05/01/2018 - 19:00

Programe-se: agenda para o fim de semana

edgar

Vai dizer que queria estar no “baralhão” de Trancoso ou Noronha, neste fim de ano (tem gosto pra tudo), mas não deu! Não fique triste – lembre-se: esta semana, você se livrou duma puta ressaca e não destruiu nenhum neurônio (se é que vocês em entendem!).

Bruna Marquezine estava em Noronha, mas não entra nessa categoria. Ela nos faz pensar que, às vezes, não tem nada melhor do que um namoro iô-iô. Desde a 35ª volta do casal Marquezine-Neymar, todo dia, uma nova história de amor: o voo da gata, de Recife para o Rio, foi cancelado, mas eis que o amado mandou um jatinho para sua princesa viajar pleníssima! 

Se você não suporta samba (e, claro, não conta isso para quase ninguém no Rio), temos uma ótima programação neste fim de semana: pode tentar o musical ”Bem Sertanejo”, com Michel Teló e grande elenco, a partir desta sexta-feira (05/01) até domingo (07/01), na Grande Sala, da Cidade das Artes, na Barra.

Estreia também, nesta sexta-feira (05/01), no Oi Casa Grande, o espetáculo ”Bibi, Uma Vida Em Um Musical”, que conta a trajetória de Bibi Ferreira. Ingressos no site Tudus.

Os telejornais não andam nos seus dias mais animados, nesta semana parada, sem prisões da Lava-Jato. No entanto, existem coisas pra se animar: Woody Allen nos cinemas, por exemplo, com seu último filme: “Roda-gigante”. Pode também ligar para aquela criatura mofada, mas que te parece o máximo, e convidar. Hein!

Se eu fosse você, aproveitaria o fim de semana para rever os documentos dos seus funcionários. Vai que, como a nova ministra do Trabalho, condenada a pagar R$ 60 mil por dívida trabalhista, você também deva algumas horinhas extras?  

Quer arte, bebê, então toma: a fotógrafa e cineasta paulista Carla Nobre Mendes inaugura a exposição ”Ímpar”, neste fim de semana, na Casa de Cultura Laura Alvim, em Ipanema; a galeria Anita Schwartz, na Gávea, recebe a mostra ”Laços”, da carioca Marcela Flórido; a coletiva ”Superfícies Sensiveis/ Pele/ Muro/ Imagem” acaba de abrir na Caixa Cultural, no Centro.

Veio passar o réveillon no Rio e ainda não conseguiu deixar a cidade? Aproveita para curtir a tradicional boemia da Lapa. Crioulo faz show na Fundição Progresso, neste sábado (06/01).

Se não vai dar pra sensualizar de biquíni, no fim de semana sem sol, faça isso vestida mesmo, na praia de Copacabana: mais de 1.000 ritmistas, 13 baterias do grupo especial, apresentação da Orquestra Petrobras Sinfônica sob a regência do maestro Isaac Karabtchevsky e, ainda, shows dos cantores Martinho da Vila, Diogo Nogueira, Alcione e Iza?! O evento ”Encontro do Samba” será neste sábado (06/01), a partir das 19h, na praia de Copacabana.

Depois de quase seis anos, Chico Buarque, a quem adoração é pré-requisito para os cariocas, está no Vivo Rio, a partir desta sexta-feira (06/01). Você ainda pode tentar ingresso para algum dos dias no site www.viagogo.com. O próprio Chico falou com seu assessor, Mário Canivello: “Será que você me consegue dois lugares pro meu show, em qualquer dia da semana?” Que tal? Se você for íntima da Silvia Buarque e anda em dia com os afetos, peça a ela. Hahaha!  

Nas semanas que antecedem o carnaval no Rio, programinhas com muito samba são quase inevitáveis. Num deles, Mart’nália se apresenta neste sábado (06/01), no Circo Voador. No show, repertório de diversos cantores e participações especiais.

Para os mais animados, com fôlego e paciência, neste sábado (06/01) começa o “Carnaval Não Oficial”. Ensaios de blocos e escolas de samba prometem animar os foliões por toda a cidade. Dentre eles, o primeiro ensaio do Spanta Neném, na Hípica, e as festas-ensaios do Monobloco e do Sargento Pimenta, na Ilha do Itanhangá.

Se você não anda com o prestígio em alta, ao contrário, por exemplo, do ministro Luís Roberto Barroso, do STF – que passa parte deste mês em Harvard, com uma sala cedida a ele para estudar e escrever (sim, que maravilha!) -, lembre-se de que estamos no começo de janeiro; logo, você tem toda a chance de começar alguma coisa grandiosa!

