“Quando não via sentido em nada do que eu fazia. Ao alcançar a estabilidade financeira, sucesso profissional, por exemplo, percebi que não era isso, que faltava alguma coisa.”     De Gustavo Dale, advogado carioca sobre ter deixado a vida mundana para seguir uma vida espiritual

“Entrei porque gosto de me desafiar, abrir novos caminhos sem rede de segurança. Não tenho medo de fazer as coisas, vou lá e faço.”   Do ator Murilo Rosa, quando perguntado se ser eliminado do programa “Popstar” lhe deu forças para seguir como cantor.

“Acho que a energia agora é outra”   Do novo diretor do Municipal, Fernando Bicudo, quando perguntado como conseguiu pagar os salários atrasados dos 550 funcionários do Theatro

“Nós, cariocas, vivemos uma crise em todos os sentidos, principalmente de estima. Acho, por exemplo, que não podemos falar mal da nossa cidade; todo mundo tem que elogiar o que o Rio tem de bacana. Vamos levantar o astral?”   Do cirurgião plástico Paulo Müller, em entrevista ao site. 

“Doe-se. Pessoas verdadeiramente vivas pensam mais no que podem contribuir do que no que podem receber.”   Do professor de Cabala, Shmuel Lemle, em entrevista ao site, no fim do ano.

“Cuide do corpo. O corpo é a vestimenta da alma. Alimente-se bem, faça exercícios, valorize a vida”   Do professor de Cabala, Shmuel Lemle, em entrevista ao site, no fim do ano. 

“É um apartamento, não é uma casa de espetáculos!”     Comentário de Bruno Chateaubriand para alguns dos que pedem convite da festa de Réveillon, no apartamento de Narcisa Tamborindeguy, na Avenida Atlântica. 

“Minhas filhas puderam conhecer o verdadeiro espírito do Natal, de amor e solidariedade. Foi um Natal com sentido”     Da jornalista Glória Maria, sobre o Natal em sua casa onde recebeu duas famílias refugiadas da Síria e da Gâmbia

“Quem não tem dedicação exclusiva e know how para assumir cargo público, que não se arrisque, pois a muitos pode prejudicar”.   Do padre Omar, ao ser perguntado que mensagem mandaria ao prefeito Marcelo Crivella