“Neste fim de semana não precisamos sair de carro blindado, podemos deixar portas e janelas abertas, usar todas as joias que quisermos. Os americanos vão nos proteger”. Do fotógrafo Sergio Pagano, fazendo os cariocas lembrarem que, com a presença do Presidente Barack Obama na cidade, o Rio está seguro.

“Alguém ainda acha interessante ver presidente americano vendo capoeira, batendo palminha, acompanhando o ritmo do berimbau?” Do empresário da área de energia David Zylberstajn, nesta quarta-feira (16/03), sobre a agenda de Barak Obama, que consta uma exibição de roda de capoeira na Cidade de Deus, no próximo domingo (20/03).

“Arrumei toda a suíte, arrumei banheiro, limpei os copos, limpei tudo. Só assim, pra eu conseguir dormir”. De Luiza Brunet, neste domingo (06/03), falando de sua paranoia com limpeza. Depois do Baile de Gala do Copacabana Palace, nesse sábado (05/03), do qual foi madrinha, a modelo arrumou a suíte presidencial do hotel, onde estava hospedada.

“Amo esta cidade e vou continuar investindo para matar paulista de inveja!” Do empresário Eike Batista, no dia do aniversário do Rio. Ele se retratou depois dizendo que é para matar os gringos de inveja.

“Cuidado com ‘a Galliano’, que do jeito que o mundo está politicamente correto, você pode ser demitida por preconceito”. Da modelo paulista Marcelle Bittar, nesta segunda-feira, sobre o caso do estilista John Galliano, acusado de racismo por um casal em Paris.

“Não vem com essa, não, já sou desencalhada”. De Narciza Tamborindeguy, nessa quarta-feira, respondendo uma brincadeirinha dos atores do espetáculo “Subversões”, no meio da plateia, no Teatro do Quatro, na Gávea. Narciza  namora o jornalista Guilherme Fiúza há seis meses.

“O vestido está um luxo extraordinário”. De Jackie de Botton, uma das produtoras executivas do documentário “Lixo Extraordinário”, fazendo um trocadilho com o título do filme, sobre seu vestido, todo bordado com produtos catados no lixão do Jardim Gramacho.

“Dei um pulo acrobático de dar inveja a uma bailarina, pra fugir de uma barata”. De Glória Perez, nesse fim de semana, contando sua reação ao ver uma barata que apareceu numa gaveta em sua casa.

“O sol aqui na Bahia está tão quente que o relógio da rua diz o fator de proteção que você tem que usar!”. De Regina Casé, nesta quarta-feira, sobre o calor de Salvador.