BLOG - MODA, por Bebel Schmidt

04/08/2016 - 19:30

Moda, por Bebel Schmidt: o esporte na Moda

col

O esporte na moda

O esporte na moda ganha cada dia mais espaço – não só pelo ‘lifestyle” como também pela releitura dos anos 80. Além de ser prática e confortável, muitas vezes usada com alfaiataria e tecidos mais encorpados, essa tendência pode ser usada à noite.

Agora que estamos vivendo intensamente o momento olímpico, nada mais natural ver essas peças nas ruas e nas vitrines. Muitas marcas fizeram coleções cápsulas sobre esse universo.

Já tinha feito um post aqui sobre a jaqueta Bomber (megatendência de esporte), que voltou com tudo: detalhes como listras localizadas e números, tênis nas produções. Vamos pôr nosso espírito olímpico nas nossas produções e torcer com muito estilo!

col 2

col 3

col 1

col 4

Coleção cápsula da Bianca Gibbon

col 5

Coleção cápsula da Bobstore

___________________________________________________________________________________

Visite também o isfashionmag.com.br

Bjkss
Bebel

___________________________________________________________________________________

tarja.bebelschmidt


Enviado por: Redação
07/07/2016 - 19:00

Moda, por Bebel Schmidt: Coleção de Verão – Tendências chegando

col esta

Essa é a minha aposta para a cartela de cores do Verão: Estampas (florais)

As coleções de Verão já começaram a chegar às lojas.
Aqui, na nossa coluna, algumas tendências para ficar de olho !

Nessa estação, a peça principal que se fortaleceu e não vai passar despercebida e vem com tudo é a jaqueta Bomber – muito usada nos anos 80, mas que já esteve presente em outras coleções.

col bom

Bomber

Brilhos … principalmente lurex e metalizados terão seu espaço.

col saia

Brilho metálico

Fique atento também aos diversos tons de rosa; essa gama vai do rosa seco ao rosa mais forte.

col rosa

Cores (rosas)

Mais é mais! Verão, então, nem se fala!
Com estampas coloridas (principalmente florais, incluindo estilo Liberty), alças de bolsas cheias de informações, bijoux grandes, sapatos Oxford (estilo masculino ) prateados..
Enfim, vamos abusar da alegria dessa estação.

col bol

More is More (alças)

col oxford

Oxford

col lis

Listras

Lembrando que sempre deve considerar seu tipo físico e sua personalidade.

___________________________________________________________________________________

Visite também o isfashionmag.com.br

Que venha o Verão !
Bjkss
Bebel

___________________________________________________________________________________

tarja.bebelschmidt

 


Enviado por: Redação
23/06/2016 - 19:30

Moda, por Bebel Schmidt: as tendências para o verão 2017 do Rio Moda Rio

bebel 1

Estamparias de Alessa e The Paradise

bebel 2

Estampas e aplicações de Isabela Capeto

Na última semana do Rio Moda Rio, no Píer Mauá, 14 marcas movimentaram a semana de moda carioca com desfiles a céu aberto, em salas fechadas e em stands. Na programação: gastronomia, shows e palestras. Dentro do conceito See Now, Buy Now (Veja Agora, Compre Agora), algumas grifes disponibilizaram suas coleções apresentadas na passarela ainda durante o evento, mesmo que algumas marcas tivessem repetido coleções, vistas em outros estados e em outras semanas de moda, como no SPFW. Durante três dias, o evento, cujo objetivo foi democratizar o acesso à moda e ser uma plataforma que não se encerra em apenas alguns dias, recebeu um público de 22 mil pessoas, número inesperado até mesmo pela organização. Confira, a seguir, os highlights das passarelas.

bebel 3

Listras de Isabela Capeto, estamparias de Blue Man e listras de Martu

bebel 4

Plumas, transparência e franjas de Martu

 

ESTAMPARIA - KENNY NIEMEYER

Desfile de Lenny Niemeyer

As marcas mostraram suas coleções para o Verão 2017. Franjas de diferentes tipos e em diferentes lugares (sapatos, vestidos, saias) foram destaques nos desfiles de Isabela Capeto e Martu; os comprimentos, longos e soltinhos – em vestidos e em saias longas, tudo bem num estilo carioca – estavam nas passarelas da Maria Filó e Patrícia Viera; estamparias figurativas ou geométricas apareciam em voga na Alessa, Lenny Niemeyer, Blue Man e The Paradise; a alfaiataria dominou os desfiles de Ivan Aguilar e Osklen, enquanto cortes e recortes estavam na Blue Man; listras bi ou coloridas dominaram os desfiles da Maria Filó, Mara Mac, Isabela Capeto (que também investiu nos bordados, aplicações e tules) e Martu; a transparência ficou para Alessa e, novamente, Martu, que também mostrou muitas plumas dando leveza aos modelos; o bordado ficou para Lino Villaventura e Andrea Marques.

___________________________________________________________________________________

Visite também o isfashionmag.com.br

Agora é aproveitar as dicas das tendências e se jogar no estilo!
Bjkss
Bebel

___________________________________________________________________________________

tarja.bebelschmidt


Enviado por: Redação
09/06/2016 - 19:02

Moda, por Bebel Schmidt: a moda ‘upcycling’ de Gabriela Mazepa

GABRIELa1

Em uma das minhas colunas anteriores, já havia mencionado o upcycling – metódo de transformar materiais que já existem em produtos novos, sem passar por um processo de reciclagem. Mas como a moda sustentável está cada vez mais em alta nessa maratona de transformações da indústria, hoje falo de uma talentosa empreendedora e estilista curitibana que desde pequena se envolvia com tecidos no ateliê de sua mãe.

Gabriela Mazepa foi estudar fora, chegando a ser finalista do prêmio British Council IYFE (International Young Fashion Entrepreneur) e, em 2012, ao retornar para o Brasil, lançou sua marca homônima, em que todas as peças produzidas são feitas com a técnica do upcycling.

gabriela2

O esquema é o seguinte: tudo o que for excedente da indústria ou roupas de brechó, ela transforma em roupa nova. Com um processo criativo que foge do tradicional, Gabriela e sua equipe demonstram a preocupação com o consumo consciente e cada peça transborda criatividade.

Além disso, ela tem um projeto chamado Re-Roupa, que nada mais é do que oficinas em que ela repassa seu conhecimento no ramo para pessoas e empresas.

gabriela3

Marcas como Farm, Roupa Livre e até o Instituto Europeo di Design (IED) já colaboraram com a estilista. As peças “upcycled” criadas por ela são vendidas tanto online, quanto em lojas pop-ups e eventos de criadores. Para mandar sua peças velhas para serem recriadas, é só entrar em contato com sua equipe pelo site Gabriela Mazepa.

Visite também o isfashionmag.com.br

Até a próxima!
Bjkss
Bebel

tarja.bebelschmidt


Enviado por: Marcia Bahia
26/05/2016 - 19:01

Moda, por Bebel Schmidt: o mundo artsy de Olivia Lambiasi

foto 8

Fotógrafa por formação e artista plástica por vocação, Olivia Lambiasi transforma a mesmice de bolsas de grifes numa moda artsy. Sobrinha dos artistas plásticos Elizabeth e Eduardo Prado, começou a se dedicar à pintura logo após se formar e, desde então, vem customizando bolsas e acessórios de marcas luxuosas como Chanel, Hermès, Goyard, Louis Vuitton e Rolex.

relo

Conheci a Olivia em São Paulo e me apaixonei pelo trabalho dela. Afinal, nada mais cool e moderno do que personificar suas coisas com bastante cor e criatividade, como a artista vem fazendo. É bom ter em mente que a pintura é definitiva, então não rola de enjoar do colorido e querer voltar pra cor tradicional da sua peça, já que as bolsas são pintadas com tinta para couro, portanto, não tem volta. O que você pode fazer, caso não queira mais aquela customização, é investir em uma outra pintura por cima. Dependendo do tamanho e tipo de arte, o trabalho pode demorar horas e o preço não é tabelado.

foto 6

A primeira cliente oficial foi Marcella Tranchesi e, desde então, a lista vip não para de crescer. Aliás, Olivia também desenvolveu uma coleção para a Not Your Basic Denim – marca de jeans customizado com desenhos bem-humorados, que chegou ao mercado brasileiro este mês. As seis jaquetas fizeram tanto sucesso que já se esgotaram no e-commerce da marca.

jaquetas

Vale a pena investir no trabalho dessa artista super dedicada, criativa e talentosa!

foto 10

Visite também o isfashionmag.com.br

Até a próxima!
Bjkss
Bebel

tarja.bebelschmidt


Enviado por: Marcia Bahia
12/05/2016 - 19:16

Moda, por Bebel Schmidt: Veste Rio movimenta o mercado de moda carioca

Preparações no primeiro dia do evento

A preparação para o primeiro dia de evento: o Veste Rio vai até sábado, na Marina da Glória / Foto: divulgação

Começou nessa quarta-feira (11/05), na Marina da Glória, o Veste Rio, evento de moda realizado pela Vogue Brasil e o Caderno Ela, do jornal O Globo, que conta com feiras, workshops, palestras, shows e outlets. São mais de 90 marcas mostrando seus produtos para a próxima temporada e diversos profissionais da área dando workshops e palestras. Além de compartilhar conhecimento, o evento promete alavancar a indústria e fechar negócios entre empreendedores.

Muito brilho nas peças da coleção de inverno da Helô Rocha

Muito brilho nas peças da coleção de inverno da Helô Rocha

Nos outlets, mais de 60 grifes – tradicionais e novas – oferecem peças específicas das últimas coleções a preços camaradas: os descontos chegam até 70%. Nas palestras, os assuntos variam desde o fim da divisão entre estações (a exemplo da marca The Paradise, de Thomaz Azulay) até o lançamento de coleções junto com os desfiles – o “see now, buy now”. No final da tarde de cada dia, a partir das 18h30, serão realizados encontros na área de convivência e o público poderá saborear quitutes de food trucks, como o Sud Dog, cachorro-quente na baguete, e o “bolo molhado”, bolo de chocolate amargo com calda de chocolate quente; delícias do Aconchego; sanduíches suculentos do Gula Gula; os sorvetes tropicais da Mil Frutas; e a tapioca da Tapioca Maravilha, entre outros.

Outra iniciativa bacana do Veste Rio foi o que o e-commerce Shop2Gether fez: o espelho interativo. Depois de mapeado o corpo do cliente, ele é vestido virtualmente com looks que têm a curadoria da Vogue. Depois, basta acessar o site para comprar as suas peças preferidas.

- Uma das mais estreladas chefs brasileiras, Roberta Sudbrack, está presente no Vest Rio com o seu food truck Sud Truck: cachorro-quente na baguete, e o "bolo molhado" (bolo de chocolate amargo com calda de chocolate quente)

Uma das mais estreladas chefs brasileiras, Roberta Sudbrack, está presente no Veste Rio com o seu food truck Sud Truck: cachorro-quente na baguete e o “bolo molhado” (bolo de chocolate amargo com calda de chocolate quente)

Nesta sexta-feira (13/05), às 11h, a diretora da Vogue Brasil Daniela Falcão mediará a palestra “Como transformar a moda num grande negócio”, com os palestrantes Alexandre Birman, Marcello Bastos e Roberto Jatahy; às 14h30m, Laja Zylberman, Joana Nolasco, Paula Acioli e Alessandra Marins falarão sobre “O que é o estilo carioca e como conquistar o consumidor da cidade?”, palestra mediada por Renata Izaal. A estimativa é de que 10 mil pessoas passem pelo evento.

Confira a programação dos próximos dois dias de Veste Rio:

Dia 13

11h: Como transformar a moda num grande negócio

Palestrantes: Alexandre Birman, Marcello Bastos e Roberto Jatahy. Mediação: Daniela Falcão

Local: Auditório

14h30m: O que é o estilo carioca e como conquistar o consumidor da cidade?

Palestrantes: Laja Zylberman, Joana Nolasco, Paula Acioli e Alessandra Marins.

Mediação: Renata Izaal

Local: Auditório

15h45m: O fim da sazonalidade na moda

Palestrantes: Claudia Jatahy e Patricia Viera.

Mediação: Daniela Falcão

Local: Auditório

17h: Moda na TV — Marília Carneiro e 40 anos de figurino na TV Globo

Palestrantes: Marília Carneiro. Apresentação: Renata Izaal

Local: Auditório

18h30m: Quer trabalhar com moda? Bons conselhos para chegar lá.

Palestrantes: Vitorino Campos, Sandro Barros e Lolita Hannud. Mediação: Daniela Falcão

Local: Área de Convivência

20h: show de Paula Toller

 

DIA 14

11h: Novas ferramentas de marketing na moda, e-commerce e redes sociais

Palestrantes: Igor Fidalgo, Renata Valois.

Mediação: Renata Izaal

Local: Auditório

14h30m: Tendências de joias na moda carioca

Palestrantes: Alessandra Schiper, Francesca Romana Diana, Lívia Canuto, Roberto Stern e Laja Zylberman.

Mediação: Renata Izaal

Local: Auditório

15h45m: Empreendedorismo — dicas para quem está começando na carreira de moda.

Palestrantes: Dani Sabbag, Ana Wambier, Bruna Seve Patkó, Maitê Lacerda, Gabriela Garcia e Hugo Galindo.

Mediação: Lívia Breves

Local: Auditório

17h: Produção de moda — a importância do stylist na imagem de moda

Palestrantes: Daniela Oliveira, Zizi Ribeiro e Juliana Burlamaqui. Mediação: Lívia Breves

Local: Auditório

18h30m: Mercado, carreira, comportamento e novas formas de consumir moda

Palestrantes: Ana Soares, Tiago Petrik e Maria Canto.

Mediação: Renata Abranchs

Local: Área de Convivência

20h30m: show de Simone Mazzer

 

Visite também o isfashionmag.com.br

Até a próxima!
Bjkss
Bebel

tarja.bebelschmidt


Enviado por: Redação
28/04/2016 - 20:16

Moda, por Bebel Schmidt

Roupas da marca Riachuello

Coleção Riachuello

O SPFW termina amanhã, e deixo aqui meu resumão do que teve de melhor sobre o Verão 2017.

Um dos desfiles mais desejados no SPFW, a Riachuello, em parceria com Karl Lagerlfeld, apresentou uma coleção nada mais, nada menos que a cara do designer. Muito preto e branco, couro, bolsas matelassadas (estilo da clássica bolsa 2,5 da Chanel), botas de cano baixo e camisetas com o rosto de Karl estampadas deram uma cara jovem e despojada à marca. Seguindo a tendência do “see now, buy now” (em tradução: veja agora e compre agora) de grifes como Burberry, Tom Ford e Moschino, no final do desfile, dezenas de modelos, capitaneadas pela top e rosto da coleção, Isabeli Fontana, entraram com araras da coleção. À saída, foi montado um caixa para as compras.

Coleção Isabela Capeto

Coleção Isabela Capeto

Isabela Capeto voltou com tudo e mostrou uma evolução em sua marca. Não era pra menos: a inspiração desta temporada foi o tempo. No desfile, peças trabalhadas a mão, como vestidos bordados com miniflores e uma saia com centenas de canutilhos aplicados – sem mencionar os piercings e correntes para o rosto que o consultor de estilo Felipe Veloso lançou no desfile. Além disso, o amarelo estava bastante presente: cor curinga nesta temporada, em todos os desfiles verão 2017.

A. Brand

Coleção A. Brand

Cores, cores e mais cores! Foi assim que a A. Brand fez a sua estreia no SPFW, com uma coleção inspirada no Havaí. A marca, que está no mercado desde 2009, apresentou uma coleção bem alegre e leve, repleta de estampas de hibisco e folhagem.

e

Coleção Ellus 2nd Floor

Ellus 2nd Floor apresentou tudo o que um público jovem pode querer desfilar por aí, durante o verão. Com um ar bem urbano (a passarela foi transformada num beco com grafites, cercas de arame e cones de trânsito), a marca investiu numa coleção baseada em Gotham City, cidade fictícia dos quadrinhos, homenageando os heróis da cidade, especialmente o Batman, cuja estampa estava em diversas peças da grife. Aliás, seguindo a tendência do “see now, buy now”, a marca abre hoje (28/04) uma loja temporária no Shopping Iguatemi, em São Paulo, com toda a coleção desfilada no SPFW. As peças custam de R$90 a R$ 1 mil.

l

Coleção Lenny Niemeyer

Inspirada na cultura milenar do Japão, Lenny Niemeyer apostou em cores fortes e vibrantes, como o amarelo e o azul, partindo do estampado bastante colorido até chegar aos tons de pele através do shibari nos maiôs: método de amarrar, ícone da tradição japonesa. O beachwear foi composto por roupas mais soltas e decotes em V.

___________________________________________________________________________________

Visite também o isfashionmag.com.br

Até a próxima!
Bjkss
Bebel

___________________________________________________________________________________

bebel s


Enviado por: Redação
14/04/2016 - 20:00

Moda, por Bebel Schmidt: pijamas vão para as ruas

coleção de pijamas da marca da estilista Alberta Ferretti

coleção de pijamas da marca da estilista Alberta Ferretti

coleção de pijamas da marca Restless for Sleepers

coleção de pijamas da marca Restless for Sleepers

Jessica Alba, Nicole Richie e Joan Smalls

Jessica Alba, Nicole Richie e Joan Smalls

Naomi Campbell, Selma Blair, Poppy Delevingne

Naomi Campbell, Selma Blair, Poppy Delevingne

Coleções do Inverno 2017 chegam e, junto com elas,… pijamas! Isso mesmo! As peças saem do seu vestuário de cama e ganham as ruas em uma versão moderna e versátil – prontas para serem usadas tanto no dia quanto na noite.
E, como sempre, as tendências saem das passarelas internacionais e ganham nossos guarda-roupas com estilos diferentes. Em fevereiro, a grife Alberta Ferretti mostrou suas modelos desfilando de pijamas festivos na Semana de Moda de Milão. Em cada um (como mostrado nas fotos), bordados, blazers e sobretudos conferem uma produção “chiquezinha” para ficarem com mais cara de que devem ser usados fora de casa. No inverno da Restless Sleepers, por exemplo, os pijamas outwear foram apresentados na versão smoking, com casacos no estilo japonês e kimonos – a grande maioria, numa seda bem estampada. A Dolce & Gabbana, por outro lado, aproveitou o embalo da tendência para promover uma festa celebrando sua coleção de pijamas de seda. O clássico conjunto, calça + camisa de seda, foi o vestuário dos convidados da Festa do Pijama.
Uma boa dica? Compense as silhuetas larguinhas com acessórios notáveis, tais como brincos, braceletes e lenços, e aposte em sandálias com tiras e botas.

___________________________________________________________________________________

Visite também o isfashionmag.com.br

Até a próxima!
Bjkss
Bebel

___________________________________________________________________________________

bebel s


Enviado por: Redação
31/03/2016 - 20:00

Moda, por Bebel Schmidt: reciclagem de luxo

Fotos: Petit H

Fotos: Petit H

Que todo mundo sabe que a Hermès é conhecida pelo seu luxo, exclusividade e preços exacerbantes é verdade. Mas será que todo mundo sabe também que a grife recicla seus restos de roupas para produzir novos produtos?

Esse departamento – idealizado por Pascale Mussard, diretora artística da marca e herdeira da sexta geração da Maison, fundada em 1837, por Thierry Hermes – é uma extensão real da Hermès, pois mantém os pilares da marca da mesma forma: precisão, qualidade e longevidade. Chamado de Petit H, o depósito reaproveita as sobras de couro, seda e todo o resto para desenvolver móveis, utensílios, acessórios e objetos de decoração.