Ilustração: Edgar Moura


Enviado por: Lu Lacerda
05/01/2018 - 17:20

Bloco “Desliga da Justiça”: mais de duas mil pessoas no BG

O bloco "Desliga da Justiça" em desfile de 2017 no Baixo Gávea /Foto: Reprodução Facebook

O bloco “Desliga da Justiça” em desfile de 2017 no Baixo Gávea /Foto: Reprodução Facebook

Mais de duas mil pessoas já confirmaram presença no 9º desfile do “Desliga da Justiça”, bloco carioca que sai na Praça Santos Dumont, no Baixo Gávea, no dia 27 de janeiro. Aliás, a impressão que dá é que quase todos desembocam na Gávea, diz uma moradora, que vira uma espécie de penico do carnaval. O tema deste ano não poderia ser mais atual: “Do Lambe Lambe ao Digital, o Desliga Saúda os Olhares do Carnaval”, uma homenagem aos fotógrafos que retratam a folia. “Então é para caprichar na fantasia, fazer aquela pose e eternizar na memória e nos HDs os momentos com a gente”, dizem os organizadores. Parte da letra da marchinha diz assim: “Sozinhos vão às ruas, apontam suas lentes e miram na emoção. Mas ‘por trás dessas lentes também bate um coração’”. O “Desliga”, criado por um grupo de percussionistas, também foi convidado para desfilar numa ala da Mangueira, por ideia do carnavalesco Leandro Vieira, ao lado de integrantes do Cordão do Boitatá, Céu na Terra, Bola Preta, Imprensa Que Eu Gamo, entre outros.


Enviado por: Redação
05/01/2018 - 16:00

Celidônio e Carmen D’Álessio: prazeres oferecidos pelo chef

2018-01-05-photo-00006013

Carmen D’Aléssio e Zé Hugo Celidônio: os prazeres do chef no Clube Gourmet, nessa quinta-feira 

Se existisse uma professora para a profissão de promotor de eventos, quem seria? Carmen D’Aléssio, claro – a peruana radicada em Nova York. A idade, Carmen não comenta jamais, mas não para de falar dos seus 50 anos ininterruptos na noite. E segue organizando eventos toda semana, em Manhattan, de onde anda meio entediada – quer morar um tempo em Miami. 

Nessa quinta-feira (04/01), D’Álessio foi conhecer o Clube Gourmet, recém-inaugurado no Complexo Lagoon, do seu amigo Zé Hugo Celidônio. Ambos lembraram algumas histórias contemporâneas, e ela, que roda restaurantes do mundo inteiro, se derretia em elogios, tanto quanto ao crepe de maracujá ou a uma sopa qualquer (na verdade, nada ali é qualquer). Deleitaram-se!.


Enviado por: Lu Lacerda
05/01/2018 - 15:20

Carro da McLaren em homenagem a Senna circula na Inglaterra

McLaren Senna é visto pelas estradas do Reino Unido nesta sexta-feira (05/01) /Foto: Reprodução

McLaren Senna é visto pelas estradas do Reino Unido nesta sexta-feira (05/01) /Foto: Reprodução

Os britânicos loucos por carro ficaram admirados com o McLaren Senna, feito pela montadora em homenagem ao piloto brasileiro Ayrton Senna, ao ver o carro – que chega a 100 km por hora em apenas 2,5 segundos – riscando o asfalto nas estradas do Reino Unido nesta sexta-feira (05/01). A “estranheza”, segundo o site Daily Mail, é que apenas 500 unidades foram feitas e todas, já pré-vendidas, serão entregues apenas em outubro. O carro, que custa 750 mil libras, equivalente a mais de R$ 3,3 milhões, foi visto próximo à sede da empresa McLaren Woking, em Surrey, próximo a Londres. Só que os testes costumam ser feitos secretamente na Alemanha. Em meados de dezembro passado, a última das 500 unidades foi arrematada num leilão para clientes da marca britânica – o modelo foi apresentado pelo piloto Bruno Senna, sobrinho do tricampeão da F-1, morto há 23 anos. O carro foi vendido por 2 milhões de libras (R$ 8,9 milhões) e o valor foi para o Instituto Ayrton Senna, ONG presidida pela irmã do ídolo, Viviane Senna.


