“Sou a Ana Maria, apenas Ana Maria, nem a Braga, nem a brega” Da ‘Mulher de Branco’, personagem de Ipanema, que aniversariou esta semana, falando de si.

“O seu cumprimento ‘tudo joia?’ eu dispenso”. Do marchand e antiquário Arnaldo Brenha, nesta quinta-feira (15/09), ao atender a um telefonema e ouvir essa frase. Como sabido, as joias de sua mãe, Heleninha Petraglia, foram furtadas recentemente, no apartamento dela, na Avenida Rui Barbosa.

“Se o ladrão se arrepender, sou capaz de perdoá-lo”. Do marchant e antiquário Arnaldo Brenha, nesta quarta-feira (14/09), sobre o furto das jóias de sua mãe, Helena Petraglia.

“Preciso segurar os impulsos pra não me quebrar inteira por dentro e por fora.” De Narciza Tamborindeguy, neste fim de semana, num momento “impulsivo”

“Só se for para a capa; menos do que isso, nem pensar!” De Ney Latorraca (sempre com o humor a toda), ao ser perguntado se podia ser fotografado em festa na Vieira Souto, nesse fim de semana.

“Eu é que não vou encarar isso aí.” De Paulo Rocco, ex-presidente do Sindicato Nacional dos Editores de Livros, ao ser barrado na porta do auditório da Bienal, bloqueada por manifestantes, na tarde desta quinta-feira (1º/09).

“Não existe a menor relação da paróquia com a praia nem da religião com a Banda”. Ignez Barreto, Coordenadora do Projeto de Segurança de Ipanema, sobre o desfile da Banda de Ipanema, no próximo dia 07, para comemorar os 90 anos da Paróquia Nossa Srª. da Paz.

“Saio do inferno do Atacama para o céu de Jerusalém”. De Gloria Maria, esta semana, ao deixar o deserto do Atacama, e tendo como próximo roteiro a cidade de Jerusalém.

“Meu medo é zero – pra mim, é como se fosse uma verruguinha no dedo do pé”. De Boni de Oliveira, esta semana, falando sobre o câncer de próstata descoberto recentemente, do qual está tratando.