‎”Tá decidido: parar no porta-malas é o novo preto”. Do jornalista de economia  Gilberto Scofield, nesta quinta-feira, dizendo que vai virar moda o caso da psicóloga Karen Tanhauser, que sumiu e foi encontrada três dias depois no porta-malas de um carro em seu prédio, no Jardim Botânico.

“Me disseram até que eu vou desfilar de biquíni. Pode uma coisa dessas?”. Da transexual Lea T., nessa segunda-feira, sobre os comentários de que desfilaria para a Rosa Chá, durante o São Paulo Fashion Week (de 28/01 a 02/02), e o que faria com o Pingolim…

“Só vou acreditar nas novelas da Globo quando aparecer uma empregada gostosa aqui em casa”. Do publicitário carioca Antonio Tabet, nesta segunda-feira, querendo que a ficção vire realidade em 2011.

“Se eu botar um biquíni no Rio, minha bunda vai parar na Internet”. De Glória Maria, explicando porque vai passar o réveillon em Florianópolis, longe das praias do Rio, onde tem sempre um fotógrafo esperando um deslize.

“Você vai estar sempre comigo porque você é como eu: faz as coisas com paixão, com alma, com amor. Adorei seu vestido rosa, mas, sendo você, poderia até ser marrom, que eu não me importaria”. De Roberto Carlos para Glória Maria, momentos antes de seu Especial de Natal, no último sábado (25/12). Como se sabe,…

“Siron, o Picasso já morreu”. De Luiz Gravatá, compadre e amigo do artista plástico, esta semana, fazendo brincadeira sobre a dificuldade em falar com Siron.

“Perdi orgulho, perdi essência, virei uma alma que só ama!”. Da atriz Cláudia Alencar, nesta segunda-feira, sobre a dedicação integral ao filho Yann Hatchuel.

“Mulheres que dizem sim são divertidas, generosas, exageradas e muito putas! E olha que não sou chegado a putas, imagine se fosse! Em tempo: mesmo as “amadoras” têm sua função social importante!”. Do empresário Ricardo Amaral, nesta quinta-feira, sobre a profissão mais antiga do mundo.

“Diversidade: vem cá, não vai ter nenhum ministro gay no governo Dilma, não? Já tá bom de mulher, né?”. De Tutty Vasques, sempre irreverente, nesta quarta-feira.

“Acredito muito em amor à primeira vista – só entre homens”.     De Nizan Guanaes, nesta segunda-feira, se dizendo encantado com a cultura do professor Milton Teixeira, dando uam força na restauração do Convento Santo Antonio, no Rio.