freiras-a

Mosteiro de Nossa Senhora dos Anjos: as Irmãs Clarissas enclausuradas (livres das nossas prisões) na Gávea fazem festa para Santa Clara /Foto: Lu Lacerda

Enclausuradas, as 26 freiras do Mosteiro de Nossa Senhora dos Anjos, na Gávea, chamadas de Irmãs Clarissas, só saem de dois em dois anos para votar – está quase na hora! Mas fazem seus eventos, como neste sábado (14/04), em que é comemorado, com uma missa, o “Jubileu de Prata de vida monástica Clariana” de Maria Izabel do Amor Divino (Izabel Soares Rocha), ou seja, 25 anos dedicados à Santa Clara e ao convento.

Elas vivem trancadas, sim, mas têm até e-mail, site e WhatsApp para resolver problemas urgentes; e quatro delas têm permissão para sair e ir ao banco, farmácia, mercado ou correio. Madre Maria Pacífica de Jesus Crucificado (Gláucia Garcia de Almeida), a Abadessa do Mosteiro, é a freira mais antiga em atividade por ali, com 83 anos, sendo 62 de vida religiosa – uma delas, de 96 anos, está internada com a saúde frágil. Tem também a irmã Therezinha, à frente de qualquer acontecimento, como batizado, casamento ou missa de Sétimo Dia.

Elas se revezam no trabalho de limpar o prédio, cuidar do cemitério com 12 jazigos, da horta e produzem artesanatos, como velas, cartões, pinturas e bordados para ajudar nas finanças, além das doações. No restante do tempo, elas rezam pela humanidade durante sete horas intercaladas com as tarefas. É ou não é para morrer de amores?

Share
Enviado por: Lu Lacerda

Os comentários estão fechados.


SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline