fatima-de-abreu-brizola-e-hilton-berredo

daniel-senise-e-marcos-chaves

lucio-salvatore-e-constanc%cc%a7a-basto-1

evangelina-seiler-hilton-berredo-e-claudia-saldanha

Na primeira foto, Fátima de Abreu Brizola e Hilton Berredo; na segunda, Daniel Senise e Marcos Chaves; na terceira, Lúcio Salvatore e Contança Basto; na quarta, Evangelina Seiler, Hilton Barredo e Claudia Saldanha / Fotos: Marco Rodrigues

Depois de 20 anos desde a sua última individual, o artista plástico carioca Hilton Berredo acaba de inaugurar a exposição “Hilton Berredo – dos anos 80 às obras recentes”, no Paço Imperial, no Centro. Com abertura para convidados nessa quarta-feira (21/03), a mostra tem 87 trabalhos, um mix entre as conhecidas pinturas sobre borracha, óleo sobre tela, arte em PVC e outras pouco apresentadas antes. “Pondo fim a uma ausência de duas décadas desde a minha última exposição individual, resolvi fazer uma seleção dos trabalhos que guardei comigo em 40 anos”, diz o artista. Pelo espaço, os icônicos trabalhos em borracha (1983/89) – destaque para “Maré Vermelha” -, que fizeram dele um dos mais renomados da Geração 80, assim como a recente “O Quinto”(2018). No dia 7 de abril, Berredo vai comandar uma visita guiada, às 15h. A exposição fica aberta ao público até o dia 27 de maio.

Share
Enviado por: Redação

Os comentários estão fechados.