“Dezoito Graus”: Chico Caruso, Toia Lemann, Lauro Cavalcanti e Eliana Caruso /Foto: André Nazaré

“Dezoito Graus”: Lauro Cavalcanti com a nora, Giselle Cavalcanti, e o filho, Augusto Cavalcanti /Foto: André Nazaré

“Dezoito Graus”: Ana Luísa Lobo, Carlos Roberto Osorio e o casal Cristina e Augusto Paulino /Foto: André Nazaré

Foi concorrido o lançamento do livro “Dezoito Graus – a biografia do Palácio Capanema” (Editora Olhares”), do arquiteto Lauro Cavalcanti, diretor da Casa Roberto Marinho, nessa segunda-feira (08/10), na Travessa do Shopping Leblon. A noite começou com um bate-papo entre o colecionar e curador Leonel Kaz, o artista plástico Luiz Aquila, a diplomata e poeta Vera Pedrosa e o autor – falaram sobre a publicação, que mistura ficção e realidade para contar a história do Palácio, que foi sede do Ministério da Educação e Saúde construído no governo de Getúlio Vargas, nos anos 1930, conduzido por personagens reais como Lucio Costa, Oscar Niemeyer, Le Corbusier e o próprio Getúlio. Muitos “causos” e curiosidades chamaram atenção da plateia atenta (foram poucas fotos, mas o lugar estava lotado). Lançado originalmente em edição de arte, a segunda foi adaptada para formato pequeno. “Lauro joga com o rico elenco de personalidades da época e, com plena liberdade formal, leva-nos de volta a um período de grandes e dramáticas transformações. É dado a pouca gente escrever uma obra erudita e de penetrante visão histórica e sociológica com tanta graça e leveza”, disse Vera.

Share
Enviado por: Redação

Deixe um comentário





SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline