“Se morrer na piscina, é um a menos. Vontade popular!”. De Boninho, nesta quarta-feira, respondendo aos seus seguidores no Twitter o motivo de não alertar sobre os riscos de Diana e Natalia, integrantes do BBB 11, estarem na piscina durante a forte chuva com relâmpagos e trovões.

“Sou uma descartonada”. De Costanza Pascolato, durante o SPFW, explicando que nunca tem cartões de visitas – sempre esquece de mandar fazê-los. Como visto, não são apenas apenas os cariocas que andam desprevenidos.

“Eu só quero que esse senhor, que está sabendo há muito tempo que quero meu apartamento de volta, vá embora, como todas as pessoas normais”. Da Condessa Georgina Brandolini, que está movendo ação de despejo contra João Gilberto. O cantor mora há 15 anos no seu apartamento, no Leblon, de onde não quer sair.

“E pensar que o machão Erasmo Carlos já cantou a beleza de Roberta Close sem que isso deixasse a nossa pudica sociedade assustada e sem que tivesse sua sexualidade questionada por fundamentalistas”. De Carlos Tufvesson, nesta quarta-feira, sobre a quantidade de e-mails que recebe relatando violências contra homossexuais no País.

“Esse livro só tem histórias surreais, sexuais e prazerosas”. De Narciza Tamborindeguy, esta semana, que já está escrevendo um novo livro “Ai, que delícia!”, depois de ter publicado “Ai, que loucura!” e “Ai, que absurdo!”

“Se a garota quiser um champagne antes para dar um clima, mando a garrafa pra casa dela e, quando terminar de tomar, ela vem”. Do empresário Helio Viana, nesse fim de semana, comentando sobre a sua falta de tempo, até com as mulheres, desde que começou a fazer mestrado da Fundação Getúlio Vargas.

“Ser voluntario é alma, coração e espirito! É um momento mágico que todos os problemas do dia a dia se tornam pequenos demais, principalmente quando vemos seres humanos que ainda precisam muito de aprender e saber a respeitar o seu próximo!”. De Sonia Braga, neste sábado (22/01), falando sobre o trabalho voluntário, assunto que ela…

“Se minhas calças caírem no aeroporto, será uma tragédia. Estou sem cuecas devido a cinta modeladora, que é uma espécie de macaquinho. E no avião, a barriga incha. Tenho medo de explodir!”. Do novelista Walcyr Carrasco, nesta quarta-feira, a caminho do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, para pegar a ponte aérea. O autor acaba…

“Autor de teatro, depois da estreia, vai beber. Roteirista de cinema, depois da estreia, vai beber. Colaborador de novela, depois da estreia, vai trabalhar por mais cento e tantos capítulos”. De João Ximenes Braga, nesta terça-feira, reclamando da falta de tempo durante a produção de uma novela. Ele é um dos colaboradores de “Insensato Coração”,…

“Nas sete horas e meia que fiquei na fila do Hemorio, consegui doar e me emocionei com a solidariedade do carioca: ninguém reclamou nem foi embora. Só não sabemos escolher governantes!” Da decoradora Leila Teixeira Soares, nesta segunda-feira (17/01). Por aí, pode-se ter uma ideia do tamanho das filas, proporcionais à solidariedade, obviamente.