Camarote do Porcão: teve até sax

O camarote do Porcão na Sapucaí estava tão lotado que os fotógrafos não puderam trabalhar direito. Entre centenas de pessoas conhecidas, aí estão uns poucos registros dessa segunda-feira (03/03), na noite em que o sax de Rodrigo Sha pediu licença ao samba.

Camarote “Quem”: todo mundo sabe quem é quem

Um dos camarotes na Marquês de Sapucaí que não precisam explicar quem é quem é o da revista… ‘Quem’: só tem gente da televisão, conhecida de todos os brasileiros. Uma das maiores gracinhas do espaço neste carnaval foi a Mel Maia – repara na foto. Todo mundo queria pegar a atriz, de 9 anos, no…

O Carnaval passou, mas ainda dá pra curtir muito samba na cidade. O Rio Scenarium, na Lapa, preparou uma programação para fazer todo mundo requebrar os quadris. Desta quinta até sábado (06 a 08/03), quem abre a noite é o grupo vocal Scandallo, combinando ritmos e estilos, puxando para o samba. Sarah e o DJ…

Pulseirinhas: sucesso no camarote Porcão

As pulseiras italianas Cruciani, com trevo pra atrair sorte e coração pra trazer amor, etc (na realidade, pode não atrair essas coisas, mas a intenção não deixa de ser um primeiro passo), foram distribuídas no camarote Porcão nas duas noites de carnaval. Foi um sucesso com a gataria convidada. Algumas criaturas, completamente sem noção, queriam…

Cartaz bem-humorado: festejado na rua

A Gávea é um dos bairros da Zona Sul que, exceto domingo, têm blocos todos os dias de carnaval –  todos os dias. Nesta terça-feira (04/03), viam-se alguns cartazes bem-humorados como esse da foto (“Quero mijar em Paes”), carregado por Isabela Machado e Fabrício Gonçalves, ela, psicóloga; ele, advogado –  várias pessoas festejaram o casal.…

Brahma: não precisa trazer loiras geladas

A produção 100% nacional esteve em alta nos dois dias de desfile das escolas de samba do Grupo Especial. Na Sapucaí, depois de muitos anos correndo atrás de figurinhas estrangeiras (sem comentários) – bem carimbadas, mas com cachês altíssimos -, os camarotes, dessa vez, deram preferência às musas tipicamente brasileiras, com aquele jeitinho que só…

No Carnaval, sem fantasia – no figurino

Junte o Cordão da Bola Preta e a Orquestra Voadora e o resultado só poderia ser a Sociedade Hípica Brasileira, no Jardim Botânico, lotada. Foi assim nessa segunda-feira (03/03), na quinta noite da série Bailes do Rio. Um dos organizadores, Luiz Calainho chamava a atenção pelo visual comportadíssimo num jeans e camiseta, sem qualquer alegoria ou…