

E, além delas, a melhor vista para uma casa sem vista, do contato com a luz e ventilação natural, a possibilidade de um espaço com vegetação para uma casa sem terreno. Em qualquer situação, área ou localização, o pátio aberto refresca e faz uma troca do ar.

patio-a

A beleza do pátio não está no tamanho, mas sim na forma como aproveitá-lo. Um pequeno espaço aberto pode ser muito mais interessante do que um grande, se for realmente bem localizado em relação à distribuição dos ambientes e bem utilizado aproveitando a possibilidade para ser um lindo jardim. Um pátio apenas sem nenhum recurso lúdico, ainda assim, é muito mais interessante do que uma casa sem ele. E, dependendo do formato do terreno, ele é quase uma necessidade arquitetônica para uma casa saudável.

patio-e

Ao contrário de se tornar uma perda de metragem, o pátio interno é a possibilidade de a casa se tornar agradável e bem aproveitada em relação à divisão dos ambientes. Ele se torna o ponto de partida, e os espaços voltam-se para ele. Oposto de um espaço excludente, ele agrega e unifica.

patio-b

Podemos ter vários elementos agregadores em uma casa: piscina, copa, cozinha aberta, sala com televisão etc …. Nada, porém, compara-se a um lindo pátio interno aberto para o céu. Pequena ou grande, essa abertura mudará tudo na sua casa!

tarja-marcia-e-manu-muller-2017


Enviado por: Redação
22/05/2018 - 11:00

Em casa, por Manu e Marcia Müller: Palha no teto

colagem-sem-titulo

Parece clichê, mas palha no teto é a cara do verão. Para quem está animado com o inverno chegando, é sempre bom lembrar que, por aqui, essa estação dura pouco, e que palha também esquenta o ambiente. O teto, geralmente, quando não é liso e branco, dá a impressão de diminuir de altura quando é forrado com um outro material ou tem uma cor diferente. Mesmo podendo causar essa sensação, um teto forrado de palha da uma nova perspectiva ao ambiente. Inovar com novos materiais é sempre uma motivação a mais para uma casa ficar autêntica e espontânea. A palha já é bem conhecida  por nós em inúmeras situações, mas a mistura desse material em ambientes contemporâneos e urbanos sempre suaviza esse aspecto do compromisso com o moderno e com o design. Muitas vezes essa necessidade em ser atual e moderno cansa e transforma as casas em showrooms, ao invés de casas personalizadas.

Usar o design moderno é ótimo, mas utilizar apenas móveis modernos torna um ambiente monótono e linear. Quebrar essa monotonia cria um espaço muito mais agradável e espontâneo. Materiais como a palha, natural e eterno, são sempre um contraponto entre a tecnologia e o design moderno. A casa deve ser suave e tranquila em relação ao compromisso com a última palavra em tecnologia, e se esta estiver presente, que seja da forma mais discreta possível.

Mesmo para quem gosta de morar em uma nave espacial, um material natural sempre será bem vindo, e vai suavizar o aspecto frio. A palha quebra a frieza de qualquer ambiente monótono e se adapta do moderno ao clássico, se misturando muito bem em ambientes de clima frio e quente. Palha é um lindo material, e quando podemos misturar o moderno sintético com um material natural puro o resultado é sempre muito elegante. Materiais complementares são necessários para um ambiente harmônico e agradável!

tarja-marcia-e-manu-muller-2017


Enviado por: Redação
08/05/2018 - 11:00

Em casa, por Manu e Marcia Müller: Mural de Azulejo

colagem-sem-titulo

Painéis em azulejos conseguem um equilíbrio harmonioso entre arte e arquitetura, uma proposta inteligente, ousada e refinada de formas e cores. Os grandes murais têm a maravilhosa finalidade democrática da arte compartilhada. No Brasil, encontramos grandes mestres, como Paulo Werneck e Athos Bulcão. Os grupos coletivos “Muda Atual” e “Contemporâneo” também compartilham esse estilo: geometria, arte, cor e tecnologia (novos materiais para azulejos ) em novas perspectivas. Nos anos 60, no auge da construção de Brasília, os painéis de azulejos foram responsáveis pela cor, arte e cultura da cidade. A exposição permanente dos grandes painéis proporcionam, até hoje, uma cultura de diálogo entre arte, arquitetura e população – uma marca registrada de Brasília.

colagem-sem-titulo-1

Novas vozes e a pluralidade de materiais fazem com que a arte em azulejo siga interminável. Em grandes painéis ou em espaços menores, tratado como uma parede ou mesmo como um detalhe, o azulejo tem uma capacidade de unir a luz e a textura do material vitrificado com um trabalho artístico. O resultado é lindo. A história dos desenhos em azulejos é bem antiga na nossa civilização; já os painéis geométricos surgem bem mais tarde. Até hoje, painéis em azulejos figurativos ou os geométricos modernos encantam pela sintaxe do resultado final, que é sempre surpreendente.

tarja-marcia-e-manu-muller-2017


Enviado por: Redação
24/04/2018 - 11:00

Em casa, por Manu e Marcia Müller: dossel

colagem-sem-titulo

Inicialmente desnecessário e entendido como pouco prático, o dossel é extremamente útil quando o olhamos de perto. Além do lado estético, claro, sem dúvida, uma cama com dossel é um charme total. O cortinado, inicialmente criado para dar privacidade, foi transformando sua função, assim como os materiais usados para confeccioná-lo. Em locais de clima quente, onde a natureza está integrada à casa, o dossel feito com material leve serve para proteger contra mosquitos. Quando foi inicialmente usado no Brasil, desempenhou uma função prática, muito mais que estética; e ao longo do tempo, fomos usando-o para as duas funções.

colagem-sem-titulo-1

Os materiais são sempre leves e, quanto mais fáceis de serem retirados para manutenção, lavagem, etc., melhor. Em climas quentes, e mesmo nas cidades, o dossel transforma o quarto pequeno ou grande em um ambiente muito mais charmoso. O dossel dá importância à cama; pode ser sofisticado ou simples,  dependendo do material e da forma de sustentá-lo. Existem cortinados fixados a um suporte redondo, na própria cama, até aos mais clássicos, quando são presos a suportes sofisticados.

Ter um dossel não significa ter um quarto feminino ou mesmo clássico – ele se adapta a todo partido estético. Dormir em uma cama de dossel é romântico, prático e lúdico, sem falar na delícia de estar no fim da tarde com uma janela aberta em um ambiente ventilado, sem o perigo e o incômodo de ter mosquitos. Nem sempre estamos perto da natureza para poder ter essa sensação de janela aberta para um jardim, mas também nem sempre queremos estar com a janela fechada e ar-condicionado ligado. Dormir é uma arte cada vez mais importante para o nosso bem-estar. E o nosso quarto deve ser tratado com a mesma sensibilidade. Refletir sobre o quarto é uma função das mais importantes de quem ambienta uma casa. O cortinado pode fazer parte desse bem-estar.

tarja-marcia-e-manu-muller-2017


Enviado por: Redação
10/04/2018 - 11:00

Em casa, por Manu e Marcia Müller: escolas

marcia-1

Depois de vivermos dias impactantes no nosso país, sabemos que a educação é a única saída para um Brasil saudável. Abismos sociais, falta de futuro, entre outras coisas, tudo isso e muito mais se resolve mesmo é com a educação. A construção de escolas deve ser uma prioridade para esse novo olhar do País. Para a maioria de nós, arquitetos, projetar escolas é maravilhoso não só pelo fluxograma dos espaços como também pela liberdade do partido arquitetônico. As escolas devem ser lúdicas, atrativas e extremamente criativas.

Com novos recursos sustentáveis existentes no mercado, podemos fazer das escolas exemplos de construções interativas e ecológicas. As mais modernas servem, ainda, para capacitar pessoas em novas técnicas, como a arquitetura laboratorial, onde a própria construção serve também de escola para novos métodos.

marcia-2

Aprender é maravilhoso, fazer escolas é um processo interativo entre arquitetos, construtores, educadores e alunos. Fazer da escola um lugar atrativo que desenvolva interesse, prazer e alegria é o objetivo para que alunos guardem na memória afetiva a vontade de aprender. Desenvolver e projetar um espaço que gere diversão e bem-estar é o grande objetivo de todo arquiteto. As escolas são poesias geométricas em forma de construção, fonte de esperança e de futuro!

tarja-marcia-e-manu-muller-2017


Enviado por: Redação
Página 1 de 28123451020Última »