De Próprio Punho, por Jackie de Botton: “O que era Plano Z se tornou o Plano A”

No início do século XX, Louis e Annie la Saigne partiam rumo ao Brasil, com a missão de fechar a filial brasileira da empresa, com sede em Paris, a Mestre & Blatgé, especializada no comércio de máquinas e equipamentos. O casal de franceses eram meus bisavós, e minha avó Jacqueline, de quem eu herdei o nome, nasceu inesperadamente, no meio da viagem, na Argentina. Para…

De Próprio Punho, por Giulia Gam: “O Antunes (Filho) era o jesuíta; Zé Celso, o pagão; Gerald (Thomas), o judeu” 

Eu tinha 15 pra 16 anos; queria muito fazer teatro. Desde muito cedo, vi um espetáculo do mímico Marcel Marceau e queria fazer mímica porque eu não conseguia falar — era tímida. Então, quando vi a expressão corporal traduzida na mímica, fiquei muito encantada. Logo depois, comecei a procurar cursos, mas não tinha ainda muita coisa para jovens. Marcelo Tas, que digo ser…

De Próprio Punho, por Jorge Pontes (delegado da Polícia Federal): “Até a Lava Jato éramos como mariscos”

Hoje, fazendo um retrospecto da minha vida como policial federal, percebo que, em várias oportunidades, entrei em contato com o crime institucionalizado e pressenti, como quem pressente uma assombração, a presença da entidade. Ele, de fato, me bafejou, aqui e ali, deixando pistas de sua existência. Contudo, nessas situações, não o identifiquei como tal, pois,…