“DMX”: Pedro Bial, Marco Mazzola, Ney Matogrosso e Claudia Romano /Foto: Divulgação

“DMX”: Claudia Romano (segurando o celular), Marco Mazzola, Thiaguinho e o jornalista Paulo Pimenta com os alunos da Estácio /Foto: Divulgação

Ney Matogrosso foi o convidado especial da DMX (Digital Music Experience), que reuniu artistas para falar sobre os rumos da música digital, nessa quinta-feira (11/10), na Estácio, na Barra. O cantor foi entrevistado pelo jornalista Pedro Bial para uma grande plateia. O tema foi “A moda de Ney Matogrosso: identidade e ruptura de padrões” e, por exemplo, quando perguntado sobre a inspiração para as produções na época do Secos & Molhados, com aqueles rostos brancos, Ney contou que veio do kabuki, forma de dramaturgia japonesa com maquiagens elaboradíssimas. “Eu morava em São Paulo e passeava muito pelo bairro da Liberdade e sempre via as imagens de kabuki e, na época diziam que artista não tinha vida particular, então inventei um personagem”, disse. Antes de Ney, Maria Rita e Zeca Baleiro participaram, sempre apresentado pelo anfitrião, o produtor musical Marco Mazzola, que também fez uma homenagem a Claudia Romano, vice-presidente de Relações Institucionais e Sustentabilidade da Estácio, pelo apoio e atenção à Cultura. No fim, teve até uma performance voz e violão de Thiaguinho.

Share
Enviado por: Redação

Deixe um comentário