BLOG - PARIS, por Paulo Pereira

16/07/2014 - 19:00

Paris, por Paulo Pereira

O espetacular colar “Morning in Vendôme”, que reproduz o formato da famosa praça de Paris, ostenta um diamante amarelo de 12 quilates e custa cerca de 1,92 milhões de euros; à direita, o colar “Sunset”, onde se pode ver pequeníssimas pétalas de camélia feitas com ouro biselado

Durante a semana da haute couture parisiense, as maisons apresentam, também, sua haute joaillerie, e a que mais me chamou atenção, pela gradiosidade das peças e do cenário, foi a Maison Chanel. Eles decidiram apresentar a coleção “Café Society”, com 69 peças absurdamente deslumbrantes, no palco do Théâtre du Champs-Élysées, com iluminação direcionada para as joias e escuridão total ao redor, refletindo, nas paredes pretas, o brilho dos diamantes.

No alto, três tipos de sautoirs; acima, o colar com círculos entrelaçados,  peças da coleção “Café Society”, da Maison  Chanel, que só será apresentada integralmente na Bienal dos Antiquários, em setembro

Nessa ambientação, um sautoir – termo francês para um colar longo com pingente – foi exposto em frente a uma caixa de som que o fazia vibrar, realçando ainda mais a beleza da peça. A grande atração, o colar “Morning in Vendôme”, feito com cascatas de diamantes brancos e amarelos, aparecia e desaparecia, fazendo um movimento como se fosse uma bailarina.

Todos os códigos da maison – as camélias no lindo colar de diamantes, o octógono, o contraponto, a opulência bizantina e as peças barrocas – foram reestruturados em novas peças, com allure dos anos 20. Como o colar e brincos de pedras coloridas em círculos entrelaçados, expostos numa pequena piscina. Braceletes, brincos, pentes de cabelos, relógios, todos ganharam uma nova versão, dentro do clima da coleção.

O teatro do Champs-Élysées, além de ser um teatro onde já dançaram grandes nomes do balé, foi, também, o local onde, em 1913, Coco Chanel, ainda jovem criadora, viu o balé “Le Sacre du Printemps” (A Sagração da Primavera) com música composta pelo russo Igor Stravinsky. Um espetáculo, na época, super avant-gardista, coreografado por Nijinsky, que provocou um escândalo na sociedade conservadora e tradicional e que, ao contrário, encantou mademoiselle Chanel.

A apresentação das joias foi uma mistura inusitada e maravilhosa de café society, Chanel, joias e balé!

_

A loja de departamentos parisiense Printemps, de 1º a 27 de setembro, vai festejar a clientela brasileira com a “Primavera Verde e Amarela”, quando os clientes brasileiros terão a oportunidade de aproveitar as ofertas de moda, luxo e beleza.

Profissionais do personal shopping estarão à disposição dos clientes, assim como o salão vip, para uma escolha mais detalhada das coleções de prêt-à-porter. Tudo foi planjeado para dar conforto na hora da compra, como os manobristas e as entregas a domicílio.

No alto, o salão de beleza do Printemps; acima, à esquerda, a bolsa Poincaré, de Elie Saab; à direita, o espaço Maria Luisa

Para a ocasião será lançada, pela primeira vez, a coleção do estilista Elie Saab no espaço Maria Luisa, onde ele apresentará a bolsa em verde esmeralda, a Poincaré. A Maison Dior estará lançando sua nova base facial (fond de teint) e um maquiador estará disponível para as clientes que queiram experimentar a nova linha de produtos. No salão de beleza, tratamentos para o cabelo com creme de keratina e a famosa coloração Tie & Die.

A cúpula da loja de departamentos, famosa por seus vitrais

As mais importantes marcas de acessórios de couro, relógios e joalheiras terão ofertas especiais para os clientes brasileiros.

Bacana passar uns dias na primavera parisiense, fazer compras e ser tratado como um vip!

_

A nova boutique da italiana Miu Miu em Paris, de 600m² na Place Beauvau, endereço nobre, tem assinatura do arquiteto Roberto Baciocchi, que privilegiou todos os códigos da grife na decoração através de matérias nobres como o mármore preto.

Ele também criou um clima cosy e chique forrando as paredes e os sofás com a estampa Damas, que é marca registrada da maison, e separando os espaços por cor: verde claro para os acessórios e vermelho intenso, no segundo andar, para o prêt-à-porter.

A boutique funcionará somente um ano neste endereço. Por isso, vindo a Paris, não deixe de visitá-la.

Boutique Miu Miu

Place Beauveau – Paris

_

Seis anos após sua expô no Château de Versailles, o artista americano Jeff Koons ganhará uma retrospectiva de seus 35 anos de carreira no Centre George P0mpidou, em Paris. A exposição mostrará uma centena de esculturas e pinturas do artista, como o coelho de prata Rabbit”, que pertence ao empresário François Pinault, a escultura do cantor Michael Jackson em porcelana e o “Ballon Dog”, entre outras.



Apresentarão, também, a série do artista intitulada “Made in Heaven”, que mostra o artista fazendo amor com a atriz pornô italiana La Cicciolina, que estará, é claro, numa sala imprópria para menores de 18 anos.

Jeff Koons declarou que a escultura em porcelana "Michael Jackson e Bubbles", retratando o cantor pop e seu chimpanzé em tamanho natural, foi inspirada na "Pietá", de Michelangelo, e nos santos cristãos fabricados industrialmente em louça e folhas de ouro

Sua arte, desde 1979, estará representada através de seus trabalhos vindos de vários lugares do mundo, mostrando o percurso cronológico e os diferentes ciclos de criação do artista, desde o início com sua veia hereditária da Pop Art a suas obras atuais, que dialogam com a história da arte.

Jeff Koons é considerado um grande artista contemporâneo e um dos mais criticados. Depois de 35 anos, ele explora novas formas do readymade, sempre entre a cultura das elites e a cultura de massa, forçando os limites da fabricação industrial. É um dos poucos artistas desta época que assume sua celebridade sem complexo.

Jeff Koons no Centre Pompidou

De 26/11 a 27/04 de 2015

_

La Coupe D’Or é uma brasserie bem parisiense, na Rue Saint Honoré, em frente à boutique Colette, que é, por sua vez, um dos endereços preferidos dos fashionistas na cidade.

Decoração calorosa nos tons de vinho e marrom, com mobiliário e objetos modernos, ambiente super cool e casual, garçons atenciosos e uma cozinha deliciosa, especialmente o frango com batatas fritas e as sobremesas excepcionais fazem o charme desse restaurante.

O terraço, durante o verão, é um capítulo à parte. Você pode ficar horas tomando seu café e admirando as produções fashion de algumas pessoas que freqüentam a Colette.