Enviado por: Redação
05/01/2018 - 14:00

Marcos Napoleão Lacerda: primeiro show fora do Brasil

colagem-sem-titulo

Napoleão Lacerda e Kees Gelderblom: cantor brasileiro brasileiro, que conheceu o artista holandês há pouco, participa de show a convite dele / Fotos: Armando Araújo/Reprodução

O cantor Marcos Napoleão Lacerda, desde fevereiro morando na Holanda, conheceu o violonista Kees Gelderblom, do conservatório de Roterdã. O músico holandês, que conhece muito de música brasileira, convidou o brasileiro para um show em Den Haag (Haia), neste sábado (06/01), dia dos Reis – data muito boa. É ou não é? Os dois se conheceram na porta de um festival de choro e logo descobriram que têm, em comum, o amor pela música. Agora mesmo é que Napoleão nem deve voltar mais; só vem ao Brasil, em fevereiro, de férias.


Enviado por: Redação
05/01/2018 - 13:00

A estreia da peça “Gatão de Meia Idade” no Rio

postar-leona-cavalli-miguel-paiva-e-oscar-magrini

posatar-natalia-do-vale-miguel-paiva-lucelia-santos-e-leona-cavalli

postar-sergio-marone-e-barbara-roner

Na primeira foto, Leona Cavalli ao lado de Miguel Paiva e Oscar Magrini; na segunda, Natália do Vale, Miguel Paiva, Lucélia Santos e Leona Cavalli; na última, Sérgio Marone e Bárbara Roner /Fotos: Paulo de Deus

Peça atualíssima, mesmo escrita há 30 anos por Miguel Paiva, “Gatão de Meia Idade” estreou no Rio, nessa quinta-feira (04/01), no Teatro dos Quatro, no Shopping da Gávea. O personagem, interpretado por Oscar Magrini, nasceu nas tirinhas de jornal, ganhou os livros, o cinema e chegou aos palcos no ano passado, em São Paulo. A peça, dirigida por Eduardo Figueiredo, é inspirada no livro “Cama de gato, histórias de cama do Gatão de Meia Idade”, de Paiva, e adaptada por ele mesmo para os palcos. Alguns espectadores cariocas se identificaram com o “gatão” na faixa dos 50 anos que não sabe viver sozinho. A atriz Leona Cavalli divide a peça com o ator e interpreta oito personagens – todos os tipos de mulher, da periguete à recatada. Também, no elenco, o ator ventríloquo Yakko Sideratos, que manipula um boneco, uma espécie de consciência do Gatão.


Enviado por: Redação
05/01/2018 - 12:00

“Troféu Algemas de Ouro” – os cariocas adoram isso

tributo-impunidade

“Troféu Algemas de Ouro – Um tributo à impunidade no Brasil”: o povo do Leblon está adorando (pode votar, se quiser) / Foto: reprodução Facebook

Caiu nas graças dos cariocas o “Troféu Algemas de OuroUm tributo à impunidade no Brasil”, que segundo a página criada no Facebook (https://www.facebook.com/events/300555640464718/), ilustrada com rostos bem famosos de Brasília, “premia políticos e poderosos que continuam eternamente impunes, apesar de todos os inquéritos, acusações e processos de corrupção, que raramente chegam a ser julgados no STF, pelos eventuais crimes cometidos”. E continua: “Uma das principais razões é o nefasto Foro Privilegiado que lhes protege ao invés de puni-los e a lentidão do STF no julgamento dos réus. Eles zoam da gente, então vamos zoar deles também”. A premiação está marcada para o dia 27 deste mês, na Casa Clipper, bar do Leblon.


Enviado por: Lu Lacerda
05/01/2018 - 11:55

O Café Épico, na Lapa, inaugura nesta quinta-feira (11/01), às 18h, a mostra fotográfica “As Facetas do Rio”, com imagens de seis jovens fotógrafos formados pela Escola de Artes Celso Lisboa, sob curadoria de Aguinaldo Flor e Fernando Cunha Jr. A entrada é franca.


Enviado por: Redação
05/01/2018 - 11:52

O restaurante Laguiole, uma estrela Michelin, coladinho no Vivo Rio, promove jantares únicos em três etapas, comandado pelo Chef Ricardo Lapeyre, sempre antes dos shows de Chico Buarque. Neste fim de semana, o menu Caravanas (R$155), especialmente desenvolvido para acompanhar a série de shows, segue inspirações nas canções do compositor. Mais informações pelo telefone (21)2517-3129.


Enviado por: Redação
05/01/2018 - 11:11

Eri Johnson acaba de estrear com a peça “Um Casamento Feliz”, no Teatro Vannucci. A temporada é até o dia 25 de fevereiro.


Enviado por: Redação
Página 1 de 212

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline