siron-franco-monta-exposicao-na-embaixada-do-brasil-em-roma

asec-2

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

No alto, o chão recoberto de espelhos quebrados; no centro, a colagem Século 20; acima, outro trabalho da exposição “Attenzione Fragile”, o trabalho intitulado Século 21 / Fotos: reprodução

O artista plástico Siron Franco abre na próxima terça (27/06), na Embaixada do Brasil em Roma, no Palácio Pamphilj, a exposição “Attenzione Fragile” (Atenção Frágil). A mostra, inédita, vai causar impacto: sobre o chão, repleto de espelhos quebrados, serão colocadas 59 esculturas em resina. Em outro ambiente, uma rede de malha, laminada a ouro, vai representar a violência. A exposição tem como intenção retratar a fragilidade das relações humanas e entre os países numa época em que, paradoxalmente, estamos cada vez mais interconectados.

Siron também fez duas colagens em computador sobre o quadro de Francis Bacon “Papa Inocêncio X”. Numa delas, chamada de Século 20, o artista inseriu a conhecida imagem da garota Kim Phuc, correndo nua numa estrada do Vietnã, em 1972, depois que sua aldeia sofreu um bombardeio com napalm. Na outra, intitulada Século 21, a foto do menino sírio refugiado, que morreu numa praia da Turquia. Para quem passar pela Itália, a mostra fica até 21 de julho e depois segue para Londres, Washington e para o Líbano.

Share
Enviado por: Marcia Bahia

1 comentário para "Siron Franco: imagens fortes na exposição que será aberta em Roma"

  1. 29/06/2017 - 21:19 Enviado por: vanda cristina alves nogueira

    nascer gente é sorte, deixar de se-lo logo na infância é doloroso.