De Próprio Punho, por Christina Oiticica (artista plástica): “Nossa vida de antes, minha e do Paulo, continua quase a mesma; o que mudou foram os nossos sentimentos e a maneira de olhar o mundo”

  Como falar da pandemia, como falar das pessoas, como falar deste momento? Muito difícil, pois temos que falar de dentro e fora de nós. Penso que eu gostaria de ter crescido mais espiritualmente.  Será  que aprendi alguma coisa? Não sei — esse aprendizado é lento e difícil de medir. Como eu e o Paulo começamos…