O projeto Chega de Saudade presta uma dupla homenagem nesta terça-feira (30/07), no Teatro Ipanema: Zezé Motta lembra Elizeth Cardoso, dividindo o palco com Sérgio Dumont, que comemora o centenário de Vinícius de Moraes.

Paulinho da Viola inaugura a série de shows “Ô Abre Alas”, em benefício da SBAT (Sociedade Brasileira de Autores Teatrais). A apresentação é nesta segunda-feira (29/07), às 21h, no Theatro Net Rio, em Copacabana, e faz homenagem a Chiquinha Gonzaga.

Aclamado por críticos e pelo público, o pianista Arthur Villar tem realizado concertos com os 24 prelúdios e fugas de Bach em salas do Brasil, Estados Unidos e Europa. O próximo é em Portugal: nessa quarta-feira (31/07), no Palácio Foz, em Lisboa, como parte do projeto Música no Museu Internacional.

A terceira edição do evento “À mesa com a gente” acontece nesta terça-feira (30/07), às 19h30, no The Line Gourmet e Lounge, no Centro. Tem debate com a pesquisadora Beth Goidanich e degustação com o chef Daniel Borges. As reservas devem ser feitas pela internet.

Um aplicativo só para agendar consultas em salões de beleza, clínicas de estética e spas – que mulher não gostaria de experimentar? O Trinks.com pode ser baixado gratuitamente em Ipad, IPhone e sistema Android.

Cordas dão o tom do Música no Museu em agosto

Imagine o som envolvente das cordas – violões, violinos, violoncelos e contrabaixos. Bacana, não é? Então, anote a dica: estes instrumentos são o destaque na programação de agosto do projeto Música no Museu. Serão 26 concertos no Rio, três em São Paulo, um em Porto Alegre e outro em Viena, na Áustria. Uma pequena mostra…

Programa bacana em São Paulo: a Pinacoteca, na Praça da Luz, apresenta a exposição “Dois momentos”, com 24 obras – pinturas, objetos e instalações – do artista plástico Gilberto Salvador. São peças que retratam desde a reação ao Golpe de 64 até uma reflexão sobre os dias atuais. Em cartaz até 17/11.

Teatro, por Claudia Chaves: Cine Monstro – O bicho papão pode te pegar

Tudo muito informal. Cool and clean. Uma situação daquelas conversas que começam com assuntos totalmente lugar comum e criam uma intimidade entre pessoas que jamais se viram. Você é interlocutor da conversa, mas, de repente, vira espectador, totalmente excluído. O narrador fica lá: falando, falando, contando, contando. E seus olhos vão crescendo; sua atenção redobra,…