Neste sábado (23/11), a Caçula do Centro faz uma oficina de macramê, a partir das 9h, com a artista Débora Faria, do Ateliê Le Hanger. Macramê é uma técnica manual de tecelagem que utiliza nós e pode ser transformado em vários itens, como vestidos, bolsas e acessórios de decoração.

Elisa Stecca inaugura a mostra “Ancorados”, neste sábado (23/11), no Gabinete Duílio Sartori, no Jardim Botânico, a partir do meio-dia. O título é uma alusão às esculturas suspensas no teto, que dão o tom a todos os trabalhos, inspirados nas pedras do Rio, suas serras, baías e formações rochosas. 

Nesta quinta (21/11), a Reserva abre a sua primeira loja exclusiva para acessórios, a Reserva Go, no Rio Sul, em Botafogo. São tênis, além de mochilas, relógios e perfumes.

Almir Sater faz show no Teatro VillageMall, na Barra, no sábado (30/11), acompanhado por sua viola de dez cordas, mais conhecida como viola caipira, às 21h. 

Leonardo de Souza Chaves, procurador e professor da PUC-RJ, lança o romance “Desordem”, usando como cenário a experiência como integrante do Ministério Público vinculado à defesa dos direitos humanos, no dia 04 de dezembro, na Travessa do CCBB, no Centro, às 18h.

Tem Jazz no Rivalzinho na sexta (22/11). A partir das 18h, o baterista Guga Pellicciotti convida diversos músicos do cenário do jazz, e o DJ Rodrigo Cavalcanti faz a abertura, intervalos e pós Jazz. 

O Oi Futuro apresenta o show audiovisual “Macro”, de Pedro Luís e Batman Zavareze, na quarta (20/11), no Teatro Oi Casa Grande, no Leblon, às 20h. A apresentação tem participações virtuais de Ney Matogrosso, Bianca Ramoneda, Jade Baraldo e Rubel.

Sem expor no Rio há 10 anos, Cildo Meireles faz a “Múltiplos singulares”, na Mul.ti.plo, no Leblon, na terça (19/11), às 19h. Entre os trabalhos, quatro inéditos mostrados só no dia da inauguração. Com curadoria de Paulo Venâncio, a individual traz objetos e gravuras de diferentes formatos e materiais, produzidos ao longo de 50 anos.