Na primeira foto, o quadro de Nilton Bravo no Bar Jobi, no Leblon; na segunda, na Adega Flor de Coimbra, na Lapa /Fotos: Reprodução

Oito pinturas a óleo de Lino Bravo e Nilton Bravo, em bares do Rio, foram temporariamente tombadas por Marcelo Crivella, nesta sexta-feira (09/11), em decreto já publicado no Diário Oficial. Segundo o texto, o município levou em consideração a importância histórica, artística e cultural das obras dos artistas, além da peculiaridade de enfeitar as paredes de bares e botecos. Muita gente já encheu a cara no Jobi, por exemplo, e nem faz ideia de que o painel a óleo pendurado na parede é de Nilton, agora praticamente um patrimônio carioca. Geralmente, os desenhos da dupla são bucólicos, com um barquinho, uma casinha, garças, uma cascata, uma mulher pescando… Esse tipo de arte já dominou os botecos do Rio, mas, em 2016, restavam apenas 17. Outros trabalhos estão no bar Rio-Brasília, no Cachambi; na Adega Flor de Coimbra, na Lapa; Ponto da Galera, no Bairro de Fátima; Costa do Milho, no Grajaú; Gurilândia, na Tijuca; Lanchonete Rosa de Bairro, em Vasco da Gama; e no Açougue e Distribuidor de Carne Frigobar, na Lapa.

Share
Enviado por: Redação

Deixe um comentário





SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline