A gincana da vacina: Eduardo Paes, Flávio Dino e João Doria

Podemos dizer — vendo de fora — que está muito divertida essa corrida de prefeitos e governadores pela vacinação da covid em seus estados/cidades. Os mais, digamos, eufóricos na corrida eleitoral, oops, da vacina, são Flávio Dino, governador do Maranhão, João Doria, de São Paulo, e Eduardo Paes, prefeito do Rio. Nesta segunda (14/06), Doria…

O projeto “Arte em Diálogo — Na quarentena”, do Museu de Belas Artes, será retomado a partir desta sexta (18/06), às 16h, com um vídeo do artista e professor Lydio Bandeira de Mello, nas redes sociais do MNBA: Facebook (/MNBARio) e Instagram (@mnbario). Aos 92 anos, o mineiro de Leopoldina continua em plena atividade.

A cantora Dorina é a convidada do projeto “Nosso Samba”, neste sábado (19/06), às 19h, no canal oficial do Sambabook no YouTube. Participações de Paulão 07 Cordas e da cantora Bia Aparecida. 

Zélia Duncan traz para o palco do Teatro Prudential, no sábado (19/06), o show do álbum “Pelespírito”, que marca 40 anos de sua carreira. Ainda sem público, a cantora vai se apresentar ao lado do poeta e músico pernambucano Juliano Holanda, seu parceiro nas 15 canções do álbum, e Webster Santos, que também assina a…

Nesta terça (15/06), vai ter encontro virtual com participação dos curadores Hélio Márcio Dias Ferreira e Marcus de Lontra Costa, curadores da mostra “Ivan Serpa: a expressão do concreto”, em cartaz no CCBB-SP até 02 de agosto. Inscrições e informações no link http://bit.ly/Encontros.

Cinco perguntas para André Ramos (maior festeiro do Rio): “As prioridades mudaram e nos forçaram a ter outro olhar sobre o que um dia foi importante”

A expressão “Petit Comité” nunca esteve entre as preferidas do empresário André Ramos, nem no Rio, nem em Paris, onde ele adora passar temporadas. Adorava, claro! Agora, imagina você, uma pessoa acostumada a dar festas e festas, de repente sem poder fazer nada há mais de um ano? A realidade é isoladinho-em-casa, na Gávea, onde…

O Dia dos Namorados inesquecível do biólogo Mario Moscatelli

“No dia dos namorados de 1990, lá estava eu fugindo do Brasil. Motivo: salvar minha vida, sentenciada à morte por contrariar interesses econômicos da especulação imobiliária que detonava áreas de preservação ambiental na Baía de Ilha Grande. Não fazia nada de excepcional como chefe do departamento de controle ambiental da prefeitura de Angra dos Reis. Apenas…