Para arquitetos não existe uma função de espaço que seja melhor ou pior. O arquiteto quer sempre melhorar o espaço além de fazer com essa definição que o uso seja aprimorado. Saber que as pessoas que estão usando um espaço se sentem bem e estão felizes ali é um prêmio e uma meta. Cada novo projeto vem junto um aprendizado e uma intenção focada em explorar ao máximo a melhor forma de uso. Criatividade de formas, nova concepção de uso e otimização, tudo isso acontece quando uma equipe de arquitetos e designers se juntam para elaborar um projeto.

E sem preconceito podemos falar de prisões. Porque não melhorar e olhar de forma diferente para estes locais. Para nós que trabalhamos com espaços, cada um tem sua característica e seu lado positivo acima de tudo. Ver um espaço de forma criativa e positiva possibilita um novo olhar. Uma prisão também pode ser vista como uma escola. Um local para reaprender a recriar uma nova vida. 

Quando o olhar criativo de uma equipe especializada se dedica a desenvolver esses locais, tudo pode mudar para melhor. Para um projeto de escola é necessário uma equipe de psicólogos, professores, arquitetos,  designers e uma pesquisa minuciosa com os alunos. Todas essas informações fazem parte de um conjunto muito importante para o resultado final.

Sem a participação de todos, o projeto fica estéril e isolado dos usuários. Em um projeto de unidades carcerárias não deve ser diferente. Uma equipe de psicólogos, policiais, médicos, arquitetos, profissionais do esporte e de atividade educacionais e profissionalizantes, além da própria sociedade devem ser ouvidos. Os locais dessas unidades devem ser previamente escolhidos, mediante uma equipe que, em conjunto com a sociedade, não coloque áreas em risco. As prisões agrícolas são exemplos de projetos criativos e humanos, para todos os envolvidos e justos para toda a sociedade. Tratar com dignidade e prover o bem estar é o desafio constante dos arquitetos. 

No mundo contemporâneo projetar uma prisão significa projetar um espaço de aprendizagem reeducação e criação de novos caminhos. Um projeto com essa importante função merece toda atenção e cuidado, além do desafio que o novo inspira e mobiliza.

Share
Enviado por: Redação

Deixe um comentário