Contrariando todas as expectativas, a Comissão de Relações Exteriores do Senado se reuniu na manhã desta quinta-feira, em Brasília, onde 17 dos 19 membros estiveram presentes. Por ironia do destino, as votações foram presididas por Pedro Simon, tido como arqui-inimigo do presidente da pasta, Fernando Collor. O pedido partiu, inclusive, do próprio ex-presidente da República, que precisou ir a Alagoas, seu estado natal. Neste caso, Collor deveria ter sido substituído por Cristovam Buarque (PDT-DF), que está de licença por motivo de doença.

Share
Enviado por: Lu Lacerda

Os comentários estão fechados.


SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline