Foto de:

Fábio Porchat cumpriu o que anunciou em novembro passado e fez, nessa segunda-feira (13/03), a entrega do “Prêmio do Humor”, no Teatro Rival. Totalmente bancado com recursos próprios do comediante, que somaram R$ 25 mil, o evento destacou vencedores nas categorias espetáculo, texto, diretor, performance e especial.

Fã de Lúcio Mauro, Fábio fez um discurso altamente elogioso e emocionante antes de entregar o troféu para Lúcio Mauro Filho, que recebeu pelo pai, com problemas de saúde. O comediante paraense, que faz 90 anos nesta terça-feira, também teve sua trajetória de mais de 50 anos e sua importância para o humor nacional lembrados pelo ator Bruno Mazzeo.

Quem também não pôde comparecer à cerimônia foi Gregório Duvivier, que está viajando, mas seu pai, Edgar Duvivier, estava lá para aplaudir a vitória de “5x Comédia”, que tem entre os autores Gregório e mais Julia Spadaccini, Antonio Prata, Jô Bilac e Pedro Kosovski.

Marcos Caruso levou o troféu de Melhor Espetáculo pelo monólogo “O Escândalo Philippe Dussaert”, e, no palco, agradeceu surpreso, já que o texto não é totalmente cômico: “O humor salvou um texto que no Brasil poderia ter dado completamente errado”.

Regina Casé não perdeu a oportunidade de brincar com o engano acontecido na festa do Oscar, e, antes de declarar o projeto “Rival Rebolado” como ganhador do Prêmio Especial, anunciou: “O vencedor é… La La Land!“. Outro momento divertido da noite foi quando Osmar Prado, encarregado de entregar o Prêmio de Performance para Thalita Carauta, foi anunciado como o vencedor por Fábio Porchat – e, continuando na brincadeira, fez um discurso engraçadíssimo de improviso. O troféu de Melhor Direção, anunciado por Miguel Falabella, ficou com Cristina Moura, diretora de “Nu de Botas”.

Veja abaixo a relação dos concorrentes e os ganhadores em negrito:

Espetáculo:
O Escândalo Philippe Dussaert”;
“5x Comédia”;
“Myrna Sou Eu”.

Texto:
Julia Spadaccini, Antonio Prata, Jô Bilac, Pedro Kosovski, Gregório Duvivier (“5x Comédia”);
Saulo Queiroz (“As Malditas”);
Tati Bernardi (“Meu Passado Me Condena”).

Direção:
Cristina Moura (“Nu de Botas”);
Daniel Herz (“Acorda Pra Cuspir”);
Elias Andreato (“Myrna Sou Eu”);
Monique Gardenberg e Hamilton Vaz Pereira (“5x Comédia”);
Inez Viana (“Meu Passado Me Condena”);
Éber Inácio (“Virou O Que Virou”).

Performance:
Thalita Carauta (“5x Comédia”);
Fabiula Nascimento (“5x Comédia”);
Bruno Mazzeo (“5x Comédia”);
Éber Inácio (“Virou O Que Virou”);
Marcos Caruso (“O Escândalo Philippe Dussaert”);
Stella Miranda (“Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos”);
Pedroca Monteiro (“Sucesso”);
Nilton Bicudo (“Myrna Sou Eu”).

Especial:
Projeto Rival Rebolado (ideia e concepção do projeto);
Marcelo Olinto (pelo figurino da peça “A Invenção do Amor”);
Cia. Limite 151 (pelos 25 anos prestigiando a comédia).

Veja fotos na Galeria.

Share
Enviado por: Marcia Bahia

Deixe um comentário