“Você ainda colocou salto alto – sacanagem! Mas o computador depois dá um jeito: diminui você ou me aumenta”. De Zeca Pagodinho para Marisa Monte, nessa quarta-feira (05/12), durante a gravação do DVD do cantor, na Barra.

“Vida longa à Operação Lei Seca. E que venham a Operação Parar sobre a Faixa, Operação não Jogar Lixo no Chão, Operação Respeite os Ciclistas. Operação Pedestre. Entre tantas outras”. Do apresentador Luciano Huck, depois de ter sido parado na blitz da Lei Seca, nesse fim de semana, no Rio.

“Assistir ao show da Madonna é compromisso espiritual!” Da atriz Christiane Torloni, nessa quarta-feira (28/11), perguntada sobre se iria ao show da Madonna no Rio, no próximo dia 2.

“A Atlântica é praticamente um carnaval baiano, ao ar livre, até de manhã, durante o ano inteiro”. Do empresário Marcos Carvalho, morador da Avenida Atlântica, sobre o caos da área, com brigas entre prostitutas, som alto em plena madrugada e venda de drogas, por exemplo.

“Ser magro é genético, mas manter-se magro é ter o controle, que é só seu”. Do cantor Ney Matogrosso, nesse fim de semana, em entrevista para o site

“Por que ela não escolheu logo uma bilionária, pra se dar muito melhor?” De Narciza Tamborindeguy, nesta quinta-feira (08/11), comentando sobre o golpe que uma universitária tentou lhe dar, usando documentos falsos.

“Eu não preciso ser negro para lutar contra o racismo, não preciso ser judeu para lutar contra o anti-semitismo, e você não precisa ser gay para lutar contra a homofobia”. De Carlos Tufvesson, coordenador especial da Diversidade Sexual da Prefeitura do Rio

“Pegando um busun, suado e calorento. Eu sou normal”. Do ator Luiz Fernando Guimarães, fazendo trocadilho com a série “Os Normais”, ao andar num ônibus na Bahia.

“Na sociedade, se você é magra e sexy, está tudo bem; pois eu digo: sou gorda e inteligente, e sou diva”. Da ativista liberiana Leymah Gbowee, prêmio Nobel da Paz em 2011, no 1º Seminário Mulheres Reais que Transformam, nessa terça-feira (30/10).