A Torá de D. Pedro II: raridade que pertence ao Museu Nacional está sã e salva na Biblioteca do Museu Nacional/Foto: Divulgação

Causou comoção, entre a comunidade judaica carioca, nesta terça-feira (05/09), saber que a Torá não estava no Museu Nacional, durante o incêndio, nesse domingo (02/09), de onde foi retirada há algum tempo. Desde a tragédia, foram propagadas notícias de que teria virado cinzas e, por algumas horas, não se sabia ao certo. A Torá (principal texto sagrado do judaísmo, que reúne os cinco primeiros livros que compõem o Antigo Testamento), pertenceu a D. Pedro II e foi tombada pelo Iphan em 1998. Nesta terça-feira (04/09), rabinos da sinagoga Beit Lubavitch Leblon (sob a direção do rabino Goldman) ficaram à frente das informações. Segundo o rabino Avraham Tsvi Beuthner,  a Torá está na Biblioteca do Museu Nacional / UFRJ, na Avenida General Herculano Gomes, em São Cristóvão. Tudo está sendo acompanhado de perto, através do departamento jurídico e cultural daFederação Israelita do Estado do Rio (Fierj), segundo seu presidente, Ary Bergher.

Share
Enviado por: Lu Lacerda

1 comentário para "Museu Nacional: Torá de Dom Pedro II foi salva"

  1. 05/09/2018 - 07:42 Enviado por: David Dias

    É um fato bom mas e daí o que melhorou com a existência de tantos problemas. PRIMO VIVERE DEINDE PHILOSOPHARE.


SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline