Algumas curiosidades sobre as eleições no Rio

  Aqui, algumas curiosidades sobre as eleições no Rio: “O percentual de cariocas que não queria votar em ninguém foi maior do que para escolher o vencedor”, diz cientista Abstenção:  Perguntado sobre tão alta abstenção, o cientista político Maurício Santoro diz que “o percentual de cariocas que não queria votar em ninguém foi maior do que…

 Eleições municipais: as pessoas trans eleitas

Informação da Antra — Associação Nacional de Travestis e Transexuais: 18 pessoas trans foram eleitas, nenhuma delas no Rio. Em São Paulo, Erika Hilton (PSOL) e Thammy Miranda (PL), filho de Gretchen, foram eleitos vereadores. Em Aracaju e Belo Horizonte, Linda Brasil (PSOL) e Duda Salabert (PDT) foram as mais votadas, respectivamente. Ao todo, tiveram 294 candidaturas…

Cariocas já votaram em dois ex-prefeitos, como acontece agora entre Eduardo Paes e Marcelo Crivella, mas com algumas diferenças

Cariocas de 35 ou mais podem se lembrar que, em 2000, já houve disputa entre dois ex-prefeitos como acontece agora: à época, Cesar Maia e Luiz Paulo Conde concorreram à Prefeitura (com Maia vencedor), como acontece nestas eleições entre Eduardo Paes e Marcelo Crivella. Existem diferenças fundamentais: por exemplo, o Rio não vivia uma decadência, e…

Opinião, por Eduardo Affonso: errar é humano

Meteorologia e estatística são ciências que, de tanto errarem, deviam ser promovidas à área de Humanas.  Talvez se pudesse, inclusive, transformar a meteorologia num ramo da probabilística. E, claro, criar uma ciência nova, aproveitando que nenhuma das duas faz jus ao nome. Etimologicamente, “meteorologia” é o fundamento (“logos”) daquilo que está além (“meta”), suspenso no…

Treze perguntas para Mauricio Santoro (cientista político), sobre as eleições: “A crise no Rio é maior e mais séria do que a crise brasileira como um todo”

Sobre dizer que o Rio é a vitrine do Brasil ou que o Rio é o centro nervoso do País (esta última consta ser do Brizola), ninguém há de duvidar. Neste domingo (15/11), dia das eleições, vamos saber quem vai administrar essa selva perigosa e maltratada que a cidade virou. Por essas e outras, a coluna…

Opinião, por José Nazar (psicanalista): “A pandemia fez aflorar o desamparo e a fragilidade de cada um” 

A pandemia de 2020 repetiu uma cena de outrora, despertando sentimentos adormecidos na história da humanidade. Incertezas sobre tratamentos adequados, medo de contaminação, mortes, falências, demissões, desestruturação de famílias etc. Perdas de toda ordem refletiram a queda de ideais no campo da ciência, mostrando que ainda somos muito suscetíveis ao exército invisível de bactérias e…