Escola do Teatro Bolshoi, em Joinville (SC), vai começar 2022 com nove carioquinhas entre os alunos

Das 40 crianças que foram aprovadas pela Escola do Teatro Bolshoi, em Joinville/SC, em seleção nesse fim de semana, nove são cariocas. Concorrentes de 13 estados brasileiros participaram, com exames médicos, fisioterápicos, musicais e artísticos. Dois são alunos do Instituto Arteiros, projeto social da Cidade de Deus, e uma aluna é do Vidançar, do Complexo…

Nove perguntas para Sônia Rodrigues (produtora): “A única maneira de fazer cultura hoje é na raça. Eu só não desanimo porque sou filha do meu pai (Nelson Rodrigues)”

Você sabe o que se passa na sua cabeça? Não no sentido figurado, mas no científico? Depois de ler “No labirinto do cérebro” (Objetiva, 2020), do neurocirurgião Paulo Niemeyer Filho, a escritora e produtora Sônia Rodrigues, filha do dramaturgo Nelson Rodrigues, ficou fascinada, ligou para o médico e comprou os direitos da publicação para o…

Retrospectiva 13 anos: Bárbara Paz

Era o ano de 2013, quando Bárbara Paz comemorava 13 anos de carreira e já eram quase 30 filmes e novelas, e um número ainda maior de peças de teatro. Apesar da longa estrada, recebeu o maior reconhecimento por parte do público e da crítica como a apaixonada e vingativa Edith, que tirou a máscara de Félix (Mateus…

Opinião, por Eduardo Affonso: Com a barba de molho

As mulheres mudam a cor do cabelo, das unhas, da boca, das pálpebras, da face. Aos homens, resta a barba. As mulheres usam salto alto, vestido vermelho, decote, fenda, renda, cinta-liga, espartilho. Aos homens, resta a barba. As mulheres siliconam os seios, lipoaspiram a barriga, embotocam o rosto, inflam os lábios, aplicam megarrér. Aos homens,…

De próprio punho, por Juliana Brizola (deputada estadual, escrevendo livro sobre a avó): “Quero provar que Neusa Goulart Brizola não foi uma coadjuvante”

Diante do que já foi contado sobre a história da minha família, cujo pano de fundo é também a história política do Brasil, quero provar que a minha avó, Neusa  Goulart Brizola (1922/1993) não foi uma coadjuvante, e, sim, uma mulher submetida a muitas provas, sempre corajosa e ativa. Estou iniciando o projeto de escrever…