De Próprio Punho, por Paulo Sérgio Niemeyer (arquiteto): “Entendo cada vez mais a frase do meu bisavô Oscar: fudido não tem vez” 

Depois da crise social trazida pela Covid-19, na qual as pessoas que mais sofrem são os pobres, muitos sem a mínima infraestrutura sanitária, sem água encanada para se desinfetar e se proteger do vírus, entendo cada vez mais a frase do meu bisavô Oscar Niemeyer: “Meu  querido, fudido não tem vez”. E olha que é exatamente o contrário…

Casa Roberto Marinho inaugura duas mostras inéditas: uma delas com trabalhos feitos na quarentena

Neste sábado (03/10), na Casa Roberto Marinho, no Cosme Velho, serão inauguradas duas exposições: “Enquanto” e “Livros e Arte”. A primeira reúne a produção inédita de três artistas, feita na quarentena: Carlos Vergara, Luiz Aquila e Roberto Magalhães (que completou 80 anos em 2020). Foi um incidente cotidiano, durante um café da manhã, que fez Luiz Aquila dar ritmo à…

Opinião, por Claudio Lottenberg (presidente do conselho do Albert Einstein, sobre o Yom Kpur): “Se os caminhos não nos trazem prazer, melhor não buscar o que almejamos”

Yom Kipur é a oportunidade dada por D’us de virar a página de nossa vida e acreditar em nossa capacidade de melhorar. Devemos corrigir os erros, mas isso não significa nos tornarmos reféns do passado, incapazes de olhar para o futuro. Os mestres têm razão ao indicar que o perdão autêntico não nasce de uma…

A julgar pelo número de festas de réveillon, de duas uma: ou o carioca ligou o “foda-se Covid” ou teremos muitos bailes de máscara

É só fazer uma pesquisa “réveillon 2021 Rio” no Google para as opções de festas e promoções para hospedagem surgirem a toda — neste caso, as mais abertas, digamos assim. Nesta segunda (28/09), por exemplo, o Hotel Nacional anunciou o réveillon “Viva la Vida”, com um pacote de quatro dias de festa, começando pela “Last Night”, no Morro da…

Dez perguntas para Cristiana Oliveira (atriz — Pantanal): “Não me preocupei em bater a audiência da Globo”

Foi só a Rede Globo oficializar o remake de “Pantanal”, sucesso de 1990, da extinta Manchete, para a Internet surtar. Há duas semanas, o assunto está nas redes sociais, em grupos de discussão, principalmente sobre um único tema: quem será a Juma Marruá, a mulher que virava onça e enlouquecia o público brasileiro, há 30 anos,…