“Às vezes me perguntam por que eu, um delegado da PF, com tanto trabalho e tantas atribuições, resolveu enveredar por atividades de proteção à natureza, idealizando e criando a divisão de repressão aos crimes ambientais na Polícia Federal. Foi uma maneira que busquei — e encontrei — de consertar o erro que cometi ao abandonar a faculdade de Biologia”.

Do cadrioca Jorge Pontes, delegado da Polícia Federal, formado pela Academia do FBI e diretor da Interpol. Ele acaba de lançar…

Leia Mais