Arraial do Cabo: controle de turistas 100% digital

Com receio de falsificações nos vouchers para entrar na cidade de Arraial do Cabo, uma das mais procuradas e com mais restrições da Região dos Lagos, a Prefeitura anunciou que acesso de turistas será 100% digital. Desde o início da pandemia, só é permitido entrar moradores, donos de imóveis com comprovantes de residência, prestadores de…

Paris, por Paulo Pereira

Mais ou menos 20 artistas brasileiros que moram na França mobilizaram-se para produzir a exposição “Amanhã há de ser outro dia”, a convite de Sandra Hegedüs, fundadora da ONG SAM Art Projects, colecionadora e uma das maiores mecenas brasileiras no exterior, no estúdio de Iván Argote, na Grandes-Serres, em Pantin, com vernissage no dia 16…

Nove perguntas para Raquel Pacheco (Bruna Surfistinha): “Sexo, para mim, depois da prostituição, tornou-se uma troca de energia incrível”

No Dia do Sexo, comemorado — ou não — neste domingo (06/09), a entrevistada é professora no assunto. Raquel Pacheco foi do céu ao inferno em seus 35 anos, mas o que não faltam são histórias para contar. Dê um berro quem nunca ouviu falar em Bruna Surfistinha. Já imaginamos o silêncio. Ela deixou a prostituição…

Ieda Tucherman, doutora em comunicação e professora do Programa de Pesquisa e Pós-Graduação da Escola de Comunicação da UFRJ, vai ministrar o curso online “Uma história do amor: o que ainda temos a dizer”, na Casa do Saber Rio (http://rj.casadosaber.com.br/ ), a partir de 17 de setembro.

O cantor e compositor Pedro Luís vai fazer uma homenagem a Luiz Melodia com releituras de suas músicas no álbum “Vale Quanto Pesa — Pérolas de Luiz Melodia” (Deck/2018), no sábado (05/09), às 19h, no projeto Sesc Ao Vivo, em formato solo, em transmissão de sua casa.

Comemorando 35 anos de carreira, a atriz Ana Beatriz Nogueira apresenta o solo “Um Dia a Menos”, adaptação do conto homônimo de Clarice Lispector (1920-1977), com direção de Leonardo Netto, na sexta (04/09), às 21h30, na série “Teatro #EmCasaComSesc”.

Opinião, por Eduardo Affonso: Boris e eu

Todo mundo tem um grilo falante, aquele oficibói do superego que aparece para nos assessorar quando não queremos ajuda e depois ressurge para dizer “Não falei? Eu avisei!” na hora em tudo de que precisamos é de consolo. O meu se chama Boris. Quarta-feira é seu dia preferido, porque é quando escrevo o artigo do…

Teatro (online), por Claudia Chaves: “Romeu & Julieta (e Rosalina)”, quando o trio funciona

Desde Oscarito e Grande Otelo, Romeu e Julieta, o amor impossível e eterno serve a todo tipo de adaptação. Paródia, ópera,  peça, poema, filme são desenvolvidos há 500 anos, para mostrar os sentimentos, os desencontros. Em “Romeu & Julieta (e Rosalina)”, Gustavo Pinheiro desenvolve uma nova trama, puxando um fio inusitado, o que  funciona muito…