O dia D: CoronaVac x Doria x Pazuello

O assunto mais comentado deste domingo (17/01), nas redes sociais ou fora delas é, claro, a primeira dose: da vacina. A primeira CoronaVac foi no bracinho da enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, em São Paulo, ao lado do governador João Dória. Na sequência, vem “Pazuzu”, apelido dos internautas ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello…

Meio ambiente, por Mario Moscatelli: “O Rio poderia ser chamado, internacionalmente, de ‘Bostolândia'”

O Rio poderia ser chamado, internacionalmente, de “Shitland” ou, aportuguesando, Bostolândia. É uma cidade cercada por esgoto, sitiada por coliformes, por boa parte de seu litoral. Independentemente de ser ponto turístico ou não, em detrimento da turminha de sempre, que se beneficiou da degradação sistêmica, é esgoto por toda parte. Pode ser nos extremos sociais…

Leandro Hassum estreia comédia com participação da plateia: “Pode perguntar, desde que não seja assuntos baixo-astral, política ou fofoca”

Para provar a afirmação de que “família é tudo igual”, Leandro Hassum subiu ao palco do Teatro das Artes, na Gávea, nessa sexta (15/01), para a estreia da comédia “É noix família”, com histórias divertidas sobre sua própria família. Muita gente da plateia, que participa ativamente, fazendo perguntas, identificou-se em vários momentos. A sala lotou,…

Mario Moscatelli: biólogo alerta para grande vazamento de esgoto no canal do Jockey

O biólogo Mario Moscatelli, colaborador da coluna, foi conferir, neste sábado (16/01), uma prática recorrente: o derrame de esgoto na Lagoa Rodrigo de Freitas. Constatou o que acontece ali há 31 anos, desde que começou a atuar como “fiscal” informal dos absurdos que acontecem no ecossistema da cidade. “O esgoto jorra no canal do Jockey,…

De próprio punho, por Rodrigo Hatum (médico intensivista): “Jamais imaginei que participaria de uma guerra. Não é hora de deixar a guarda baixar”

 Acordo cedo, como de hábito. O barbear é costume recente, uma vez que não é possível cultivar a barba já que atrapalha a aderência da famigerada máscara N95 na face. Ossos do ofício. Não tomo mais meu anti-hipertensivo pela manhã. É uma associação que inclui diurético, e ter que interromper a rotina matinal para fazer…

Opinião, por Luiz Felipe Reis (dramaturgo): “A peça ‘Tudo que brilha no escuro’ é uma busca, um gesto de aproximação daquilo que nos faz querer continuar a viver”

Logo depois da chegada da pandemia ao Brasil e assim que entramos em isolamento social (eu e Julia Lund), a última coisa que imaginamos seria criar um novo trabalho. Isso porque vínhamos ensaiando, há dois meses, a peça “Na boca do vulcão”; então, na semana da nossa estreia no Sesc Av. Paulista, marcada para 20…