Depois de Witzel, quando ouvimos alguém dizer que odeia corrupção, dá arrepio na nuca

Wilson Witzel, caso condenado, desmoralizou qualquer declaração contra a corrupção — quanto mais veemente, mais medo dá. Quando o médico pneumologista Carlos Alberto Chaves Carvalho, novo secretário de Saúde, disse não suportar corrupção, deu um arrepio na nuca (e não é de prazer!) de muita gente, por razões óbvias. Carlos Alberto, que já dirigiu grandes hospitais, como o…