Paris, por Paulo Pereira

07/02/2018 - 11:00

nota-1-paulo

Vamos começar a coluna desta semana no sentido contrário ao da folia do carnaval carioca. O Nesting – em português significa “ninho” (no caso do gerúndio, “aninhamento”, mas a palavra não existe no dicionário) – é uma tendência parisiense que defende que as pessoas passem mais tempo em casa – tomou conta das redes sociais e jornais da cidade. É, basicamente, uma preferência por ficar em casa lendo, vendo Netflix, redecorando, meditando, namorando ou “jardinando” em vez de dar pinta todas as noites na rua.

Em entrevista, Eliosee Benoist, psicoterapeuta, defendeu a prática como natural. Explicou que uma volta à fonte é necessária para se reencontrar a sua casa como um santuário. Uma ótima dica pra fazer depois do samba, suor e ouriço.

Bom carnaval!

—————————————————————————————————————————————

nota-2-paulo

Uma novidade boa para os gourmets: a loja de departamentos Printemps Haussmann inaugurou recentemente um espaço de 3.000 m2, inteiramente dedicado à gastronomia francesa, com produtos naturais, livros de cozinha e uma oferta enorme de mercadorias frescas. Três grandes chefs franceses estão sempre presentes, explicando ótimas receitas do país. Em sua próxima vinda, não deixe de visitar a loja. É de dar água na boca!

Printemps du Gout no Printemps do Homme
64, Boulevard Hausmann- 7° e 8° andar da loja
75009 – Paris

—————————————————————————————————————————————

nota-3-paulo

Para você, que gosta de descobrir novos lugares nas cidades por onde viaja, uma ótima dica é este novo hotel cheio de charme em Paris. Dentro de um quarteirão no Centro da cidade, antes mal afamado; hoje, hippie e chamado de “Little Índia”, inaugurou-se o charmoso e confortável Hotel Habituel.

Decorado com cores neutras e mobiliário contemporâneo, num clima masculino e rústico, o local tem inspiração da mistura étnica da região, onde circulam turistas do mundo inteiro e se localizam os melhores restaurantes indianos da cidade.

Hotel Habituel
168 Rue du Faubourg Saint-Denis, 75010 Paris

—————————————————————————————————————————————

nota-4

Uma das exposições mais esperadas este ano foi anunciada: Jean-Michel Basquiat ganha retrospectiva na Fondation Louis Vuitton. A mostra focaliza o período entre 1980-1988, antes da morte do artista, uma época em que sua arte ganhava evidência pela qualidade estética do grafismo, sofisticação e pelo lado “avant-gardista” de seu trabalho.

Quase 100 obras estarão expostas ao público, em uma mise-en-scène especial que ocupará os quatro andares da Fondation. Uma excelente oportunidade para conhecer ou rever a grande obra de Basquiat. E, para apimentar mais ainda este momento, no primeiro andar, será exposto o trabalho do pintor austríaco Egon Schiele, considerado escandaloso por suas obras com mulheres nuas de pernas abertas ou cenas hard de sexo homossexual. O artista desenha de forma delicada o lado underground e debochado da Vienna do início do século XX. Imperdível! O detalhe é que só acontece em outubro de 2018, mas, dada a importância da mostra, já estamos anunciando desde agora.

—————————————————————————————————————————————

Visite também parisporpaulopereira.com

tarja.paulopereira

Share
Enviado por: Redação

1 comentário para "Paris, por Paulo Pereira"

  1. 09/02/2018 - 14:58 Enviado por: Aline

    Seguindo vc é amei sua coluna .
    Bem atual
    Bjs


SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline