“Fora da Palavra”: a curadora Vanda Klabin e o artista plástico Hilal Sami Hilal /Foto: Paulo Jabur

“Fora da Palavra”: Mariana Monteiro de Carvalho e Ana Lila Denton – Vera Andrade /Foto: Paulo Jabur

“Fora da Palavra”: Nando Grabowsky e Heloísa Amaral Peixoto clicados atrás de um dos trabalhos de Hilal – Antonio Manuel e Marisa Abate /Foto: Paulo Jabur

“Fora da Palavra”: Carlos Zílio e Adriano de Aquino /Foto: Paulo Jabur

“Fora da Palavra”: Bibiana Macedo e Franz Manata – Gaby Indio e Thaís Hilal /Foto: Paulo Jabur

“Fora da Palavra”: Gisele Taranto, Cassia Bomeny e Patricia Quentel /Foto: Paulo Jabur

 Faltando alguns dias para a ArtRio 2018, o mercado carioca das artes não para. Nessa quarta-feira (12/09), o artista capixaba de origem síria Hilal Sami Hilal inaugurou a exposição “Fora da Palavra”, na Cassia Bomeny Galeria, em Ipanema, com curadoria de Vanda Klabin. São 20 trabalhos produzidos este ano, em cobre oxidado e corroído e em papel artesanal pigmentado, baseados no conto “A Terceira Margem do Rio” (1962), de Guimarães Rosa (1908-1967), ou seja, arte com poesia.  “A memória afetiva acompanha a obra. O conto fala de abandono, culpa, luto, melancolia, delírio, perdão…”, diz o artista.

Share
Enviado por: Redação

Os comentários estão fechados.


SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline