15/03/2011 - 16:59

Falta verba para beatificação de Irmã Dulce

Tem sido uma verdadeira via-crúcis para o padre Manoel Filho, coordenador da Pastoral de Comunicação da Arquidiocese de Salvador, captar recursos para a cerimônia de beatificação de Irmã Dulce, marcada para o dia 22 de maio. A pouco mais de dois meses do evento, ainda não há verba em caixa, e a organização intensifica a procura por patrocinadores. Um altar-monumento será montado no Parque de Exposições de Salvador e servirá de cenário para as 300 vozes do coral dos Movimentos da Arquidiocese de Salvador. O custo da cerimônia está orçado, segundo estimativas da organização, em R$ 300 mil – R$ 50 mil a mais do que a solenidade de beatificação da Irmã Lindalva, realizada em 2007, também em Salvador. Sem poder custear toda a festa, o Governo da Bahia vai dar apoios logístico, médico e de infraestrutura.


Enviado por: Lu Lacerda