BLOG

03/08/2018 - 17:30

Crivella: chute “inaugural” para a Copa dos Refugiados

copa-refugiados

Marcelo Crivella com representantes dos times da Copa dos Refugiados, que acontece neste sábado (04/08) /Foto: Divulgação Prefeitura

Marcelo Crivella mostrou intimidade com uma bola de futebol, pelo menos com as mãos, na abertura da Copa dos Refugiados, nesta sexta-feira (03/08), no Maracanã – que acontece pela primeira vez no Rio. O evento é um projeto da ONG África do Coração e da Agência da ONU para Refugiados e vai acontecer neste sábado (04/08), no Centro de Futebol Zico, no Recreio. No gramado do estádio, o prefeito recebeu os representantes das oito equipes competidoras com 100 atletas – e deu o chute “inaugural”, passando a bola para Jean Katumba, um dos organizadores do evento. “O Brasil conversa com todas as nações. Vivi 10 anos na África e sei a importância de ser bem recebido. Os refugiados vivem bem no Brasil, jogam bola, se integram conosco”, afirmou Crivella, dizendo ainda que, se todos ali tirassem os uniformes, passariam facilmente por brasileiros. “Nós sabemos da situação do refugiado, e este jogo não tem ganhador – todos ganham”, disse Katumba.


Enviado por: Redação
03/08/2018 - 17:00

CasaShopping: os prazeres da decoração e do Pedro Benoliel

sabrina-schuback-fernanda-marcolini-e-ligia-schuback

colagem-morar-mais

alexandre-cardim-02

cora-mader-monica-kochen-laura-taquechel-e-eva-taquechel

carminha-e-bernard-rajzman

Morar mais por menos: na primeira foto, Fernanda Marcolini entre Sabrina Schuback e Ligia Schuback; na segunda, Andre Furtado e Marcus Rondon; na terceira, Bruno e Paulo Crosman; na quarta, Alexandre Cardim; na quinta, Cora Mader, Monica Kochen, Laura Taquechel e Eva Taquechel; na sexta, Carminha e Bernard Rajzman /Fotos: Ari Kaye

Começou, nessa quinta-feira (02/08), mais uma uma edição do “Morar mais por menos”, na extensão do CasaShopping, na Barra. O evento, que tem à frente Ligia e Sabrina Schuback, segue com fôlego nesta 15ª edição, com 50 ambientes projetados por arquitetos e decoradores em 2 mil m2. A Bretton, de Marcel e Anette Rivkind, é uma das participantes, pela primeira vez. Além do esperado ali, tem o chef Pedro Benoliel, oferecendo seus prazeres – os da mesa, claro.


Enviado por: Redação
03/08/2018 - 16:00

“To Morro Land”: adesivo para classificar a “pegação”

to-morro-land-ac

“To Morro Land”: festa descolada tem adesivos para “classificar” a pegação /Foto: Reprodução

Aproveitando a volta das férias de julho, a festa “To Morro Land” (sim, uma sátira ao festival eletrônico Tomorrowland) acontece neste sábado (04/08), no Teatro Odisseia, na Lapa. Segundo os organizadores, a primeira disciplina do semestre será “estudos avançados de sarradologia. É eletiva, mas temos certeza que você a tratará como obrigatória”. Tem até adesivos de paquera: “Oi sumida”, para demostrar interesse na boca alheia; além dos coloridos vermelho (beija apenas meninas), azul (apenas rapazes), verde (tem boca, tá valendo) e rosa para avisar “tô de boa, quero apenas dançar”. No som, uma mistureba danada: funk, pop, hip-hop, pagode, sertanejo e reggaeton. A festa já tem quase 4 mil pessoas interessadas.


Enviado por: Redação
03/08/2018 - 15:00

BNegão: uma noite como DJ no Rio

bnegao-a

BNegão: cantor vai tocar como DJ no Ganjah, na Lapa, na próxima quinta-feira (09/08) /Foto: Reprodução

BNegão – do Planet Hemp e do Seletores de Frequência – vai mostrar uma pegada diferente na próxima quinta-feira (09/08), no Ganjah Lapa. Em vez de subir ao palco como cantor de hip hop, ele vai se apresentar como DJ a noite “BNegão bota som”. Segundo o convite, vai ser uma “discotecagem libertária com muito bass nacional, músicas exclusivas e bastante informação sonora. A regra é ser fora da regra”. O nome da festa foi inventado por Marcelo Yuka, para pessoas que não são DJs, mas curtem “botar um som”. Dias antes, mostrando sua versatilidade, o músico vai fazer uma apresentação em São Paulo, com o show “Canções Praieiras (e Outras Estórias do Mar)”, em homenagem a Dorival Caymmi (1914 – 2008).


Enviado por: Redação
03/08/2018 - 13:30

“Bonifácio Bilhões”: comédia volta aos palcos 40 anos depois

[nggallery id=8687]

A comédia “Bonifácio Bilhões” estreou no Teatro Vanucci, no Shopping da Gávea, nessa quinta-feira (02/08), mais atual do que nunca. Escrita e dirigida por João Bethencourt (1924-2006) em 1975, fez grande sucesso de público – a trama faz uma sátira nas entrelinhas que coloca no mesmo barco capitalistas, socialistas, pobres e ricos e foi encenada, na época, por Lima Duarte, Armando Bógus e Hildegard Angel: ficou 10 anos em cartaz. Passadas 4 décadas, o texto volta aos palcos sob a direção de Marcus Alvisi e com os atores Fernando Ceylão, Flávia Monteiro e João Camargo. “A peça propicia um grande encontro entre todos e é uma comédia altamente sofisticada, com inspiração nas peças de Feydeau e Labiche”, diz Marcus. O cenário e figurinos de Cláudio Tovar foram elogiadíssimos, inclusive pela viúva e filha de Bethencourt, Margot e Cristina. No fim da peça, coquetel para os convidados.


Enviado por: Redação
03/08/2018 - 12:50

Matemático que foi furtado no Rio vai receber outra medalha

fields

O matemático iraniano Caucher Birkar vai receber outra medalha Fields durante jantar de gala do ICM-2018 /Foto: Reprodução

O iraniano Caucher Birkar não vai para casa de mãos vazias. Depois de ter tido sua medalha Fields roubada durante a abertura do Congresso Mundial de Matemática (ICM), os organizadores do evento já providenciaram uma novinha, que será entregue neste sábado (04/08) durante um jantar de gala, no mesmo Riocentro, onde aconteceu o furto, na última quarta-feira (01/08). Durante o jantar, mais prêmios vão ser distribuídos, a medalha Chern – um aviso aos navegantes: o objeto não é banhado a ouro e não vale os R$ 15 mil da Fields – e o Gauss, para matemáticos cujos trabalhos tiveram grande impacto na tecnologia, nos negócios, ou simplesmente no dia a dia da humanidade.


Enviado por: Redação
03/08/2018 - 12:00

Chateaubriand: competição e corpinho de 20 anos atrás

bruno-cha

Bruno Chateaubriand: de volta à ginástica de trampolim depois de 20 anos /Foto: Divulgação

Depois de 20 anos longe da ginástica de trampolim, Bruno Chateaubriand , aos 42 anos, descobriu que o corpo tem memória, e volta com tudo para a modalidade. Atual presidente da Federação de Ginástica do Estado do Rio (FGERJ), ele vai participar do Campeonato Estadual de Ginástica de Trampolim, no dia 12 de agosto, na Arena Carioca 3, no Parque Olímpico – Bruno foi hexacampeão brasileiro da prática entre 91 e 98. “A sementinha ficou plantada na minha cabeça”, diz ele, que perdeu 10 quilos depois do término do casamento (de 18 anos) com o empresário André Ramos, em 2017. “Não teve a ver com tristeza, nada disso. A perda de peso foi baseada em mudanças de hábitos alimentares associada a atividades físicas”. Três fatores também ajudaram a reforçar o amor pelo esporte: ter sido padrinho do Time Brasil durante os Jogos Olímpicos, em 2016, ter carregado a tocha olímpica e ter ganhado o quadro Saltibum, do Caldeirão do Hulk, ao saltar 10 metros de um trampolim dentro de uma piscina. “Superação foi saltar aquilo; morro de medo de altura. Ginástica me traz felicidade, alegria e já está marcada na minha vida”.

O ex-festeiro não se importa com colocação em pódio. “Não viso ao resultado, estou preocupado em fazer ginástica como todos. E olha que vou competir na categoria adulto, de porte mais alto. Não vou ser máster – vai ter garoto de 18 anos”, afirma. E sabe qual sua maior alegria? Ter entrado no uniforme que usou há 20 anos! As mudanças são percebidas pelos quase 650 mil seguidores nas redes sociais, que não param de elogiar sua nova forma física. “As pessoas estão gostando, mas quero que alguém goste do meu corpo pra casar”, avisa ele, solteiro desde maio depois de um namorico.


Enviado por: Redação
03/08/2018 - 11:00

Teatro, por Claudia Chaes: “MAKURU – Um musical de ninar”

makuru-um-musical-de-ninar-foto-marian-starosta3

Mães  e pais reclamam que as crianças não dormem. As crianças querem ver o mundo, sentir o que está acontecendo. Reclamações dos primeiros. Choro e ranger de dentes dos segundos. É manha, dizem uns. É desassossego dizem outros. E os mitos que rodeiam a infância tentam, na fantasia resolver esse impasse. Essa mágica é a base de “MAKURU – Um musical de ninar”, espetáculo infantil que leva a assinatura de Tim Rescala e José Mauro Brant, no Espaço Furnas Cultural, com entrada franca.

Música ao vivo, canto, dança, gente de verdade, bonecos, personagens folclóricos foi o caminho escolhido para criar um espetáculo de encantamento. Com canções originais, ao mesmo tempo eruditas e populares, fazem com que a história cresça equilibradamente, com cenas da família e o bebê com dificuldades de sono e os seres mágicos que observam enquanto moram no telhado.

“O Makuru veio da vontade de retomar o que era essencial para mim, que estava ligado à minha história toda de vida. E, apesar de falar das cantigas de ninar, ele se liberta desse tema. Por que as pessoas têm medo desses elementos de cultura popular? Por que eles despertam tantas paixões e há tanto tempo? “Então, tem esse olhar para frente para que as pessoas pensem e se conciliem com esse material porque ele faz parte da nossa identidade”, diz José Mauro Brant, autor e diretor.

No cenário expressivo e com figurinos expressivos e totalmente adequados, o elenco, extremamente competente, formado por Ester Elias, Janaína Azevedo, José Mauro Brant e Ester Freitas, que se revezam nos papéis do mundo real e nos do mundo mágico. A fantasia e as cores ajudam a fazer com que crianças e adultos compreendam que as lendas ainda possuem um papel fundamental para nos ajudar a entender o mundo e que a fantasia ainda nos é fundamental.

Serviço:
Espaço Furnas Cultural
Sábados e domingos, sempre às 17h
Entrada Franca. Retirada dos ingressos: 1h antes do início do espetáculo

tarja-claudiachaves


Enviado por: Redação
02/08/2018 - 19:40

Carla Barros voltando à vida de designer, e com pilha

carla-c

Carla Barros: depois de trabalhar na moda por mais de 20 anos, ela volta a sua antiga paixão, o design de joias /Foto: Divulgação

Depois de trabalhar na moda por mais de duas décadas (como modelo e, depois, como consultora de moda e estilo), Carla Barros, sempre com trabalho muito reconhecido, volta a sua antiga paixão: o design de joias. “O desenho sempre esteve presente na minha vida, na faculdade de Belas Artes (UFRJ) e nos modelos que criava junto com minha amiga estilista Daniella Martins, por quase 8 anos”. Carla está naquela fase quando consolida um desejo, sabe? Apresentação e venda só com hora marcada, no Leblon – um café, uma conversa, uma tacinha, e tudo é possível – ou pelo Instagram (@carlabarros.design).


Enviado por: Lu Lacerda
02/08/2018 - 17:30

Tribalistas: show cancelado no Rio – que tal o Cacique Cobra Coral?

tribalistas-b

Tribalistas: show de Arnaldo Antunes, Marisa Monte e Carlinhos Brown é adiado no Rio /Foto: Divulgação

Nada de Tribalistas para os cariocas nesta sexta-feira (03/08), na Marina da Glória. O show foi adiado pelo mau tempo e os ventos fortes na cidade. Mas relaxe, o trio – Marisa Monte, Carlinhos Brown e Arnaldo Antunes – sobe o palco no sábado e domingo (05 e 06/08) , já que pela meteorologia, o tempo pode melhorar. A primeira turnê da história do grupo – eles lançaram o álbum “Tribalistas” em 2002 e nunca se apresentaram – começou por Salvador na última semana. “Pedimos desculpas por todo transtorno. Como nosso objetivo é sempre proporcionar a melhor experiência para o público dos Tribalistas, essa decisão foi tomada para garantir a segurança de todos”, diz o comunicado enviado pela banda. Os fãs que compraram o ingresso podem ir ao show do domingo, já os que quiserem reembolso, têm que enviar e-mail para cancelamento@eventim.com.br com o assunto “Tribalistas”. E que tal contratar o Cacique Cobra Coral? Uma permuta. Quem sabe é fã do grupo…


Enviado por: Redação