Mas não foi apenas a Hermès que investiu na reciclagem do luxo. Em 2009, a Yves Saint Laurent anunciou sua coleção, New Vintage, com as peças clássicas da marca, como trenchcoat, bolsas e vestido sem alça. A produção vinha de sobras dos últimos 10 anos da grife, desde a época em que Stefano Pilati entrou na YSL, ainda sob o comando de Tom Ford.

No Brasil não foi diferente. O Prêmio ECOERA, lançado em 2008, tem como missão premiar e homenagear empresas dos setores de moda e beleza que sejam inspiradoras e multiplicadoras de práticas conscientes em toda a cadeia produtiva. Anualmente, o Ecoera premia pequenas, médias e grandes empresas que incentivam a sustentabilidade na moda.

Além disso, foi no início deste ano, em São Cristóvão, no Rio, onde funcionou uma gráfica por anos, que surgiu Malha, um espaço que servirá como plataforma para estilistas, jornalistas, fotógrafos, estilistas, artistas e designers trabalharem uma nova moda. Ou seja, gente que quer fazer uma moda sustentável com produção local e com uma economia colaborativa. O propósito é fazer criadores, empreendedores, produtores, fornecedores e consumidores se encontrarem, discutirem, venderem e comprarem a moda contemporânea.

___________________________________________________________________________________

Visite também o isfashionmag.com.br

Até a próxima!
Bjkss
Bebel

___________________________________________________________________________________

tarja.bebelschmidt


Enviado por: Redação
17/03/2016 - 20:00

Moda, por Bebel Schmidt: a força dos acessórios

colagem 1

Na fileira de cima, os colares da Chanel nas duas primeiras fotos, em seguida, colares Valentino; nesta fileira, os óculos Kenzo nas duas primeiras fotos e, em seguida, peças da Miu-Miu

Após a maratona de desfiles do Paris Fashion Week apresentando tendências para o inverno 2017, o que ficou em evidência foi a força dos acessórios num contexto de “mais é mais”. Bolsas, cintos, colares e óculos com muita personalidade fazem o toque principal nas produções da temporada. A Chanel trouxe à tona a sobreposição de colares. Nada mais da peça discreta no pescoço com um pequeno pingente, fazendo a linha minimalista. Agora é a vez do exagero.

Em cima, na ordem em que aparecem, as bolsas da Miu-Miu, Chanel, Louis Vuitton e Valentino; nesta fileira, os cintos da Saint-Laurent, nas duas primeiras fotos e, em seguida, os cintos da Miu-Miu

Em cima, na ordem em que aparecem, as bolsas da Miu-Miu, Chanel, Louis Vuitton e Valentino; nesta fileira, os cintos da Saint-Laurent, nas duas primeiras fotos e, em seguida, os cintos da Miu-Miu

Enquanto a Miu-Miu refletia o guarda-roupa de quem teve muito e perdeu tudo (cujo tema era “nobreza e miséria”), os óculos exibidos na passarela representavam ainda o tom vintage-glamoroso dos anos 70. A Kenzo fez o mesmo com o acessório e exagerou com a pegada esportiva da marca, misturada a muitos ornamentos. Hedi Slimane, que muito foi criticado pelas mudanças radicais desde que assumiu a direção criativa da Yves Saint Laurent, surpreendeu a todos, reunindo referências clássicas do estilista, como a cintura marcada com cintos largos e estampados. O exagero nas bolsas também foi visto no Outono-Inverno da Louis Vuitton, Miu Miu e Saint Laurent. O estampado, o brilho e o dourado estavam majoritariamente nas coleções das três maisons, reforçando o “mais” desta temporada e nos inspirando para pensar nas próximas produções.
___________________________________________________________________________________

Visite também o isfashionmag.com.br

Até a próxima!
Bjkss
Bebel
___________________________________________________________________________________

tarja.bebelschmidt


Enviado por: Redação