Os proprietários, Christophe e Catherine, são super simpáticos: você pode ter certeza de que será muito bem recebido.

Restaurante La Coupe D’Or

330 Rue Saint Honoré

_

A nova galeria de objetos de arte e design que está fazendo o maior sucesso em Paris é a “Golden Age”, dos sócios Alexandre Neimann e Ambroise Alliou, especialistas em objetos dos anos 50 a 70.

A galeria loft oferece uma escolha enorme entre objetos de decoração e outros insólitos, como um urinol antigo, transformado em vaso de flor. E o importante é que os preços são bons, mais um detalhe que fez a fama da galeria.

Endereço perfeito para os amantes de peças raras de decoração vintage.

Vale a pena visitar.

Galerie Golden Age

4, Passage Ruelle – Paris

_



Enviado por: Redação
09/07/2014 - 19:00

Paris, por Paulo Pereira

Chanel na passarela: entrada coletiva e triunfal das modelos da talvez mais famosa grife parisiense / Foto: Marcio Madeira

Paris nas cores da haute couture! É o que esta acontecendo, desde domingo (06/07), na Cidade Luz.

Mais uma edição dos desfiles de alta costura, criados em 1945 e que, desde então, vêm se renovando a cada temporada.

São 25 desfiles até esta quarta-feira (09/07), nos quais cada maison mostra, através de looks impressionantes, o trabalho primoroso dos seus ateliês.

Por mais consagrada que seja uma maison, como a Chanel, seu desfile nunca é destituído do fator surpresa / Foto: Marcio Madeira

Os detalhes de um minucioso trabalho artesanal conquistam as clientes da alta costura: na imagem maior, delicado bordado em casaco Dior; acima, pedrarias em vestido Chanel; abaixo, a arquitetura arrojada de um sapato Dior / Fotos: Marcio Madeira

Vestidos de sonho, feitos à mão, para uma clientela selecionada, que com o tempo diminuiu um pouco. Mas nada disso tira o glamour e a maestria de certas criações, um mundo mágico, cheio de exuberância, que, na maioria das vezes, faz as mulheres suspirarem.

A fantástica decoração do salão da Dior, com milhares de orquídeas espalhadas por todos os cantos / Foto: Marcio Madeira

O inegável estilo Dior e seu cuidado com os detalhes, em três peças ultrafemininas / Fotos: Marcio Madeira

Três momentos de Giambattista Valli, italiano nascido em 1966 e considerado o Valentino de sua geração, por sua queda pelas clientes do jet set / Fotos: Marcio Madeira

Dois vestidos da grife Elsa Schiaparelli, a estilista italiana que criou o termo rosa choque e realizou a fusão da arte com a moda / Fotos: Marcio Madeira

Desfiles como Dior, Chanel, Valentino, Jean-Paul Gaultier e de novos nomes que entraram há pouco tempo para esse círculo fechado, como Alexandre Vauthier e Giambattista Valli, entre outros, são esperados não só pelas clientes, como pelos jornalistas de moda do mundo inteiro, ávidos de novidades.

A semana da haute couture lança várias tendências que serão seguidas nos desfiles de prêt-à-pôrter apresentados na Fashion Week.

É, sem dúvida, um dos momentos mais importantes da moda internacional.

_

Ficou bacanérrimo o showroom parisiense da marca brasileira Isolda, local onde foi apresentada a coleção verão 2015 durante a semana da haute couture, uma coleção feminina, autoral e muito chique. Situado no número 16 da chiquérrima Place Vendôme, o espaço tem decoração contemporânea, com detalhes clássicos e reflete, superbem, a beleza das estampas românticas das peças.

Alessandra e Juliana Affonso Ferreira são as proprietárias e estilistas da marca. Elas estavam muito satisfeitas com o sucesso das vendas. Representantes de várias multimarcas internacionais marcaram presença para conhecer e comprar a coleção.

Alessandra Affonso Ferreira, uma das simpáticas irmãs proprietárias da marca Isolda

Isolda é considerada uma das melhores marcas brasileiras, por seu estilo inovador, por sua linda coordenação de estampas e pela qualidade dos tecidos utilizados.

Sem falar na simpatia e gentileza das proprietárias, que receberam muito bem as pessoas que visitaram o showroom e tinham o maior prazer em explicar, com detalhes, a história da marca e da coleção.

Bravo!

_

Foi inaugurado, semana passada, um novo endereço para ótimos momentos de verão com os amigos em Paris, o Perchoir du Marais, terraço da loja de departamentos BHV.


Visão noturna da fachada da loja BHV, onde está situado o mais novo terraço badalado de Paris

Com decoração descontraída, possui uma das mais belas vistas da cidade. E um bar com coquetéis, vinhos e finger food para o maior conforto do cliente que, depois de passar o dia inteiro comprando na loja, vai descansar no terraço, apreciando a vista.

Bacanérrimo!

_

Roupa de praia na alta costura parisiense! A Osklen aproveitou a semana da haute couture, em Paris, e apresentou, nessa segunda-feira (07/07), sua coleção em colaboração com Bianca Brandolini e Alexia Nieldzieski, na Embaixada do Brasil.

Alexia Niedzielski, Oscar Metsavath, Bianca Brandolini e Paula Rita Saady; à direita, Chris Pitanguy

Giorgina Brandolini foi quem organizou o evento, como sempre, impecável: várias jornalistas de moda internacional, algumas celebridades, como a editora-chefe da Vogue Itália Franca Sozzani, a jornalista Suzy Menkes, correspondente do Herald Tribune e Vogue, a consultora fashion Christina Pitanguy, a stylist Paula Rita Saady, entre outros, foram prestigiar a apresentação.

Oscar Metsavath e, a seu lado, a editora-chefe da Vogue Itália, Franca Sozzani

Os elogios começavam pelo cenário. Os looks desfilados mostraram uma moda praia chique, moderna e atemporal.

Um sucesso, a parceria.

A Embaixada do Brasil foi especialmente decorada para a apresentação da coleção da Osklen

_

E falando em praia…

Por ocasião da nova edição da Paris Plage, a Maison de Balzac expõe “Le Paris Plages d’Honoré Daumier”. São 40 gravuras de 1840, publicadas, na época, no jornal Le Charivari, assim como pinturas que mostram alguns parisienses que já faziam do rio Seine sua praia, com 150 anos de avanço.

As imagens são de parisienses que, para se refrescar do calor, tomam banho numa piscina à margem do rio Seine; outros preferiam nadar no rio e praticar esportes, como a pesca. Honoré Daumier criou várias caricaturas, às vezes cômicas, desses banhistas de todas as idades e classes sociais.

Bacanérrima!

Maison de Balzac

47, Rue Raymond, Paris

_

O empresário italiano Lapo Elkann inaugurou a boutique Italia Independent, de óculos, que é um verdadeiro laboratório em termos de óculos de sol. As lentes têm reflexo metálico em azul, verde ou dourado, design moderno e alta qualidade. A boutique também tem um espaço de braceletes em carbono e uma pequena seleção de roupas de praia, como camisetas e shorts de banho estampados.

Os óculos supercoloridos de Lapo Elkann: o primeiro, à esquerda, homenageia o Brasil em sua armação

Em 2007, Lapo Elkann, Andrea Tesitore e Giovanni Accongniagoco lançaram uma coleção de óculos em fibra de carbono revolucionária. Depois disso, a marca evoluiu e teve sua entrada na bolsa de valores em 2013. Com a filosofia “ser independente significa escrever, a cada dia, sua história”, o dândi posiciona sua marca através do mundo.

Em sete anos, a Italia Independent já está em 73 países e já seduziu várias celebridades como Karl Lagerfeld, Kristen Bell, Salma Hayek, Heidi Klum, Milla Jovovich, Pol Esparago, Colonel Reyel e Edgar Davis. O segredo do sucesso é propor modelos de óculos para o dia a dia e para todos.

Boutique Italia Independet

47-49, Rue du Four, 75006 Paris

_





Enviado por: Redação
02/07/2014 - 19:00

Paris, por Paulo Pereira

Em sentido horário, Beth Lago em desfile de Thierry Mugler; nas segunda e terceira imagens, peças do mesmo estilista; por último, modelo na passarela da Osklen

O carioca Marcio Madeira mora em Paris há vários anos e é considerado um dos melhores, senão, o melhor fotógrafo de desfiles internacionais.

Marcio, com sua lente, acompanha a evolução da moda no mundo desde 1978. Foi testemunha da apologia de várias marcas durante todo esse tempo e, também, do declínio de algumas, assim como observou de perto a carreira das principais tops.

Seu senso de estética é admirável e a luz de suas fotos é de uma intensidade única, com o poder de realçar ainda mais a beleza dos looks desfilados.

A lente elegante de Marcio a serviço de Lino Villaventura, à esquerda, e da magia de Dior

Um grande visionário, ele criou o primeiro site de fotos de desfiles em Nova York, o Firstview, novidade que causou um certo tumulto no meio fashion na época.

Foi dele, também, a nova estética de fotos de desfiles do site Style, com fotos frontais, fechando a câmera no look e na modelo.

Fotografando uma média de 800 desfiles no mundo por ano, ele e sua equipe têm um acervo impressionante de imagens que contam a história da moda internacional nesses últimos 30 anos, como as lindas imagens dos desfiles de Thierry Mugler nos anos 80 e dos incríveis desfiles Dior na época que o estilista John Galliano era diretor criativo da marca.

A avant-garde brasileira de Gloria Coelho e um momento memorável de John Galliano à frente da grife Dior

Há dez anos vem fotografando os desfiles do SPFW e do Fashion Rio, para marcas brasileiras como Gloria Coelho, Pedro Lourenço, Osklen e Lino Villaventura, entre outras. Além de fotografar os desfiles, ele faz para as marcas o book com todos os detalhes do que foi desfilado, ficando sob sua responsabilidade a paginação, que é impecável. Trabalha também para a revista Caras, fornecendo as imagens dos desfiles internacionais para a coluna de moda da publicação.

Marcio Madeira, com o Pão de Açúcar ao fundo, em retrato de Andrew Thomas

A qualidade do trabalho desse fotógrafo de exceção é o que faz a diferença de um desfile fotografado por ele: a experiência, o cuidado no tratamento das fotos, a preocupação em apresentar o melhor ângulo e a precisão na hora do clique são detalhes que construíram sua fama de grande fotógrafo. É a certeza, para seus vários clientes no mundo, de obter “A” imagem perfeita.

_

Peças da coleção verão 2014 dos desfiles de Yves Saint-Laurent, na foto maior; Junya Watanabe, na foto superior, e Lanvin / Fotos: Marcio Madeira

Os desfiles da Fashion Week Homme, em Paris, terminaram nesse domingo (29/06). A semana foi cheia de novidades para o guarda-roupa masculino do próximo verão 2015. O crescimento de 14% na transação de negócios prova que a moda masculina está indo muito bem, obrigado.

Cores fortes e quentes são tendências apontadas no desfile de Issey Miyake /  Foto: Marcio Madeira

O estilo, na maioria urbano chic, tem algumas referências interessantes, como o desfile de Dries Van Noten, com inspiração no grande bailarino e coreógrafo Rudolf Nureyev.

O street style continua a ser uma fonte constante de inspiração para os estilistas franceses / Fotos: Tommy Tom

Não faltaram looks ousados e muito conceito em alguns desfiles, coisa que sempre garante um espaço na imprensa fashion.

Sucesso!

_

Acaba de abrir em Paris, no alto Marais, um endereço super interessante, “La Fausse Boutique” (A Falsa Boutique).

Um espaço chamado de néo concept por vender somente objetos e roupas fabricados na França e em tiragem limitada: t-shirts, bijuterias, bolsas, cremes e pequenas curiosidades. Com atendimento super simpático, a boutique tem feito muito sucesso com o público parisiense.

Vale a pena conferir!

32 Rue Fontaine, Paris

_

Considerado um dos terraços mais agradáveis de Paris, o Mary Goodnight é um restaurante tailandês nouvelle cuisine que, além de oferecer um espaço super agradável no terraço, tem uma cozinha deliciosa e requintada.

A decoração é em clima zen, própria para um jantar romântico em noites de verão. Tem um menu para almoço a 27 euros e o brunch, no domingo, a 39 euros.

Um restaurante para quem admira a discrição. A música, às vezes, é um pouco forte, mas se você pedir para abaixar é logo atendido.

O endereço é frequentado por homens de negócios, gente de moda, televisão e cinema.

Ótima destinação para quem quer mudar um pouco dos restaurantes Costes, em Paris.

Mary Goodnight

78 Rue d’Auteuil 75016 Paris

_

Uma exposição bacanérrima, gratuita, esté acontecendo em Paris até o dia 21 de setembro, nas margens do rio Seine, entre a Pont de l’Alma e a passarela Léopold-Sédar-Senghor. São 35 fotos, em grande formato, de artistas com Johnny Hallyday, Catherine Deneuve, Jean-Paul Belmondo e Diane Kruger, entre outros dos arquivos da Paris Match.

A revista começou a circular em 1949 com o lema “medir o peso das palavras sempre e escolher as melhores fotos” – que os editores alegam ter sido decisivo para o grande sucesso da revista na mídia francesa. Com esta expô, a publicação divide com o público um pouco das imagens que fizeram parte de momentos importantes da edição.

_




Enviado por: Redação
25/06/2014 - 19:00

Paris, por Paulo Pereira

Os ternos em cores fortes já puderam ser vistos na Pitti Uomo, em Firenze / Foto: Tommy Tom

Paris, esta semana, é masculina: começa nesta quarta-feira (25/06), a Fashion Week para os homens, verão 2015. Depois de Londres e do salão Pitti Uomo, em Firenze e Milão, mostrarem suas coleções masculinas, é a vez da capital da moda revelar suas criações tão esperadas para um público ávido de novidades, como os jornalistas de moda, blogueiros e os clientes internacionais.

O público que comparece aos desfiles já está antenado com as novidades que vão surgir nas passarelas / Foto: Tommy Tom

Serão 10 desfiles por dia, de 25 a 29 de junho, de grandes maisons como Louis Vuitton, Lanvin, Givenchy, Hermès, Dior, Saint Laurent e Margiela, dentre outras, e também de jovens criadores. Milhões de euros em negócios são realizados nesse período: a moda masculina tem tido uma evolução comercial interessante e as novas tendências estão atingindo um público cada vez maior, que se interessa em se vestir bem e estar confortável, num look urbano e cool.

O uso dos sapatos sem meia ainda não tem aceitação absoluta, mas já é uma tendência / Foto: Tommy Tom

As estampas coloridas predominaram na passarela da grife Roberto Cavalli

Até agora, do que foi visto, a palavra de ordem para o próximo verão masculino são as cores fortes – ternos verdes, amarelos, vermelhos e turquesa – enfim, uma paleta de cores quentes, sapatos sem meia e muitas estampas. Vamos ver se, nos desfiles parisienses, eles irão adotar essa moda. Aguardem as cenas dos próximos capítulos.

_

O templo do luxo – é assim que é chamada a boutique parisiense da maison suíça de relógios Bucherer, inaugurada recentemente no quarteirão da Ópera.

A maior loja do mundo especializada em relógios tem três andares com design sóbrio e elegante, onde é apresentada uma seleção impressionante de marcas de relógios como Rolex, Baume & Mercier, Chopard, Montblanc, Piaget e a própria marca da maison, a Carl F. Bucherer. Tudo de extremo bom gosto e qualidade.

Vale uma visita.

Bucherer

12, Boulevard des Capucines – 75002 Paris

_

O livro da escritora Ariane Dollfus, sobre a vida e a obra do grande mito da dança Rudolf Nureyev, deu origem a uma exposição que é um verdadeiro hino ardente à dança e a um ícone da arte do século XX, tão famoso quanto Nijinsky ou Callas.


A exposição mostra o período parisiense do dançarino e coreógrafo, de 1971 a 1984, quando dançou grandes balés na Ópera de Paris.

A força de seus saltos e a perfeição de suas coreografias são mostrados em 50 fotos, que ilustram a arte de capturar o movimento e a intensidade do olhar.

Um grande momento de emoção.

Un Dieu de la Danse

Mairie du XVII – Paris

_

Um restaurante italiano, em Paris, como se estivéssemos na Itália, o Olio Pane Vino está fazendo sucesso por sua cozinha de qualidade e preços razoáveis.

O proprietário, Francesco, criou um espaço que é uma cantina italiana. Para o almoço, oferece dois tipos de pasta e, para o jantar, três tipos que mudam todos os dias. Pratos como o paccheri com champignons sauvages, mousserrons de prés ou linguines e os aubergines recheados são deliciosos.

Como entrada, a famosa burrata com jambon e, de sobremesa, os deliciosos minibabas au limoncello, tudo regado a prosecco.

Os dias mais movimentados são as quintas e sextas-feiras.

Olio Pane Vino

44, Rue Coquillière – 75001 – Paris.

_

Se você está a caminho de Paris, de férias em julho, não deixe de visitar a linda exposição do fotógrafo Mario Testino na Galerie Ivon Lambert.

São duas séries de fotos inéditas na Europa, a primeira “Extremes”, com imagens famosas de moda que nunca tinham sido expostas, e, a segunda, “Alta Moda”, com peruanos vestidos em trajes tradicionais supercoloridos. Fotos chiques, insolentes e fascinantes desse fotógrafo supercriativo, que sempre soube captar, em imagens, a estética de nossa época.

Imperdível!


Mario Testino

Galerie Ivon Lambert

108, Rue Vielle du Temple 75003

Até 24 de julho

_



Enviado por: Redação
18/06/2014 - 19:00

Paris, por Paulo Pereira

Paris ganha, a partir deste mês, mais um espaço cultural para nossos artistas brasileiros. A brasileira Aurea Maldaner, depois de trabalhar durante vários anos na Embaixada do Brasil na França, decidiu abrir um espaço para manifestações culturais de nomes da arte, dança, música e design brasileiros.

Áurea é uma das pessoas mais queridas dentro da comunidade brasileira em Paris, dona de uma agenda poderosa. Sempre foi ligada à arte e a eventos culturais em geral, daí a ideia de criar um centro para apresentar e apoiar a arte brasileira.

A inauguração acontece nesta sexta-feira (20/06), com  a exposição “ Le Couleur Jubilatoire et Multicuturelle Voyage au Cœur de Rio”,  do  artista carioca Caio Nascimento. Morador do Cantagalo, ele foi descoberto na Feira Hippie de Ipanema, teve sua arte reconhecida e já fez exposições em Nova York e na Califórnia.

Digno representante da arte figurativa brasileira, sempre procurou inspiração nas cenas de alegrias populares, na poesia das ruas e nos divertidos delírios cariocas.

Obras do artista Caio Nascimento, descoberto na Feira Hippie de Ipanema

Seus quadros nos fazem viver o Brasil através do povo, das cores, da luz do Rio, do multiculturalismo e do balé ritmado dos grupos de percussão.

Uma bela forma de apresentar nosso país aos parisienses.

De 20 a 26 de junho

Union Artistique et Culturelle

7 Rue Saint Sabin – 75011

_

A marca francesa de malas Moynat,criada em 1849, vai invadir a verrière do restaurante do Hotel Intercontinental Paris Le Grand para a exposição “Un Voyage avec Intercontinental Paris”. Durante um mês mostrará o savoir faire da maison, de 1907 aos nossos dias. Objetos raros como os famosos grandes maleiros para viagem, a mala courrier Trunk e a Limousine Briefcase farão parte da expô.

Duas malas históricas da grife: acima, a de 1908, com faixas e detalhes em couro havana; abaixo, a chamada Limousine, com a base côncava, para se ajustar ao teto do carro

A Moynat escolheu este espaço por sua história: o hotel foi construído em 1867 na ocasião da Exposição Universal e, durante muito tempo, foi o endereço preferido de grandes viajantes e intelectuais – Victor Hugo, Émile Zola e Oscar Wilde eram fiéis hóspedes do hotel.

A mostra é, com certeza, uma viagem luxuosa, num lugar único.

Até 12/07/2014

Hotel Intercontinental Paris le Grand

2, Rue Scribe

_


E falando em malas de luxo, a maison Louis Vuitton participa, também, da Copa do Mundo no Brasil, pois são em seus ateliês de Asnières, na França, que foi fabricada, pela segunda vez, a mala do troféu.

Ele tem 36 cm de altura e pesa 6, 1 kg de ouro 18 quilates, com uma malaquita encrustada na base, e será entregue ao capitão da equipe vencedora do mundial de futebol de 2014.

A mala, por sua vez, também vale ouro e  está sendo super cobiçada por seu conteúdo!

___

Os famosos éclairs da maison Fauchon, em Paris, vão ganhar um toque fashion, isso mesmo: os chefes pâtissiers da maison criaram L’Éclair Week de Fauchon, quando serão apresentados ao público na próxima semana de moda parisiense.

Deliciosos como sempre, os doces, durante a L’Éclair Week, vão ser um verdadeiro exercício de estilo.

Com super design, vão ter desenhos inspirados em gravuras, quadros ou esculturas.

Uma experiência degustativa intensa, entre dois desfiles.

__

O bar e bistrô Paul-Bert, em Paris, é considerado um dos melhores, senão o melhor bistrô da cidade. O proprietário Bertrand Aboyneau, apaixonado por gastronomia, criou esse espaço que seduz a clientela com decoração clássica, mosaicos no chão e publicidades antigas na parede.

Os vinhos excelentes e a cozinha tradicional, com produtos de primeira qualidade e pratos como o famoso Paris-Brest, cochon avec ses pommes rattes, l’onglet aux échalotes, e, de sobremesa, vários doces deliciosos e os sorvetes maison.

Um endereço de prestígio na cidade, onde além de comer e beber muito bem, é bom para ver e ser visto.

Bistrot Paul-Bert

18, Rue Paul Bert – 75011 – Paris

Anote aí!

__


A brasileira Marcela Folloni mora em Paris há dez anos, depois de trabalhar no marketing da L’Oréal, abriu sua agência de personal shopper Madame Style.

Marcela sempre foi apaixonada por moda e beleza. Com o bom gosto e simpatia que lhe são peculiares, era sempre solicitada por suas amigas e família para encontrar o creme do momento, a bolsa exclusiva, o casaco da estação, enfim, objetos de desejo que a maioria das vezes só tem aqui.

Salão de cabeleireiro super exclusivo e roupas que só se encontra em Paris: sonhos de consumo que Marcela ajuda a realizar

Foi nesse momento que ela teve a ideia de abrir a Madame Style para poder atender um maior número de clientes. Seu trabalho é super importante para pessoas que não querem perder tempo em sua viagem: se você precisa de um ótimo cabeleireiro para cortar o cabelo, um cabeleireiro especialista em tintura blonde, o centro de tratamento de pele que faz maravilhas, boutiques bacanas para dar um ar parisiense no guarda-roupa, ela tem um roteiro específico para cada cliente.

A empresa Madame Style também envia pelo correio o objeto de desejo do cliente

E um outro detalhe: se a cliente não pode vir, ela manda a compra para a cliente.

Facilitando a vida na Cidade Luz!


Enviado por: Redação
11/06/2014 - 19:00

Paris, por Paulo Pereira

A loja de departamentos parisiense Printemps, considerada uma das mais chiques lojas de departamentos do mundo, está convidando seus clientes para uma linda viagem em mundos diversos – pelo Oriente Médio, Ásia, Índia, Europa e pelos trópicos, através de suas maravilhosas vitrines.

Elas são assinadas por Julian Colombier, num trabalho chamado de “Carnets de Voyage”. É impossível passar em frente à loja e não contemplar a beleza e harmonia dessas verdadeiras janelas de um mundo de sonhos.

_

A marca francesa de bolsas Longchamp vai dar um upgrade em termos de boutique, com a inauguração, em novembro, do seu novo endereço na avenida mais famosa do mundo, a Champs Élysées.

Uma loja de vários andares de 500m2, reforçando, assim, o pool de marcas de luxo da avenida, como a Louis Vuitton.


A empresa tem um volume de negócios em torno de 462 milhões de euros e 275 boutiques no mundo, sendo que 69 na França. Com essa nova megaloja a expectativa é que o volume de negócios chegue a 500 milhões de euros este ano.

Desde sua criação,  em 1948, a empresa pertence à mesma família – o avô, monsieur Jean Casgrain, é considerado um grande visionário.

Bem vinda à Champs Élysées!!

_

My Place é a nova casa de chá parisiense onde todo mundo se encontra, seja para um chá durante a semana ou para um brunch no sábado e no domingo.

O ambiente é super cosy; a decoração clássica, com toques modernos. A cozinha tem pratos deliciosos feitos pela proprietária, como a torta de espinafre, de queijo de cabra ou pratos quentes como o tatin de legumes, mais tapenades e as saladas.

Os doces especiais, que ela cria a partir de receitas que estão na família há muito tempo, são um capítulo à parte.

De dar água na boca, vale conhecer estando em Paris.

Um conselho: reserve antes de ir!

My Place

18 rue Saint-Lazare

75009 Paris

_


Françoise Huguier à la MEP

A Maison Européenne de la Photographie (MEP) apresenta, até 31 de agosto, o lindo trabalho da fotógrafa francesa Françoise Huguier, “Élégantes provocations”.


Como muitos fotógrafos, Françoise Huguier adora viajar e descobrir novos lugares. É uma mulher que transmite, através de suas imagens, uma visão crua do mundo, com muita elegância.

Seu trabalho mistura com sutileza o imaginário e o racional e aborda seus temas com respeito e intimidade. O resultado é intrigante, em um universo sonhador e insolente.

La MEP

5-7 rue de Fourcy

Paris 4e




Enviado por: Redação
04/06/2014 - 19:00

Paris, por Paulo Pereira

Um livro que tem feito bastante sucesso em Paris, no meio do design e arquitetura, é o  “Architectural Guide Brazil”, dos autores Laurence Kimmel, Anke Tiggemann e Bruno Santa Cecília, da editora Dom Publishers.

Esta edição mostra uma variedade de 220 edifícios modernos, grandes obras da arquitetura moderna brasileira, alguns edifícios não tão conhecidos, e as obras de grandes nomes como Oscar Niemeyer, Lúcio Costa, Paulo Mendes da Rocha, João Vilanova Artigas, Lina Bo Bardi e João Filgueiras Lima (Lelé), assim como o trabalho de jovens escritórios de arquitetura.

Os três autores, que têm contexto cultural e profissional diferentes, fizeram uma escolha que mostra um panorama vasto, mas não exaustivo, e que permite ao leitor conhecer ótimas obras arquitetônicas de um imenso país em desenvolvimento.

_

Um look com inspiração oriental de Christian Dior, visto pela lente de Patrick Demarchelier

A cidade de Granvill, na Normandia, virou um destino preferido dos fashionistas. A causa: a exposição “Dior, images de legende”, que acontece até o dia 21 de setembro no Musée Christian Dior.

Ao alto, foto da dupla holandesa Inez van Lamsweerde e Vinoodh Matadin; à esquerda, clique de Henry Clarke; à direita, imagem de Cecil Beaton

A exposição é construída em torno de vários mestres da fotografia e do trabalho do grande costureiro. São 90 obras de fotógrafos como Robert Doisneau, Richard Avedon, Irving Penn, Helmut Newton, Serge Lutens, Nan Goldin, Guy Bourdin e Bert Stern, que reúnem seis décadas de beleza.

Paolo Roversi, o fotógrafo que retira excessos da imagem, e sua visão de vários modelos Dior

A versão do celebrado fotógrafo britânico Norman Parkinson sobre a moda de Christian Dior

A ideia é que o público possa admirar a exposição de duas maneiras, descobrindo o lindo trabalho de fotografia e o encontro com o mestre Christian Dior, através de seus modelos e de suas criações eternizadas pelas lentes desses grandes fotógrafos.

Imperdível!

Musée Christian Dior

1 Rue d’Estouteville, Granville – França

_

A loja de departamentos Printemps, para comemorar os 250 anos da maison Baccarat, símbolo da l’art de vivre dos franceses, criou um espaço estilo apartamento, com várias influências exóticas e da lendária história da maison.



Há, também, um espaço gourmet, “La Table Baccarat”, assinado pelo chef Alain Ducasse, que privilegiou um cardápio original, com receitas clássicas e saborosas.

E para completar o requinte da decoração, o majestoso lustre Zenith 84 lumières, que, pela primeira vez, está sendo exposto ao público.

Bacanérrimo!!!

_

As amigas estilistas Emilie Bonnouvrier e Joanna Kalinski

E a marca parisiense que todo mundo fala neste momento, Emika Paris,  acabou de ser lançada por Emilie Bonnouvrier e Joanna Kalinski, duas amigas que trabalharam na redação da Elle francesa. É um sucesso de vendas e editoriais nas revistas de moda francesas.

As sócias acham que todo esse sucesso é devido ao estilo ultra-feminino, ultra-glamour e 100% hippie-chic da coleção.

Mais uma opção para seu guarda roupa internacional.

_

Filha do grande Jean-François Lesage, o bordador star de vários costureiros, Marion Lesage, após passar pela moda, decidiu se dedicar à sua paixão, que sempre foi a pintura. Ela ganha a exposição “Au Fil des Petits Riens” na Galerie d’Europe, em Paris, até o dia 15 de junho.

Suas obras refletem um olhar sensível e poético  sobre a África e a Ásia, com personagem ricos em cores de terras visitadas, que contam encontros mágicos, como se fossem instantes roubados do cotidiano.

Galerie d’Europe

55 Rue de Seine – Paris



Enviado por: Redação
28/05/2014 - 19:30

Paris, por Paulo Pereira

Vitrine do Monoprix da Champs Élysées, com o cartaz do evento  “ Le Brésil s’invite chez Monoprix”

Aconteceu, nesta terça-feira (27/05), a abertura do evento tão esperado pelo público francês, “ Le Brésil s’invite chez Monoprix”, com os objetos desenhados pelas artistas Rita Lessa (Minas Gerais), Isabelle Touchband (São Paulo), Ana Luiza Laranjeiras, Sylvia Calazans (Bahia) e pela estilista Isabela Capeto (Rio).

Acima, a grande variedade de produtos brasileiros à disposição dos consumidores da rede Monoprix

Todos os produtos já estão à venda em 222 lojas da rede de supermercados.

A equipe da diretoria do grupo Monoprix em frente à loja da Champs Élysées

Para a abertura, a diretoria inteira comandada pelo CEO do Grupo, Stéphane Maquaire, estava presente na loja da Champs Élysées.


A diretora Lilian Rosas com o CEO do Monoprix, Stéphane Maquaire, e com Paulo Pereira

A diretora de compras Lilian Rosas, uma das responsáveis pelo projeto, estava acompanhando tudo de perto.

As artistas baianas Ana Luiza Laranjeiras e Sylvia Calazans pintando a vitrine e depois do trabalho pronto; ao lado, a mineira Rita Lessa em ação

As artistas fizeram uma performance pintando as principais vitrines do supermercado. Muita gente tirando fotos e aguardando o momento de conhecer e adquirir um pouco da arte brasileira.

Vitrine do Monoprix Thernes pintada pela artista Rita Lessa

_

O novo espaço da marca “Praiaz/live the beach”, nas Galeries Lafayette, da brasileira Chantal du Barrat, ficou bacanérrimo, com toda a coleção dos sapatos criados pela empresária paulista. Até uma prancha de surf compõe a decoração.

Estrategicamente situado, o espaço é um convite ao consumo desses verdadeiros objetos de desejo para o verão, calçados com design moderno e uma super qualidade que já caíram no gosto das parisienses que passam suas férias na Côte d’Azur.

Sucesso absoluto!

_

Perfume de reis e rainhas é o que propõe a nova boutique de cheiros, a “Maître Parfumeur”, em Paris.



Para os proprietários, Eddy Bianchet e Nicolas de Barry, a perfumaria é uma arte, por isso criaram essências raras e preciosas que os diferenciam no mercado.

Reconstituíram perfumes famosos de personalidades ilustres na história da França, como o perfume do Rei Louis XV, George Sand, Casanova e do Chevalier d’Orsay, um dândi do século XIX que adorava o belo e um bom cheiro.

A boutique toda é em clima de boudoir, com sofás capitonês de veludo vermelho, madeiras escuras e uma viagem ao universo das essências de exceção.

Vale a pena a visita!

Maître Parfumeur

32, Rue de Montmorency

_


Tela de Fragonard “La fête à Saint Cloud”

O Museu Jacquemart-André, em Paris, está apresentando uma exposição bem interessante, com quadros dos grandes mestres do século XVIII que pintavam momentos românticos de galanteria.

A mostra “ Fête Galante”, com mais ou menos 60 obras, de Watteau a Fragonard, exibe obras vindas de importantes coleções públicas francesas, alemãs, inglesas e americanas, como também de colecionadores particulares.

Detalhes das pinturas “École de l’amour” e “Les charmes de la vie champêtre”, de François Boucher

Quadros de cores claras, que dão um clima bucólico, poético e leve em um décor campestre, onde acontecem cenas amorosas e se exibem figuras de dançarinos, lindas damas se divertindo e trocas de confidências.

A tela “Les plaisirs du bain”, de Nicolas Lancret, também faz parte da exposição

A exposição não poderia ser em outro espaço, quando sabemos que a coleção de pintores do século XVIII de Nélie Jaquemard e Edouard André é uma verdadeira preciosidade.

Imperdível!!

Musée Jacquemart-André

158 Boulevard Haussmann, 75008 Paris

_


O grande pianista brasileiro Antônio Santana, que mora na França há mais de 30 anos, começou a escrever um réquiem três dias após o acidente do voo AF 447 Air France Rio-Paris, em 1º de junho de 2009.

O réquiem foi finalizado em setembro de 2013, a pedido do maestro francês Jean-Pierre Lo Ré e do concertista brasileiro Rodrigo Couras. A obra desse artista, que é considerado um gênio melódico, será apresentada ao público no próximo domingo (01/06), na igreja da Trinité, em Paris.

O evento é uma digna homenagem às vitimas e seus familiares, um lindo momento de reconforto e de luz, com uma música doce e sutil. Um coro de crianças e duas harpas acompanharão o artista desde as primeiras notas, que anunciam um universo de calma e contemplação. Será cantado em três línguas: o latim, o francês e o português, para sublimar o caráter universal da obra.

Com certeza um momento único!

Église Trinité

Place d’Estienne d’Orves, 75009 Paris

Preço do ingresso: 35 euros.

_



Copa e comida boa

Os brasileiros que moram em Paris e os que estarão de passagem durante a Copa do Mundo já têm um lugar bacanérrimo pra assistir aos jogos.

Marcia Archer LLana, proprietária da tradicional brasserie parisiense Au Chien qui Fume, teve a ótima ideia de fazer um menu especial a 148 euros durante a Copa.

Ele terá aperitivo, entrada, prato principal e sobremesa. Muita caipirinha e muita torcida em frente às várias telas de plasma intaladas no restaurante para a torcida pela nossa querida Seleção Brasileira.

Vai ser, com certeza, o point do pessoal bacana que vai estar em Paris e que adora futebol.

Bora Brasil!!!!!!

Restaurante Au Chien qui Fume

33 Rue du Pont Neuf, 75001 Paris

_


Enviado por: Redação
21/05/2014 - 19:00

Paris, por Paulo Pereira

Uma novidade boa em Paris está virando mania entre os brasileiros que vêm passar uma temporada na cidade.

Fernanda Hinke, brasileira, publicitária de formação, empresária de moda quando morava no Brasil, passou uma temporada no Canadá, onde aperfeiçoou sua paixão por street art e bicicleta.

A empresária e publicitária Fernanda Hinke e sua bike

Morando em Paris há algum tempo, ela teve a ótima ideia de unir as duas coisas, criando um passeio delicioso, o “Meia-Noite em Paris by Bike”, com direito a admirar a street art em Bellevile. Super bem organizado, o passeio custa 65 euros com o aluguel da bicicleta incluído. A equipe dela se ocupa de tudo, você só tem que chegar no ponto de partida.

Os passeios acontecem de março a novembro com grupos de até 10 pessoas. É bem interessante a forma em que ela apresenta a cidade de bicicleta, em um circuito super descolado que passa em vários pontos importantes da cidade. A parada em frente à torre Eiffel para um brinde de champanhe já virou tradição.

O passeio tem parada em frente à pirâmide do Louvre

É, realmente, uma maneira inusitada de conhecer e viver um pouco da Cidade Luz à noite.

Boa pedalada!!

_

Ficou bacanérrima a nova boutique da Maison Carven na Rive Droite, em Paris, no número 8 da Rue Mahler.

Um espaço de 95m² assinado pelo arquiteto Eric Chevallier, que soube sublimar os códigos de conforto e elegância do espaço, criando uma atmosfera única e própria para as coleções do diretor criativo da maison, Guillame Henry.

Usou materiais nobres como o solo de mosaico, que se prolonga nas paredes cobertas de grandes espelhos.

Todo o mobiliário foi realizado pela Domeau & Péres, que criou bustos stockman, feitos de resina translúcida, e cadeiras com assentos forrados com estampas tradicionais da maison.

Tudo muito cool e chique, vale a pena visitar, estando em Paris.

_

Está sendo muito aguardado pelos parisienses o projeto super ambicioso do milionário francês Cédric Naudon, que vai transformar uma rua em Paris em espaço gastronômico, cultural e de design, a “La Jeune Rue”.

Cedric comprou 36 lojas em uma das ruas do Alto Marais, em torno da Rue Vertbois, e vai transformar em um endereço com comércio de proximidade, espaço cultural, confeitarias, boutique de carnes, restaurante italiano, um bar de ostras, sorveteria, bar de tapas, cinema e galeria de arte.

Para isso, ele contratou grandes nomes da arquitetura e design, como os irmãos Campana, Jaime Hayon, Tom Dixon, Paola Navone, Patricia Urquiola e Michele de Lucchi, tudo programado para ser inaugurado em meados de 2015.

Mais um endereço bacana para você conhecer em Paris.

_

Uma exposição, no mínimo curiosa, está acontecendo no museu de artes primitivas “Musée du Quai Branly”, em Paris.

Tatoueurs, Tatoués” (Tatuadores, Tatuados),  a expô criada pelos fundadores da revista Hey, relata, em imagens, toda a história do significado da tatuagem nas várias civilizações.

Uma viagem ao início da tatuagem, um fenômeno permanente e mundializado. Nas sociedades primitivas originárias dos mundos oriental, africano e oceânico, a tatuagem tinha um caráter social, religioso e místico.

Ao contrário do mundo ocidental, onde durante muito tempo a tatuagem foi marginalizada, pertencendo a gangues.

Vale muito a pena conhecer.

Até 18 outubro de 2015

Musée du Quai Branly

37 Quai Branly, 75007 Paris

_

Paris tem vários lugares secretos dentro dos bairros da cidade.

Pequenas vilas super charmosas, que hoje são habitadas por famílias com um certo poder aquisitivo, que privilegiam a discrição e a calma.

Uma das mais charmosas é a villa Mulhouse, no bairro 16, na altura do numero 86 da Rue Boileau.

