ricardo-e-luiz-alfredo

Ricardo Brajterman e Luiz Alfredo Taunay: mais um capítulo sobre o menino de 7 anos que caiu na caixa d’água no Jockey /Fotos: Arquivo site Lu Lacerda

Sobre o menino de 7 anos, do Colégio Corcovado, que caiu dentro da caixa d’água no Jockey (noticiado por Ancelmo Gois no último dia 28), retirado por um bombeiro, entrou em nova fase: o Jockey foi notificado e está sendo pedido atestado de legalidade de todas as dependências do clube. A notificação foi emitida pelo advogado Ricardo Brajterman, entregue no escritório de Luiz Alfredo Taunay, presidente do clube, que também é advogado.

Procurado, Brajterman esclarece: “Os pais de diversas crianças que frequentam o clube e souberam do acidente, acontecido na área de lazer infantil, sentiram-se inseguros e, para que o clube continue a ser frequentado, e eles fiquem tranquilos, notificamos o presidente e todo o conselho de administração, solicitando que, em 72 horas, seja afixado no mural da sede social, na Gávea, por cautela, todos os alvarás e licenças do Corpo de Bombeiros autorizando o funcionamento das dependências do clube, em especial a piscina, que é frequentada por muitas crianças e menores de idade”.

Resposta de Luiz Alfredo Taunay: “A mãe da criança se dirigiu à secretaria e falou agressivamente com os funcionários. O diretor de sede, André Cantidiano, foi falar com ela, que rasgou seu cartão, numa reação de destempero. Eu também liguei pra lamentar o que aconteceu e ela chamou o Cantidiano de ‘diretor de merda’. O Jockey não tem o que temer e não vai responder à notificação da sócia por entender descabida”.

A história está virando uma novela e, certamente, com novos capítulos.

Share
Enviado por: Redação

Os comentários estão fechados.


SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline