Paris, por Paulo Pereira

16/05/2018 - 11:00

nota-1

Paris é uma cidade antiga, mas que se renova sempre, e a época para mostrar tais novidades é sempre no verão. Este ano, não vai ser diferente: vários lugares novos para os turistas aproveitarem mais ainda da cidade durante sua viagem. Vamos começar com uma novidade boa pro paladar: uma rua dedicada a gastronomia e arte, que será inaugurada dia 21 de junho. Nesse endereço, vários grandes chefes de cozinha criaram seus espaços dedicados à boa comida e bebida francesas. Cave a vins, pelo chefe Yannick Allen; Daily Pic, por Anne-Sophie Pic’ Salão de doces e chocolates, por Pierre Hermé; Boulangerie, por Thierry Marx; street food com frutos do mar, por Olivier Bellin; e, como não poderia faltar, queijos divinos na fromagerie Barthélémy. Vocês podem imaginar as delícias que vamos encontrar por ali! É visita obrigatória.

Beau passage
14 – Boulevard Raspail 53/57 Rue de Grenelle-83/85 Rue du Bac – 75007 – Paris

—————————————————————————————————————————————

nota-2

O outro espaço é a rua que virou praça, com deliciosos pequenos restaurantes e muito verde, no coração do bairro do Marais, ao lado da famosa Rue de Rossiers, com seus restaurantes de Falafell. A rua passou a ser de pedestres, como uma pracinha de cidade do interior, extremamente charmosa e aconchegante, sempre cheia de gente bonita.
Mais um endereço para descobrir na sua próxima viagem a Paris.

Praça Rue des Hospitalieres- Saint-Gervais – 75004 – Paris

—————————————————————————————————————————————

nota-3

O terceiro endereço é um pouco mais longe, em Versailles, onde acaba de ficar pronta a renovação do Hameau de la reine Marie-Antoinette, espaço privado que o rei lhe ofereceu para descansar da vida agitada da corte. A renovação foi completa e está aberta ao público a partir deste mês. Um passeio no tempo, em um lugar cheio de histórias da realeza francesa. Você vai sentir-se a própria rainha visitando seu pequeno castelo privado.

—————————————————————————————————————————————

nota-4

O Centro Pompidou apresenta um linda exposição dedicada aos artistas avant-garde russos, de 1918 a 1922, com três nomes fortes: Marc Chagall, El Lissitzky e Kasimir Malévitch – assim como arquivos dos estudantes da Escola de Vitebsk, criada em 1918 por Chagall, Vera Ermolaeva, Nicolai Souietine, LLia Tchachnik, Lazar Khidekel e David Yakerson. São 250 obras e documentos que retratam, pela primeira vez, os anos pós-revolução, quando, longe das metrópoles russas, a história da arte manifesta-se em Vitebsk. Imperdível!

Chagall, Lissitzky, Malévitch. L’avant-garde russe à Vitebsk (1918-1922) –
Até 16 de julho 2018
Centre George Pompidou – Paris

—————————————————————————————————————————————

Visite também parisporpaulopereira.com

tarja.paulopereira

Share
Enviado por: Redação

Deixe um comentário