É incrível a sensação que se tem de estar em um pequeno village no interior da França: lindos jardins, pequenas ruelas que fazem todo o charme do endereço, mudando completamente a paisagem urbana da cidade.

Boa caminhada na velha Paris.



Enviado por: Redação
14/05/2014 - 19:00

Paris, por Paulo Pereira

Começa, nesta quarta-feira (14/05), o 67° Festival de Cannes 2014, um dos eventos mais importantes do cinema mundial: ganhar a Palma de Ouro é uma garantia, para o diretor, da carreira de sucesso do filme. São 18 filmes de vários países em competição e, para a abertura, foi selecionado “Grace de Mônaco”, que está fora da competição, com Nicole Kidman como Grace Kelly. A família real de Mônaco solicitou à produção do filme que ele fosse classificado como ficção e não como biografia.

Como presidente do júri está a cineasta Jane Campion e o mestre de cerimônias é o ator Lambert Wilson.

O toque brasileiro no festival fica pela presença, no júri de filmes de curta-metragem, da cineasta Daniela Thomas. O evento movimenta milhões de euros  e é, também, um grande salão de negócios para as produtoras de filmes, que  aproveitam a oportunidade para sua comercialização.

Além das obras cinematográficas em competição, uma das coisas que chama a atenção do público são os figurinos das atrizes no tapete vermelho. Para garantir o sucesso, as grandes marcas montam, com uma certa antecedência, seus showrooms nos hotéis Martinez e Carlton com o que há de mais maravilhoso em termos de estilo e qualidade, na esperança de que uma das atrizes use o modelo na hora do evento. Para isso, um exército de stylists, relações-públicas e assistentes é organizado para seduzir os agentes das atrizes, a fim de convencê-las a experimentar um modelo e, se gostar, vesti-lo.

Dois estilos de showroom: o da Louis Vuitton e o de Elie Saab

As grandes marcas normalmente são solicitadas bem antes, para elaborar o vestido de algumas estrelas do cinema. Na maioria das vezes dá certo, a atriz experimenta o vestido que foi feito exclusivamente para ela e adora. Mas, algumas vezes, existem surpresas desagradáveis: a atriz muda de humor e detesta o resultado. Nessas horas, os showrooms das outras marcas podem salvar uma situação como essa.

Um grande momento da sétima arte, um festival que realça não só os diretores já conhecidos, mas lança nomes de novos talentos mundialmente.

Bom filme!

De 14 a 25/05.


Estilista brasileira ganha destaque na Elle francesa

A estilista brasileira radicada em Londres Barbara Casasola ganhou uma página inteira na revista Elle francesa. O artigo conta que ela é uma das estilistas em evidência no cenário da moda internacional e seus desfiles, na Fashion Week de Londres, recebem sempre ótimas criticas por seu estilo feminino, chique e inovador.

Seu showroom em Paris é frequentado pelos melhores compradores de multimarcas internacionais.

Recentemente, a cantora Rita Ora vestiu um lindo vestido preto longo decotado e com bolsos laterais assinado por Barbara, numa pré-estreia.

Na matéria, Barbara mostra seu guarda-roupa, com peças super elegantes e confortáveis.

Bacanérrimo!!!

_

Um dos lugares preferidos dos parisienses bacanas na primavera é o terraço do hotel Rafaël, uma vista maravilhosa da Torre Eiffel e do l’Arc de Triomphe.

É, sem dúvida, um dos terraços mais luxuosos de Paris, decorado com elegância e conforto. Lindas árvores e flores compõem o espaço, um verdadeiro jardim suspenso.

O menu é sofisticado, perfeito para casais que querem passar um momento romântico contemplando o céu de Paris e tomando um champanhe Perrier-Jouët Belle Epoque.

O terraço fica aberto de junho a setembro, das 16h às 22h.

Tintim!

Um outro terraço bacana, mas em um outro estilo, é o terraço da loja de departamentos Printemps.

Lá funciona o restaurante Déli-cieux, recentemente renovado, num espaço agradável com uma vista linda de Paris, da Ópera Garnier, de Notre Dame e da Tour Eiffel, e onde se pode descansar das intermináveis compras na loja.

O serviço do restaurante é rápido e gostoso, o que torna o espaço ainda mais convidativo. Fica aberto de 10h às 19h, e, às quinta-feiras, até 21h.

Printemps de la Maison
9 ° andar
Boulevard Haussmann

_

Cartaz da exposição com a atriz Arielle Dombasle

A galeria Daniel Templon em Paris expõe, pela primeira vez, as obras da dupla de artistas franceses Pierre e Gilles, que, para a ocasião, reuniu uma grande parte de seu trabalho dedicado ao tema Héros (Heróis).

A dupla Pierre e Gilles

Misturando a leveza e a gravidade da cultura das ruas e referências da história da arte, as obras interrogam sobre o mistério da representação dos mitos ambíguos chamados de heróis.

Mundialmente conhecidos, Pierre e Gilles desenvolvem, desde 1976, um trabalho a quatro mãos na fronteira entre a pintura e a fotografia.

Karl Lagerfeld

Seus quadros são imagens de amigos próximos, estilistas como Karl Lagerfeld , Marc Jacobs e Jean-Paul Gaultier, entre outros, assim como celebridades e artistas.

Marc Jacobs

Eles criam para cada obra um ambiente super original, um trabalho minucioso de pintura diretamente na fotografia, criando uma iconografia singular que remodela nossa paisagem imaginária.

Até 31/05
Galerie Daniel Templon
30 Rue Beaubourg

_


Uma das grandes paixões dos franceses, os grandes espetáculos de balé da Ópera de Paris, estrearam, esta semana, a “Soirée Balanchine/Millepie”,onde são apresentadas duas grandes obras, “Le Palais de Cristal”, de George Balanchine, com figurino do estilista Christian Lacroix; e o balé “Daphnis et Chloé”, do coreógrafo Benjamim Millepied, com os bailarinos estrelados Aurelie Dupont e Hervé Moreau e cenário assinado pelo artista francês Daniel Buren.

Mathias Heymann e Amandine

Mathieu Ganio e Laetitia

O coreógrafo Benjamin Millepied ensaiando os bailarinos

O espetáculo estava sendo aguardado com muita impaciência pelos amantes da dança, não só por sua beleza e seu lado grandioso, mas por ser o ultimo balé coreografado por Millepied antes de assumir a direção da Ópera de Paris, em outubro próximo. E também por ele ser o marido da atriz Natalie Portman: todo mundo se lembra do filme Black Swan (Cisne Negro), do qual ele foi o coreógrafo.

Um espetáculo de uma beleza rara, um grande momento na arte da dança.

Imperdível!

Place de la Bastille, 75012, Paris
Até 08/06




Enviado por: Redação

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline