“Creio que nem o aeroporto de Pyongyang, capital da Coréia do Norte, seja desligado para manutenção”. De empresário David Zylbersztajn, nesta quinta-feira (10/01), sobre a desculpa da Infraero para o segundo apagão do aeroporto do Galeão.

“Vai faltar afro-descendente no samba. Em compensação, Carlinhos de Jesus e Jaime Arouxa (professores de dança) vão abrir mais franquias do que farmácias em Ipanema” (muito mais do que uma em cada esquina). Do cineasta e jornalista Olívio Petit, nesta segunda-feira (07/01), defendendo maior presença de negros no carnaval.

“Vou passar a meia-noite lá embaixo”. Do prefeito Eduardo Paes, no réveillon do Copacabana Palace, dizendo que, na hora da virada, estaria no meio da multidão. E assim fez!

“Tenho que fechar meu corpo de qualquer maneira”. De Glória Maria, nesta segunda-feira (31/12), explicando a razão de se vestir de preto na noite de réveillon.

Ninguém deveria se preocupar se o parceiro transa ou não com outra pessoa. Homens e mulheres só deveriam se preocupar em responder a duas perguntas: 1. Sinto-me amado (a)?; 2. Sinto-me desejado (a)? Se a resposta for Sim para as duas, o que o outro faz quando não está comigo não me diz respeito. Da…

“Pretendo levar as crianças à praia depois da virada do ano. Tenho que organizar tudo direito com seguranças e salva-vidas, pra ninguém dizer: ‘Narcisa afoga o orfanato inteiro’”. De Narcisa Tamborindeguy, sobre programação de virada do ano com as crianças de seu orfanato Lar de Narcisa, em Duque de Caxias.

“A que ponto vai a maldade humana!” De Carlos Tufvesson, coordenador especial da Diversidade Sexual da Prefeitura do Rio, sobre o caso da transexual Roberta Nunes, que recebeu o seu crachá na empresa Claro em branco, por não poder usar o “nome social”.

“Tenho medo da malandragem, que vira folga, que vira máfia e que nos transforma em otários.” Da apresentadora Fernanda Lima, falando sobre um medo seu, em entrevista ao “saite”, nesse fim de semana.

“Você ainda colocou salto alto – sacanagem! Mas o computador depois dá um jeito: diminui você ou me aumenta”. De Zeca Pagodinho para Marisa Monte, nessa quarta-feira (05/12), durante a gravação do DVD do cantor, na Barra.

“Vida longa à Operação Lei Seca. E que venham a Operação Parar sobre a Faixa, Operação não Jogar Lixo no Chão, Operação Respeite os Ciclistas. Operação Pedestre. Entre tantas outras”. Do apresentador Luciano Huck, depois de ter sido parado na blitz da Lei Seca, nesse fim de semana, no Rio.