Foto de:

Gustavo Nunes, produtor cultural muito querido, festejou seu aniversário, esse fim de semana, no Solar das Palmeiras, em Botafogo, com uma festa realmente inclusiva, que chamou de “Camaleão”. Além de ter chamado profissionais que estão precisando ter seu trabalho conhecido – o bufê, por exemplo, foi feito por jovens que saíram do Degase e estão aprendendo a cozinhar no Instituto Masan, as recepcionistas eram duas lindas refugiadas no Rio, a congolesa Mireille Mulanga e a gambiana Mariama Bah – os convidados não tiveram que pagar nada pela noite.

Muitos artistas conhecidos se apresentaram de graça, anunciados por Pedro Werneck, do Instituto da Criança: Danilo Caymmi, Lan Lanh, Tacy de Campos (que interpretou Cassia Eller no teatro), e a atriz Evelyn de Castro, que faz a Miss Penn Taylor do musical “Vamp”. O jornalista Christovam Chevalier declamou poesias do seu livro “No escuro da noite em claro” e Cássia Kiss cantou  o “Feliz Aniversário” composto por Villa-Lobos, com letra de Manuel Bandeira. A atriz ainda recitou a letra da música de Gonzaguinha, “Um homem também chora”. No final, em vez de “Não dá para ser feliz”, tirou o “não” da frase, bem de acordo com o astral da noite. Veja fotos na Galeria.

Share
Enviado por: Marcia Bahia

Os comentários estão fechados.