Ilze Scamparini: gesto humanizou o JN

A maioria dos brasileiros não perde o Jornal Nacional, por que existem veículos que passam muita credibilidade, isso é sabido. Nessa segunda-feira (16/11), o gesto de Ilze Scamparini, no ar: “Peço desculpas pelo cansaço extremo, gostaria de me apresentar em melhor forma” – foi maravilhoso! Humanizou o JN, deu um ar de realidade ao jornalismo…

Blaine: artista trabalhando em fachada de loja em Ipanema

Moradores insones de Ipanema (são muitos), principalmente quem mora nas proximidades da Praça Nossa Senhora da Paz, já se acostumaram com a presença do artista americano Blaine Fontana na área. Com a ajuda de um guindaste a 12 metros do chão, o artista vem dando expediente, diariamente, quase há uma semana, sempre de 22h às…

Yara Figueiredo: evento novo dessa carioca pilhada

A empresária Yara Figueiredo (uma das mais alegres cariocas, entre todas) comemora três anos de sua loja (até aqui, de joias), em Ipanema, nesta quarta-feira (18/10), com lançamento de uma  linha de louças “My Private Collection”. Perguntada a razão de o título ser em inglês, explica que quer vender essas louças para o mundo. Os desenhos feitos…

Saudável, mas tratado como doente, preso numa clínica

O livro “Pensão Margaridas”, lançado nessa segunda-feira (16/11), na Travessa de Botafogo, conta a história do carioca João Vasconcellos, que viveu trancado em clínicas, mas sem ser doente. João era dependente químico, bebia e cheirava. Por cinco anos, tomou remédios contra um diagnóstico errado de esquizofrenia-paranoide, quando foi internado na “Pensão Margaridas” (clínica psiquiátrica), no…

Tem belga no samba – e ele põe muito carioca no chinelo

Não é essa a intenção do belga Michel Tasky, mas, certamente, muitos cariocas vão ficar envergonhados ao assistirem a seu show, segunda-feira (23/11), no Trapiche Gamboa, ao verem a naturalidade do estrangeiro interpretando antigos sambas. Naturalizado brasileiro há dois anos, Michel é um economista que está no Rio há 30 anos e, durante esse tempo,…

Seis perguntas para: Manuela Noronha, estilista

Chega o fim do ano e todas as marcas correm para lançar suas coleções de alto-verão o mais rápido possível. Com Manuela Noronha, não é assim: ela sabe que as clientes da Maria Manuela, no Leblon (naquele prédio em cima da livraria Argumento, lotado de lojas legais), esperam por suas criações no tempo certo, necessário para serem desenvolvidas com cuidado artesanal,…