Foto de:

Luis Erlanger, desde que deixou a direção da CGCOM (Central Globo de Comunicação), é um homem dedicado às artes. Nessa terça-feira (24/10), foi a estreia da sua primeira peça autoral, “Agora e na hora”, no Teatro Fashion Mall, em São Conrado. A direção é de Walter Lima Jr. com André Gonçalves, Amandha Lee e Rodolfo Mesquita vivendo 13 personagens – isso mesmo, 13.

À primeira vista, a história de um padre devoto, cuja fé é posta à prova diante de uma doença terminal, pode parecer uma tragédia sobre dogmas religiosos, mas, no decorrer da peça, todos logo percebem o humor. Erlanger diz que aproveitou o fato de um sacerdote pregar a vida eterna, para passar a mensagem que queria: “É ‘risível’ a forma patética como nós ainda nos consideramos seres superiores na natureza e esperamos um tratamento especial por parte dela ou por quem está no seu comando. Aproveitei para questionar se um sacerdote que acredita e prega a vida eterna permaneceria tão convicto e sereno diante da iminência da própria morte”, diz.

“Agora e na hora” está no Rio para curta temporada, até o dia 19 de novembro.

Share
Enviado por: Lu Lacerda

Os comentários estão fechados.