didier-lockwood-na-candelaria-beto-figueiroa

CONCERTO LAURA PERRUDIN

russo-passapusso-e-paulo-flores-gustavo-otero

criolo-no-camarim-rogerio-von-kruger

Na primeira foto, o violinista Didier Lockwood, na Candelária; na segunda, a harpista francesa Laura Perrudin, na Igreja do Outeiro da Glória; na terceira, o bailarino Russo Passapusso e o compositor angolano Paulo Flores, no Museu da República; na quarta, o cantor Criollo, uma das atrações da festa “Isso é coisa de preto”, na Marina da Glória / Fotos: Rogerio Von Kruger; Beto Figueiroa; Gustavo Otero

O Mimo Festival, nesse fim de semana, com música, cinema e arte em três dias de evento em vários pontos do Rio. Com tudo que os cariocas amam em uma festa só, já era de esperar que fosse ficar bem cheio, mas o sucesso foi ainda maior. Odeon lotado, Marina da Glória lotada, até igrejas lotadas – isso mesmo, quem não foi pela fé, foi pelos shows ou por ambos.

Entre os destaques no evento, estão: a harpista francesa Laura Perrudin, que emocionou o público no Concerto que fez na igreja do Outeiro da Glória; o cantor e compositor angolano Paulo Flores no Museu da República; o violinista Didier Lockwood, na Candelária; o cantor Criolo e os rappers Emicida e Rael, na Marina da Glória.

Share
Enviado por: Redação

Deixe um comentário