“Chega de arco-íris! A vida não é tão colorida assim!”. Do jornalista, webdesign e militante gay Erik Galdino, nesta segunda-feira, sobre o excesso de bandeiras coloridas nesse domingo, na Parada Gay de São Paulo.

“Eu não ia deixar pra trás a minha comissão de frente”. Da apresentadora Diana Bouth, esta semana, depois de dar uma turbinada nos seios por ter amamentado seu filho Pedro, atualmente com 3 anos.

“Bebo suco de laranja com botox quando acordo”. De Bruno Chateaubriand, nesse fim de semana, explicando sobre sua idade real (35 anos) e a que aparenta (muito menos).

“No mercado financeiro, os caras vendem a alma ao Diabo na alta… E depois recompram na baixa!”. Do apresentador de TV e humorista Paulo Bonfá, nesta sexta-feira.

“Aécio Neves já decidiu: só vai definir seu futuro político depois que completar o álbum de figurinhas da Copa. E não se fala mais nisso, ok?”. De Tutty Vasques, fazendo piada com um dos pretendentes à presidência do País, nesta segunda-feira.

“E sábia! Saiu da sarjeta para a fama! Quantas outras não têm a mesma esperança?”. Do novelista Walcyr Carrasco, sobre a cadelinha de rua que foi adotada por Miguel Falabella, nesta segunda-feira, em Ipanema, e já ganhou o nome de Lakmé.

“Estou morta. Queria saber quem foi a energúmena que inventou que mulher tinha que trabalhar. Eu tenho jornada quádrupla! E ainda tenho que estar bonita, magra, bem vestida, penteada, maquiada, atenta, bem informada e inteligente! Cansa!!!”. Da jornalista Renata Capucci, nesta quinta-feira, sobre como conseguir tempo pra ela, se o trabalho e a filha a…

“Meu pai parou de fumar e aprovou a lei que ferrou todo mundo.” De João Pedro Cabral, o Cabralzinho, comentando sobre a Lei Antifumo aprovada por seu pai, o Governador Sérgio Cabral, depois de ser flagrado fumando no banheiro do Copacabana Palace, nesse fim de semana.